Bem Vindos O que os homens chamam de amizade nada mais é do que uma aliança, uma conciliação de interesses recíprocos, uma troca de favores. Na realidade, é um sistema comercial, no qual o amor de si mesmo espera recolher alguma vantagem. La Ro

20
Abr 09

Vamos tentar  viver em paz, algo que parece ser fácil, e que na realidade, o é... Basta partir de um início, que é procurar a Paz Interior, e se conseguir encontrá-la, já será meio caminho andado.

 

Na realidade, viver em paz começa dentro de nós, e se estamos em paz conosco,  amando-nos e à vida, com certeza ficará  mais fácil conseguir viver em paz com o próximo, assim como se conseguirmos estar com a alma  cheia de idéias de paz e amor, e se conseguirmos viver em paz em nosso lar,  com certeza, pode-se acreditar que a paz começa assim mesmo, bem perto de nós, em nossas relações com o próximo,e quem mais próximo de nós do que o companheiro ou companheira de nossa vida? Do que nossas amizades e nossos familiares?

 

Sem dúvida, a coisa tem que começar internamente, pois se não tivermos a paz em nossos corações, como poderemos querer que os outros a tenham? E a nivel mundial?  Na verdade, é muito fácil falar em Paz, mas se não a praticarmos,  inicialmente em nosso interior, e depois em nosso lar, como poderemos falar de Paz Mundial? Tudo começa em casa...

 

Essa é a grande verdade, e a grande dificuldade.  É muito fácil apontar-se soluções para o que está longe, e não depende de nós.

 

Basta teorizarmos sobre os caminhos a serem seguidos.  A coisa começa a complicar quando temos que por a teoria em prática, pois é nesse momento que começam as dificuldades.  É muito fácil dizer que poderia ter havido um entendimento entre as partes antes de começarem a digladiar-se.  Contudo, não sabemos se houve essa tentativa, e qual das partes fez entrar areia nas engrenagens.

 

Principalmente nessa questão de vida doméstica.  Como é fácil “acertar” a vida de nosso vizinho... Da mesma maneira que para ele deve ser fácil “acertar” a nossa.

 

Teríamos que vivenciar o que se passa lá dentro, para aquilatar melhor a situação, vendo assim como se poderia acertar a situação, e isso, se fossemos chamados para mediar alguma eventual dissensão.  Quaisquer palpites alheios em situações domésticas nunca são bem recebidos.

 

Mas,fica valendo a  ideia.  Experimente empregar as “soluções mágicas” que possibilitarão encontrar-se a paz mundial, ou a paz de seu vizinho, e procure empregá-las ANTES,  em sua casa.  Se der certo, e a paz interior for conseguida, aí então poder-se-á ter condições para ao menos “sugerir” uma linha de conduta que conduza à PAZ ALHEIA.

 

Temos que entender que tal enfoque para a vida não se aplica somente às questões de pacificação ambiental ou mundial, mas sim para tudo na vida.  Sempre é preciso ter presente que o bom encaminhamento de nossa vida deve ter prioridade absoluta, pois no momento em que encontrarmos o ponto de equilíbrio interno, teremos condições para sugerir soluções para outrem.

 

E, para termos nossa paz interior, precisamos começar com UM LINDO DIA.Vamos começar por aqui?


 

 

publicado por SISTER às 06:55

Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9



30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO