Bem Vindos O que os homens chamam de amizade nada mais é do que uma aliança, uma conciliação de interesses recíprocos, uma troca de favores. Na realidade, é um sistema comercial, no qual o amor de si mesmo espera recolher alguma vantagem. La Ro

03
Jul 10

Está caindo em gotinhas, ouço o barulho lá fora
Esteve presente na noite e na madrugada
Diligente, sem interrupção, velando meus anseios
Quantas recordações nessa chuvinha fina
Que não se foi , não se vá, fica comigo
Quedo-me de repente na mais Santa contemplação
Vejo tua face como se estivesse aqui, no calor da vida
Ah, recordações que me aquece a alma, anima o meu ânimo
Eis que você chega e o inanimado adquire vida
Amo tua presença ausente e tua ausente recordação
Que já deixou o cristal, foi-se como uma brisa leve
Levou em si seus vestígios, da tua presença tão perene
Assim como o imorredouro se apagou na visão do agora
E ressuscita nas imagens sempre eternas do depois

Amo-te minha querida, no meu amor de agora
No meu amor de antes, naquele amor inaugural
Tua presença bem vívida, nessa distância tão ausente
A gente se foi em caminhos contrários, mas há reencontros
E é nessa volta que sentiremos o quanto ficou pra trás
O que deixamos sem cultivar esperando o milagre
De uma vida espontânea que acontece sem gerar
Ilusão, pobre ilusão, existência sem criador
A mais linda roseira que existia no vazio foi criada
Não se perpetuou, nem sequer gerou uma única flor
Mas eis que chega o relatório da existência
Quantas falhas, foi ócio, descaso, negligência,
Foi desamor na pretensão de amar no descaso
Agora, temos  experiência para reconstruir e vamos
Renascerá de nós o verdadeiro amor.


publicado por SISTER às 19:19

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
20
22
24

25
26
27
28
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO