Bem Vindos O que os homens chamam de amizade nada mais é do que uma aliança, uma conciliação de interesses recíprocos, uma troca de favores. Na realidade, é um sistema comercial, no qual o amor de si mesmo espera recolher alguma vantagem. La Ro

29
Abr 09

          Para que possamos ter
          muita paz no coração,
          e do amor a doce sensação,
          é importante saber viver
          sempre procurando fazer o bem,
          que faz bem pra nossa alma também...
          Maus pensamentos cultivar,
          sua vida irá atrapalhar...
          Paz e Amor no coração,
          dando à vida uma gostosa razão...
          Para saber amar,
          temos que amar o amor,
          e nosso amor com amor amar...
          Esta a mágica combinação
          que dá vida ao coração...


      

publicado por SISTER às 11:41

          Amor, quatro letras que nos trazem a Paz.
          O Amor guia a nossa vida,
          nós dá a calma interior, a Felicidade,
          nos faz mais humanos
          e com isso, nos traz a Paz.

          Quem tem Amor no coração,
          tem a Paz, irradia Alegria.

          Vamos colocar
          o Amor à frente de tudo.
          Agindo assim, conseguiremos
          construir um alicerce
          seguro e indestrutível,
          e então, irradiaremos ao mundo, a Paz!

publicado por SISTER às 11:41

      Quando fecho os olhos

       e embalado em sonhos mágicos,

       que me levam ao teu encontro...

        Sinto-me anjo dentre um vale de amor infinito!



      Acordo e teimo em acreditar neste amor

      e agarro-me à Senhora Esperança,

      que me faz adentrar as horas

       e tornar-me, mais uma vez, vencedor...



      Se utilizo da Esperança,

      para me fazer crer em nós...

      Faço dela instrumento,

      que me leva a acreditar 

      que existe lá fora corações puros,

       que a humanidade, a tempo,

      acordará para o amor...



      Querer ver todos entrelaçando as mãos,

      sem diferenças, ninguém mais disputando,

       ou repartindo amor: este deve ser ofertado!



      Ninguém mais temendo as ruas:

       estas devem ser instrumento

      de liberdade de todos;

       ninguém mais julgando-se melhor

       que o outrem, pois todos somos feitos

      da mesma imagem e semelhança!



      Esperar por um globo terrestre

       sem poluição, onde os rios

      voltariam a ser límpidos...



      Os oceanos a ter a magia de encanto

      e não serem temidos, como agora...



      Ver um planeta, onde o respeito

      voltaria a brilhar em todos os lares;

      a droga derrotada;

      a violência extinta;

       a moral, respeito, amizade,

      fraternidade, caridade,

       honradez, fidelidade,

      não fossem predicados de alguns,

      mas que fossem qualidades

       naturais de cada um...



      Enfim,

       miragens de um velho coração,

       que, mesmo cansado, busca sempre forças

      para poder continuar a sonhar;

      assim, faço destes objetivos de minha alma,

       chamados por miragem,

      fonte inesgotável, dando-me o vigor necessário,

       para continuar minha trajetória...



      Apenas, peço:

       deixe-me continuar a sonhar!


      

  

publicado por SISTER às 11:39

      Lá na baixa do bonfim
      Cidade de Salvador
      Eu vou contar o que vi
      se formando bem ali
      a banda Brejo de Amor

      O líder Sapinhos Brown
      Teve a idéia num estalo
      Sapo boca de cantor
      foi chamar o seu amor
      A dona Ivete Rãzallo

      Embalaram no Axé
      e soltaram a cantoria
      Ergue a mão e ergue o pé!
      Quero ver como é que éééé!
      E a turma aplaudia.

      Já gravaram um CD
      pra soltar no carnaval
      Lá na praia do estaleiro
      ensaiam o dia inteiro
      animando o pessoal

      Oxi -oxi, arrêa-arrêa
      Vão cantando os sapinhos
      maré baixa ou maré cheia
      essa banda incendeia
      o turista e o ribeirinho.

      Muito punk essa banda
      Muito massa a sapaida
      O Sapinhos Brown comanda
      forró, axé e ciranda
      e até mesmo timbalada

      Se voce tá duvidando
      que a banda fogo ateia
      é só ir logo chegando
      e da banda perguntando
      lá no caminho de areia.

publicado por SISTER às 11:38

Pensando bem, não sou essa mulher fatal
que você pensa que eu sou. Aquelas histórias de sedução foram
 todas inventadas, esse ar superior, de quem sabe lidar com a vida,
 é apenas auto-defesa.

Aquelas frases filosóficas, foram só pra te impressionar,
pra te passar essa ilusão de intelectual... na verdade
eu ainda  nem sei se acredito nos valores que me ensinaram,
quanto mais em frases feitas e opiniões formadas!

Senta aí, vai! Deixa eu tirar os sapatos, desmanchar
o penteado, retirar a maquiagem... quero te mostrar que
assim de perto não sou tão bonita quanto pareço, por
isso uso todos esses artifícios.

 É que no fundo tenho um medo terrível de que você me ache
feia,de que você encontre em mim uma série de imperfeições.

Sabe, não quero mais usar essa máscara de mulher
inatingível, de mulher forte, com punhos de aço...
No íntimo me sinto uma pequena ave indefesa, leve demais
para enfrentar o vento e que deseja ficar no aconchego do
ninho e ser mimada até adormecer.

Olha pra mim, às vezes minha intimidade não
tem brilho nenhum e você terá que me amar muito
para suportar essas minhas impotências.

Deixa eu tirar o casaco, tirar o cansaço... essa jornada dupla
me deixa tão carente... A convicção de independência afetiva?
 É tudo balela! Eu queria mesmo era dividir
a cama, a mesa, o banho... Queria dividir os sentimentos,
os sonhos, as ilusões... um pedaço de torta, uma
xícara de café,  algum segredo...

Ah, eu tenho andado por aí, tenho sido tantas mulheres que
não sou! Quantas vezes me inventei e até me convenci da minha
 identidade. Administrei minha liberdade.

Tomei aviões, tomei whisky... troquei a lâmpada, abri
sozinha o zíper do vestido... decidi o meu destino com
tanta segurança... mas não previ que na linha da minha
vida estivesse demarcada uma paixão inesperada.

Agora, cá estou eu, quarenta e poucos anos e toda
atrapalhada, tentando um cruzar de pernas diferente,
um olhar mais grave, um molhar de lábios
sensual... mas não sei direito o que fazer para agradar.

Confesso que isso me cansa um pouco. Queria mesmo era
falar de todos os meus medos, "dos seus medos?" você diria,
como se eu nunca tivesse temido nada.

Queria lhe falar das minhas marcas de infância, dos animais
 que tive, do meu primeiro dia de aula... queria falar
dessas coisas mais elementares, e lhe levar à casa da minha
mãe, lhe mostrar meu álbum de retrato (eu, me equilibrando
nos primeiros passos ) ah, queria lhe mostrar minha
primeira bicicleta, com truques. Ela ainda existe!

Queria lhe mostrar as árvores que eu plantei
(como elas cresceram!) e todas essas coisas que são tão
importantes pra mim e tão insignificantes aos outros.

Ah, você queria falar alguma coisa? Está bem! Antes,
só mais uma coisinha: estou morrendo de medo que você
saia desta cena antes de mim, que você saia, à francesa,
desta história e eu tenha que recolocar
minha máscara e me reinventar ,outra vez...

publicado por SISTER às 11:37

28
Abr 09


      A mulher como fêmea tem sua missão, nasceu para dar continuidade a humanidade. Quando abre seu corpo e recebe outro ser... Ela procria, nutre... acalenta... A verdadeira mulher, é mãe mesmo quando de dentro de si, não consegue gerar um feto... Mas se descobre verdadeira progenitora, quando em causas nobres também cria e educa. Vale a pena lembrar que mãe não é só aquela que dá a luz... mas todas as mulheres que seres humanos ao mundo conduz... Pois, parar qualquer uma pare... Porém, educar somente aquelas que possuem o dom... Dom eterno de ser mulher. Ser sábia quando a vida requer... Jamais andar "por trás" de um homem, mas sempre ao seu lado... Apoiando, respeitando suas decisões. Aconselhando, dialongando em suas previsões... O planeta somente chegará ao futuro... Se cada um fizer a sua parte... Homem e Mulher...

      A cima de tudo se amando de verdade.




     

publicado por SISTER às 07:40
tags:

     As mulheres tem como missão perpetuar a Natureza humana, com cada vez mais perfeição. Nessa árdua missão, ela procura naturalmente o parceiro mais capaz, mais forte que possa a proteger e à sua prole.
      No começo dos tempos, esse parceiro forte, traduzia o homem de físico avantajado para a proteção e capacidade de buscar o alimento necessário para a família. Por todas as gerações até os dias de hoje, ela buscou , busca o parceiro forte, com o mesmo fim.
      Naturalmente com a evolução da sociedade o Homem forte, foi mudando as características, de acordo com a evolução social, do Homem forte ao homem poderoso , do caçador ao homem ambicioso, com capacidade de ganhar o suficiente para a manutenção dessa família. Logo quando a mulher procura, ou se interessa pelo mais forte, mais poderoso ou rico, está atendendo um apelo da natureza, de sua própria natureza, com o fim da perpetuação e cada vez mais perfeição da espécie, hoje, como: saúde, educação, posição social e naturalmente capacidade financeira para suprir todas essas necessidades.
      Considero injusta a rotulação de mulheres como seres interesseiros, mercenários, muito pelo contrario, são as responsáveis maiores por termos chegado, em quantidade e qualidade até os dias atuais. Naturalmente que existe dentro de todo meio pessoas que denegarem qualquer grupo, por se postar de maneira imoral, imprópria. mas nesse contexto, a maioria tem representado seu papel de forma honrosa.


   

publicado por SISTER às 07:39
tags:


            "As palavras só têm sentido se
            nos ajudam a ver o mundo melhor.
            Aprendemos palavras
            para melhorar os olhos."

         

publicado por SISTER às 07:38

      Então pelo melhor amor amei enfim.
      Toda loucura do momento intenso,
      A plena trajetória de um desejo assim.
      Ensandecido como delicioso tormento.

      Como se fosse possível ser só amor.
      E sendo plausível amar até o fim,
      O limite que chega a ser a intensa dor,
      A dor de amar-te mais do que a mim.

      Porque a plenitude contudo descansa,
      No apetite que na alma suplanta,
      A agonia extrema de tanto possuir-te.

      Algo além de toda conjetura viva.
      O prazer da vida quase subjetiva,
      Ao abrir o coração para uma paixão.



  

publicado por SISTER às 07:37

      Todo dia é menos um dia;
      menos um dia  para ser feliz;
      é menos um dia para dar e receber;
      é menos um dia para  amar e ser amado;
      é menos um dia para ouvir e, principalmente, calar

      Sim, porque calando nem sempre quer dizer
      que concordamos com o que  ouvimos ou lemos,
      mas estamos dando a outrem a chance de pensar,
      refletir,  saber o que falou ou escreveu.

      Saber ouvir é um raro dom,  reconheçamos.
      Mas saber calar, mais raro ainda.
      E como humanos estamos  sujeitos a errar.
      E nosso erro mais primário, é não saber:
      Ouvir e calar

      Todo dia é menos um dia para dar um sorriso.
      Muitas vezes alguém  precisa, apenas de um sorriso
      para sentir um pouco de felicidade

      Todo dia é menos um dia para dizer:
      - Desculpe, eu errei !
      Para  dizer:
      - Perdoe-me por favor, fui injusto !

      Todo dia é menos um  dia;
      Para voltarmos sobre os nossos passos.
      De repente descobrimos que  estamos muito longe
      E já não há mais como encontrar
      onde pisamos quando  íamos.
      Já não conseguiremos distinguir nossos passos
      de tantos outros que  vieram depois dos nossos.

      E se esse dia chega, por mais que  voltemos;
      estaremos seguindo um caminho, que jamais
      nos trará ao ponto de  partida.

      Por isso use cada dia com sabedoria.
      Ouça e cale se não se  sentir bem;
      Leia e deixe de lado, outra hora você vai conseguir
      interpretar melhor e saber o que quis ser dito.


 

publicado por SISTER às 07:35

Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9



30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO