Bem Vindos O que os homens chamam de amizade nada mais é do que uma aliança, uma conciliação de interesses recíprocos, uma troca de favores. Na realidade, é um sistema comercial, no qual o amor de si mesmo espera recolher alguma vantagem. La Ro

17
Fev 10

Colombina de meus versos,
na avenida destas pautas, que decoro,
vou vestindo de palavras os pensamentos,
-ornamentos de minha imaginação-
abrandando o coração com fantasias,
devaneio pelas vias dos meus sonhos
e desfilo na ala das ideações.

Sob o som das minhas rimas mais prosaicas,
o confete dos anseios,
nas estrófes das quimeras purpurinas
e nas trovas serpentinas do enleio,
evolvendo a dança das emoções.

Braço dado ao Pierrô dos dias idos
- esse pífaro nas linhas da harmonia-
repisa os ensinos que preciso,
 na vida - esse baile de lições...
que se obriga a dizer sim ao devaneio,
quando porta estandarte da poesia,
eu desfilo a estesia por emblema,
e me curvo à reverência do poema,
trajado em Arlequim das ilusões!

publicado por SISTER às 14:09
tags:

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12

14
15
16
19
20

22
24
26
27

28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO