Bem Vindos O que os homens chamam de amizade nada mais é do que uma aliança, uma conciliação de interesses recíprocos, uma troca de favores. Na realidade, é um sistema comercial, no qual o amor de si mesmo espera recolher alguma vantagem. La Ro

12
Nov 10

Rasgos torpes em todo rosto
Demônios sugados do nada
Naturalmente não se pode evitar
Espinhos sangrentos disfarçados com flores

O feito não quer se desfazer
Vozes baixas na escuridão das ruas
Falsos profetas do para-todo-o-sempre
Trazendo vulcões e tempestades

Enquanto a loucura se assenta
Na morada invisível do tédio
Planaltos devorados pelas chamas do inferno
Calmarias quentes de verão

Relatos de escribas
Antecipando a desunião das coisas terrenas
Julgamentos sem condenações
Os preços das mercadorias e das pessoas

O fundo do poço virado para baixo
Masmorra fedorenta e castelo fantasma
Gente que não é gente
Vítimas de um império caido em desgraça

Na vida ninguém entra para sair
Noite que nunca amanhece
Barcos semi-afundados nas Bermudas
Marinheiros perdidos no além-mar!


publicado por SISTER às 12:55

Novembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
16
17
18
19

23
24
26

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO