Bem Vindos O que os homens chamam de amizade nada mais é do que uma aliança, uma conciliação de interesses recíprocos, uma troca de favores. Na realidade, é um sistema comercial, no qual o amor de si mesmo espera recolher alguma vantagem. La Ro

20
Dez 10

Deus segura você pela mão, retira-o dos maus tratos, traz você à reflexão. Inspira o seu pensamento, transforma o seu coração, reduz o seu orgulho e penetra na sua alma.
Deus não tem hora, não espera a vez, só busca o melhor.

Deus, com todo carinho, fala ao seu ouvido, ouve as suas palavras, diminui as suas necessidades, ama-o infinitamente.

Assim é Deus.

E quando você quiser conhecer a Deus vá buscá-Lo no mais profundo de você mesmo.

publicado por SISTER às 18:12

Sou um doido parcial
quem sabe até total
mas sou um doido feliz
sou o que sempre quis.

Sei sempre o que faço
por isso eu não me embaraço
faço tudo com alegria
se duvidar....até magia!

Sempre ofereço uma flor
e no coração tenho muito amor,
não tenho medo da morte
até sei usar o chicote!

Aprendi a usar minha mente
quero um mundo decente
preciso isto passar
para mais conhecimento entrar.

Nesse mundo de expiação
temos que levar a todo irmão
não estamos nunca só
somos feitos do mesmo pó.

Vejo as pessoas injuriadas
são aquelas menos amadas,
precisamos a elas entender
e a todas compreender.

Estamos no mesmo trem
nesse eterno vai e vem,
fomos feitos com muito amor
Pelo nosso "criador"

Dos normais quero distância
Digo isso com constância
O mundo será dos loucos
E que sejam muitos e não poucos


publicado por SISTER às 18:10

O riso apagou-se.
Estampada a tristeza ficou.
O pranto rolou, tornou-se dor.
A dor transformou o coração,
que abalado sofreu.
Remeteu -se a dor para a mente
que se transformou.
Em confusão as idéias ficaram,
sem rumo a alma vagou,
Por tortuosos caminhos a mente a levou.
Para que tantas inconstâncias?
Por que tudo em questão de segundos vira caos?
Dissabores batem,
dissolvem as cores radiantes de beleza natural.
O puro embrenha-se na escuridão,
no frio mistério do desprazer.
Marcas profundas na alma,
sulcos abertos,
sinais eloqüentes de total desamor.
Lamento!
Palavras não devem ser jogadas ao vento!
No silêncio, no calar das falas, respostas buscam-se.
O pensamento  percorre caminhos em busca de luz.
Há de se ter coerência, tentar pela razão entender,
assimilar os problemas, com calma tentar resolver.
Há de surgir um brilho em consonância com o querer.
Nessa longa peregrinação, há de se acreditar,
Que a compreensão almejada chegará.
No alvorecer de cada dia é preciso saber viver.

publicado por SISTER às 18:09


Sabes .
Me estoy acostumbrando
a estar sin ti.

A estar con otros.
A hablar con otros.
A tomar otras manos.
A reír con otros.

Me estoy acostumbrando
a no necesitarte a mi lado.

A no mirar más tu sombra
de mi brazo.

A transitar las calles de
otros brazos.

Me estoy acostumbrando
a mirar el cielo,
la luna y las estrellas,
en otros ojos.
¡ Con otros ojos.!
¡ Nunca más con los tuyos.!

A sorprenderme
con otras canciones.

A sentir y ver
con otros sentidos
que los que tu mataste.

Me estoy acostumbrando.
A borrar miles de días y horas
del pasado.

A dar lugar a otros sueños
sin aquellos que soñamos.

Me estoy acostumbrando
a tu costumbre,
de reemplazarte al instante.

Me estoy acostumbrando
a no necesitarte,
pese haberte creído
irremplazable.

Me estoy acostumbrando.
A dejarte a la orilla
de una mar muy distante.
¡ Olvidada .!
¡ Encerrada .!
¡ Abandonada .!
A la espera de que el mar
te arrastre
y te convierta en polvo.

¡ Me estoy acostumbrando
a no pensar que existes.!

A borrar las imágenes
de momentos felices.

A matar esas luces
de sueños imposibles,
con nubarrones negros,
con nubarrones grises,
que no dejen recuerdos,
de lo que para mi, tu fuiste.

Me estoy acostumbrando
a tu inmenso vacío,
hasta que no me duela
sentir que ya no existes.


¡ Sentir que nunca fuiste.!

Me estoy acostumbrando
a sentir como sientes,
sin reprocharme nada,
a pesar  de que  duela. 

Me estoy acostumbrando
a olvidar los lugares
que un día fueron nuestros.
El bar,
y aquella mesa
que compartimos juntos,
en mañanas de fiesta.
El restaurante y el postre,
el pan negro en la mesa.
La bebida de siempre
y tu risa traviesa.

Me estoy acostumbrando
a que fueron mentiras
las rutas y canciones
que tanto nos unieran.
Tus manos que buscaban,
las mías y quedaban,
atadas en promesas,
en las falsas promesas
de lo que nunca fuera.

Me estoy acostumbrando
a poder entenderte.

Antes no te entendía.
¡ Pero ahora te comprendo.!
Se negaba mi mente
a aceptarte vacía.
Que fueras: "Tu" la imagen
de lo que aborrecía.

¡ Antes no te entendía.!
Pero ahora Sí.
¡ Te entiendo.!
Eres la más infiel
de las que he conocido.
¡ Eres infiel por dentro.!

Antes no te entendía.
Pero ahora Sí.
¡ Te entiendo.!
El mirarme  en tus ojos,
era verme yo mismo,
pero al mirarte ahora:
contemplo el mismo infierno.
¡ Antes no te entendía.!
Pero ya.
ya no me engañas.!

Eres pura apariencia
sin Amor y sin nada.

Fantasía de vientos
que no encuentran destino,
que se van y que vuelven,
sin sentido ni tiempos.

Me estoy acostumbrando
a ver lo que tu eres.
Y esto que tu eres.
Ay .!
Si vieras cuánto.!
¡ Cuánto.!
¡ Lo que eres  me  duele.!

¡ Libertad en el cuerpo
y en el alma cadenas.!

publicado por SISTER às 18:06
tags:

Quisera amado meu

uma só noite em seus braços,

preencher esta lacuna tão doída!

Sonhar, sorvendo o beijo seu

e adormecer, entre o calor de abraços,

distante das dores da vida...


Quisera amor meu,

um instante que fosse eterno...

Pois que minh'alma se perdeu

quando em solidão conheceu o inferno

e na saudade, vivia acorrentada...

Quisera crer não existir o adeus!


Quisera hoje uma lua encantada

emoldurando a janela do quarto.

Que o passado contornasse o presente

projetando luz no porta retrato.

Quisera ser outra vez amada,

sentir a paixão num êxtase crescente.


Quisera eu poder ainda acreditar

num tempo sem intermitências...

E  enfim conseguir aniquilar,

o grito mudo das ausências...

publicado por SISTER às 18:04

Porque eu te amo tanto?
O que aconteceu para que isto ocorresse?
Confesso que não sei.
Não houve nenhuma paquera...
Não chegamos a conersar longamente...
Não te conhecia, creio eu....
Enfim, a única coisa que sei,
é que de uma hora para outra,
tomaste conta do meu coração.
Hoje não saberia viver sem ti.
Meu amor ultrapassa qualquer limite...
É um amor real e verdadeiro...
Mas da forma que aconteceu,
penso que ele começou em outras vidas.
Possivelmente deixamos de concluir
alguma fase deste relacionamento,
e agora veio a hora da cobrança.
Assim eu te peço
vamos viver intensamente este amor
e finalizá-lo para que não deixemos
novamente ficar inacabado.

publicado por SISTER às 18:04

Poderá partisse a lua

Poderá o mar fazer-se gelo

Poderão rugir as montanhas

e ficar negro o firmamento

Poderão soprar furacões

e chover dias inteiros

Poderá o sol ficar negro

e partisse o céu ao meio

e poderão crucificar-me

com cravos os pés e mãos

mas nunca impedirão

que diga a meu amor!!!

te amo !!!





publicado por SISTER às 18:02
tags:

Senhor,

não te peço que me encurtes o caminho...

mas venha comigo, conversando!

publicado por SISTER às 18:02

Evite ser amoroso apenas episodicamente.
Ou para atingir objetivos
Ou para alcançar benefícios pessoais.

Não mascare o amor. Nem impeça os seus impulsos.
Empregue-o de acordo com o momento.
Amor e inteligência unidos têm maior força.

Mas faça isso sempre. A todo momento que for
necessário. Não espere momentos especiais.
Todo dia é uma oportunidade nova.

Aproveite os instantes. Pelo hábito, o amor acaba
penetrando definitivamente em você.
O sol não espera só os momentos propícios para
lhe aquecer.


publicado por SISTER às 18:01

Senhor Jesus!...
Ante o Natal
Que nos refaz na Terra o mais formoso dia,
Somos gratos a todos os irmãos,
Que te festejam,
Entrelaçando as mãos
Nas obras do progresso.

Vimos também trazer-te a nossa gratidão
Pela fé que acendeste
Em nosso coração.
Mas, se posso, Jesus, desejo expor-te
O meu pedido de Natal;
Falando de progresso, rogo-te, se possível,
Guiar os homens e as mulheres,
Sejam de qualquer nível,
Para que inventem, onde estejam,
Novos computadores
Que consigam contar
As crianças que vagam nos caminhos,
Sem apoio e sem lar,
E os doentes cansados e sozinhos,
Presos no espaço de ninguém,
Para que se lhes dê todo o amparo do Bem.

Auxilia Senhor, a humana inteligência
A fabricar foguetes
Dentro de segurança que não erra,
Que possam transportar remédio,
alimento e socorro,
Onde a dor apareça atribulando a Terra.

Que o mundo te receba as bênçãos naturais
Doando mais amor aos animais,
Que nunca desampare as árvores amigas,
Não envenene os ares,
Nem tisne as fontes, nem polua os mares,
Que o ódio seja, enfim, esquecido, de todo,
Que a guerra seja posta nos museus,
Que em todos nós impere o imenso
amor de Deus.

Que o teu Natal se estenda ao mundo inteiro
E que, pensando em teu amor,
De cada amanhecer
Que todos resolvamos a fazer
Um dia novo de Natal...
E que, encontrando alguém,
Possamos repetir, tocados de alegria,
De paz, amor e luz:
Companheiro, bom dia,
Hoje também é dia de Jesus.



publicado por SISTER às 18:00

Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

21
22
23
24
25

26
27
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO