Bem Vindos O que os homens chamam de amizade nada mais é do que uma aliança, uma conciliação de interesses recíprocos, uma troca de favores. Na realidade, é um sistema comercial, no qual o amor de si mesmo espera recolher alguma vantagem. La Ro

31
Out 07

Atirada a esmo
  Largada na compulsão
  De momentos, de irreflexão
  De perfume sem valor
  Pedra do falso amor...

  Pedras são como queixumes
  De alívio pra alterar desenganos
  Nada melhor que uma pedra
  Que atirada sem amor
  Aumenta tanto o dissabor..

  Dei-te uma flor, recebi uma pedra
  Sintetizei com a flor, meu amor
  Aceitei a pedra da indiferença
  Que vale mais que uma mentira
  Do que o engano que sentira...

  Pedra é como o orvalho
  Que goteja como uma lágrima
  Que vertida de gota em gota
  Cristaliza-se formando a flor
  Do mais puro falso amor...

  E, ao fugir do que atiramos
  Parece flor, amarga flor
  Sem perfume, sem calor
  Mas resvala e ricocheteia
  Dando apenas a pura dor...

  A flor que te dei, murchou
  E a pedra que me lançaste
  De arestas pontas de faca
  Perfurou minha emoção
  Matou logo meu coração...

  Com a pedra fiz meu calvário
  Com a flor dei-te o contrário
  De uma energia sem fim
  Virou pedra meu sentimento
  Da flor dei-te apenas meu lamento...

  Agora a flor de pedra
  Atirada na direção
  Largada pra esta função
  Virou vida na criação
  E acabou-se a ilusão...

 Myriam Peres

publicado por SISTER às 06:05

Outubro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO