Bem Vindos O que os homens chamam de amizade nada mais é do que uma aliança, uma conciliação de interesses recíprocos, uma troca de favores. Na realidade, é um sistema comercial, no qual o amor de si mesmo espera recolher alguma vantagem. La Ro

18
Set 09

            Lamparinas,  iluminam a razão
            Em  tênues e trêmulos focos
            Detendo  e submetendo a  paixão
            Dissipando-a,  em suaves  flocos

            Lamparinas,  iluminam o coração
            Atenuam batimentos, tolhendo momentos
            De ternos devaneios,  em contemplação
             Regendo  todos os sentimentos

            Lamparinas,  ostentam,  ternamente
            Iluminando,  aguardam o supremo instante
            Em que,  discretas,   apagam-se,   pausadamente...
            Para que razão e coração,  aliem-se,  silentes 

            Lamparinas,  esmorecem,  com brandura
            Ao surgirem tímidos sons,  em harmonia
            N'uma canção de amor a pairar,  com ternura
            Para um momento real de plena sintonia

            Lamparinas,  apagadas
            Expectam,  inertes
            A junção,  tão  desejada
             De dois amantes, enfim,  libertos

            Lamparinas ,  reacendem,  com vigor
            Num imenso calor incandescente
             Festejando e  bailando,  diante  do amor
             Iluminando lembranças,  por  eternamente





           

publicado por SISTER às 09:43

04
Set 09

  As lágrimas transformadas em letras
  Rolam bailando em plena harmonia
  Transformando-se nos versos de nossa poesia

  As lágrimas vertidas na dor da despedida
  Descrevem com destemida sinceridade
  Todo o sentimento que nos traz a saudade

  As lágrimas derramadas na alegria
  Reluzem como o clarão ao raiar do sol
  Saltitam e nos ditam do amor, tal sinfonia em lá bemol

  São de todas as lágrimas
  Até as que sufocamos
   A poesia que compomos


 

publicado por SISTER às 11:16

31
Mar 09

                  O que fez com que eu te escolhesse
                  como meu amigo,
                  senão a inexplicável beleza que
                  exala de tu' alma,
                  de teus sentimentos,
                  irradiantes de teu lindo ser ...?
                  Cativante, sim ... pois as tuas
                  qualidades me tornam feliz cativa,
                  de forma tão simples ...
                  sem subterfúgios ...
                  sem querer...por toda a vida ...
                  Tu, meu amigo, és a maior
                  fortuna que,na vida, alguem
                  consegue ter...
                  Deverias estar guardado
                  a sete chaves,
                  como um tesouro ...pois tua
                  amizade, para mim,
                  vale mais que peso em ouro.
                  A forma mais carinhosa
                  de zelar por um amigo
                  é te-lo perto ou longe,
                  sabendo-o feliz ...ao pé do abrigo ...
                  És a maneira que Deus encontra,
                  para estar presente,
                  quando tudo o mais se faz ausente.
                  Teu rosto é perfeito!
                  Os teus traços, são os de um anjo,
                  como aqueles de Michelangelo ...
                  Tua voz é doce e bem pausada ...
                  me fala ao ouvido ...quando
                  tudo cala ...
                  O odor perfume que de tí exala,
                  me faz adormecer ...
                  pois tudo acalma ...
                  é aroma de uma flor que
                  desconheço
                  mas que em tí se torna rara ...
                  não tem preço.
                  O teu afago é tão precioso ...
                  que de tão bom,
                  se faz tão raro ...
                  e me traz a confiança,
                  a certeza
                  de que nada é tão certo,
                  como ter você,
                  sempre, por perto.
                  És tão amigo, que nem preciso
                  te chamar de amigo ...
                  És amor ...amor - or + igo ...
                  És meu tesouro!
                  És meu amigo!


              

publicado por SISTER às 09:06

16
Set 08

      És poeta do mundo
      despertas dos sentimentos
      os mais profundos
      Ler teu poema é alimento

      Saber-te tua dona
      Seria egoismo fortuíto
      Possues o estígma heterônimo
      Embora este não seja teu intuíto

       Amor  em poesia,  tentaculado
      Aspergindo amor por onde passa
      És por todas amantes desejado

      Sugeres um duetar irresistível
      Poesia e música se confundem
      Em teu hipnotizante verserjar inesquecível


     
     

publicado por SISTER às 07:01

20
Ago 08

Sigo teu rastro,
              persistente
              Como a chuva,
              à torrente
              Será assim,
              eternamente


             
 

publicado por SISTER às 12:05

15
Ago 08

Passo os dias a te procurar
      e, em vão, não a encontro...
      Paixão sem rosto, sem nome... sem endereço...
      Está dentro de mim e desconheço...
      Eu a sinto na música... nas palavras soltas... no vento ...
      não me sai do pensamento

      Paixão de minha vida
      és a alegria de meus dias
      a tristeza de minhas noites, tão vazias...

      Procura insana... beira à loucura...
      te procuro na poesia, nas estrelas e na lua...
      dizem que a paixão se esconde... e é certo...
      pois não te encontro, apesar de te sentir tão perto...
      e, minha vida, sem você... é só deserto...

      Fica a esperança...
      Algum dia, e isto é certo,
      virás até mim e dirás:-
      - Voltei... estou aqui... e, então,
       a concretização do amor...
      que, tão incerto...
      se fará vida...
      se fará concreto...

     

publicado por SISTER às 12:00

10
Ago 08

  É a hora do silêncio
                                Todos dormem
                                Eu não consigo
                                De tanto amar

                                É hora do despertar
                                Todos acordam
                                Eu não consigo
                                De tanto amar

                                É hora dos sonhos
                                Todos despertam
                                Eu continuo a sonhar
                                De tanto amar

                                É hora de revelar
                                Todos revelam
                                Eu não consigo
                                De tanto amar

                                É hora do adeus
                                Todos se despedem
                                Eu não consigo
                                De tanto amar

                                É hora de voltar
                                Todos retornam
                                Eu não consigo
                                De tanto amar

                                É hora de amar
                                E o amor é tanto
                                Que não consigo
                                De tanto amar

                                É hora de dizer adeus
                                Todos dizem
                                Eu não consigo
                                De tanto amar

                                É hora de versejar
                                Então, te digo:-
                                -Eu vou morrer
                                De tanto te amar

 

publicado por SISTER às 11:15

29
Jul 08

                                 Hoje
                                desculpo a vida pelas peças que me pregou
                                desculpo as noites mal dormidas
                                desculpo os dias em que desditas
                                invadiram a minha estrada
                                me tornando insegura
                                tudo... assim, por quase nada...

                                Devo desculpar os traumas, dores...
                                doídos ferimentos tatuados na minh'alma

                                Eu devo desculpar a tudo que me foi negado
                                Desculpo, ainda, ao imperdoável
                                Às crueldades que me foram impostas
                                Por leis que nunca foram mães
                                Que não sentem nem avaliam o supremo amor
                                que se aplicam em nossas vidas
                                sem pedir licença
                                sem a noção do que é decência

                                Eu desculpo
                                aos céus pelo meu pranto sentido
                                Que viraram nuvens de gelo,
                                sem me dar ouvidos
                                Eu desculpo o sábio
                                por não ter me dito
                                como seria fácil desculpar,
                                do grande segredo de saber esperar
                                que o dia de hoje fosse chegar...
                                Quando a alegria faz ninho em minha casa
                                neutralizando toda tristeza... todo o amargor

                                Hoje
                                eu quero cantar e dizer ao mundo
                                que desculpo à vida, por ter me trazido vida...
                                por me trazer a paz, me trazendo amor
                                Eu desculpo à vida
                                Eu desculpo o amor

publicado por SISTER às 06:53

Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO