Bem Vindos O que os homens chamam de amizade nada mais é do que uma aliança, uma conciliação de interesses recíprocos, uma troca de favores. Na realidade, é um sistema comercial, no qual o amor de si mesmo espera recolher alguma vantagem. La Ro

13
Fev 10

     Perco a noção do tempo, mas não perco a noção em você.

      Ti vejo, você aqui, você ali, até distante.

      Você é minha, e também da vida; sou teu, e também do mundo.

      AMOR REAL, SEM IDEALIZAÇÃO, NOSSO AMOR!

      Quando vou ali e volto logo, como é boa a sensação do retorno.

      Venho no nosso caminho, no caminho de nós dois,

      cantando aquela canção, a canção de nós dois, a nossa canção.

      A porta se abre, é o teu sorriso que me acolhe!

      Lindo ele, tenho vida plena no teu sorriso.

      Ele é o meu sorriso, sorrio através dele,

      fonte linda de vida e amor.

      Teus olhos, Oh ... teus olhos,

      como eles olham lindo pra mim!

      Com aquele brilho de paz, carinho e amor.

      Eles sinalizam para onde devo ir,

      eu e minhas emoções, minhas devoções...

      Olhos que atraem para si e distribuem pelo teu corpo,

      olhos de vida  e de emoção...

      Beijos teus olhos de mansinho,

      e minhas mãos deslizam no teu corpo;

      e foram eles, teus olhos, que disseram por você:

      vem, percorre esse corpo todo, esse corpo de amor e desejo;

      vai ali, lá... vá, vem!

      Percorra-o  todinho, ele é o teu caminho, é o caminho de nós dois.

      Teu corpo caminho longo e sem fim.

      Minhas mãos se movimentam incessantes,

      alegrando nossos desejos, que também não tem fim...

      Meus  dedos umedecidos, dali... que bom...

      Coloco o meu dedo nos meus lábios,

      nos teus lábios...  que bom sentirmos o gostinho do teu corpo.

      Somos cúmplices no teu gostinho, que é o nosso gostinho.

      Teus olhos nos meus olhos pedem mais carinho,

      querem mais, falam por você.

      Tudo teus olhos dizem, tudo..., é a abertura plena de ser,

      querer, dizer, fazer e sentir, é a franqueza aberta do nosso amor.

      É assim porque meu corpo precisa do teu,

      teu corpo precisa do meu... assim,

      somente aliança plena satisfaz nossas almas,

      nossos sentidos, nossos sagrados e profanos desejos.

      Nos enlaçamos de pé em beijo carinhoso,

      nossos corpos se olham, não vêem imperfeição.

      Concluem que não existe defeito em quem se ama.

      Não falta e nem sobra nada, temos tudo: carne,

      ternura, carinho, calor, desejo, emoção...

      Aquele aparente defeito ali, não é defeito, é ornamento;

      foi colocado ali, exatamente ali, para embelezar, maximizar nosso amor...

      Já nos exploramos tanto em nossos corpos,

      e o teu sorriso, o sorriso dos teus olhos,

      com aquele brilho fugaz e definitivo, bem pertinho, diz assim:

      deixar rolar amor.., não vamos apressar o tempo, não!...

      Vem meu bem, mais ainda, dentro mim, vem a mim...

      Vem agora, quero agora...

      Vem amor!..

      VEM !!!...

 

publicado por SISTER às 16:52

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12

14
15
16
19
20

22
24
26
27

28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO