Bem Vindos O que os homens chamam de amizade nada mais é do que uma aliança, uma conciliação de interesses recíprocos, uma troca de favores. Na realidade, é um sistema comercial, no qual o amor de si mesmo espera recolher alguma vantagem. La Ro

14
Ago 10

Uma boa vizinhança requer solidariedade, compromisso e prudência, nas palavras escolhidas. Bons vizinhos entre ajudam-se nos momentos mais delicados de suas vidas, são sempre os primeiros a chegar em caso de doença ou de uma aflição. Estão sempre a visitar-se ou a telefonar, para saber uns dos outros e como vão de saúde, assim como para saber as novidades e pôr a conversa em dia. Bons vizinhos gostam da companhia uns dos outros e fazem questão de estarem presentes a todo o instante. Bons vizinhos cumprimentam-se efusivamente, como se não se vissem há anos. Uma boa vizinhança requer partilha e doação.

Uma boa vizinhança tem como acto principal o bem-estar de todos e oferece-se para ajudar, sem piscar os olhos ou inventar desculpas esfarrapadas, fazem mesmo questão de estar na primeira linha. Bons vizinhos choram, quando a tristeza bate à porta deles e sorriem às gargalhadas dos seus gracejos, como se foram crianças, fazendo traquinices entre elas. Bons vizinhos saem juntos, para onde quer que vão e acompanham a vida uns dos outros. Fazem as refeições juntas e são sempre os primeiros a levantarem-se, para pagar as contas. Sendo um reboliço para saber quem paga o quê.

Boa vizinhança requer pensamento positivo e alegria, e nunca discute ou entra em desavenças. Bons amigos gostam de compartir tudo juntos, e dão primazia aos outros, ficando os próprios para o fim, o que não lhes faz diferença alguma, estão ali para agradar e para se valerem. Sabem uns dos outros e fazem questão de ser presença assídua, na vida dos demais. Pressentem as coisas com um sexto sentido
e basta que se olhem nos olhos para saber se tudo está bem, ou se existe algum problema, a ser resolvido na hora. Bons vizinhos contribuem para que outrem faça alguma coisa.

Boa vizinhança não necessita de mordomias, bate à porta e entra e é sempre bem recebida, com o melhor que se tem para oferecer. Presta-se a tomar conta das coisas lá de casa, quando as férias entram portão adentro. Bons vizinhos sentem cuidados uns pelos outros e ressentem-se quando algo não vai bem com algum deles. Não pensam duas vezes para fazer uma boa acção e aprestam-se para se dividir em vários, para acudir aos vizinhos necessitados. Bons vizinhos estão sempre em estado de graça, apoiando-se uns nos outros. Sentem uma excitação e um gozo especial por estarem juntos.

Entre boa vizinhança há confiança e os amigos crêem uns nos outros e há uma mentalidade aberta, para as mais variadíssimas coisas, do dia-a-dia. Fazem visitas regulares uns aos outros e a casa dos amigos é a sua própria casa. Tomam conta dos filhos dos demais como se fossem os seus próprios filhos e tal não lhes causa aborrecimento antes contentamento. De entre os vizinhos salienta-se a satisfação por estarem a conviver uns com os outros, como numa grande família, que é o que são, no âmago da questão. Boa vizinhança comporta-se de maneira civilizada. É solidária e pensa sempre no bem-estar, que usa e abusa.


publicado por SISTER às 13:48

Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
13

16
17
18
19
21

22
24
26
27
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO