Bem Vindos O que os homens chamam de amizade nada mais é do que uma aliança, uma conciliação de interesses recíprocos, uma troca de favores. Na realidade, é um sistema comercial, no qual o amor de si mesmo espera recolher alguma vantagem. La Ro

26
Abr 09

            EU SOU uma menina-criança,

            EU SOU o jogo do contente,

            EU SOU a alegria acontecendo

            Na vida de muita gente!

            

            EU SOU a pupila de Deus,

            EU SOU seu desenho, seu traço,

            EU SOU sua centelha de luz

            Para iluminar todo espaço!

            

            EU SOU bênção de cura,

            EU SOU fogo que flameja,

            Que queima o mal e o consome.

            EU SOU de Deus a pureza!

            

            EU SOU o amor multiplicado,

            EU SOU desse amor o perfume

            Que atrai, que inebria.

            EU SOU a essência que une!

            

            EU SOU o perdão que esquece

            Ressentimento ou mágoa.

            EU SOU para o meu ofensor,

            Libertação, gota d'água!

            

            EU SOU A PRESENÇA EU SOU

            No universo de Deus, a sorrir!

            EU SOU, EU SOU, EU SOU

            A menina-criança Eri!...

publicado por SISTER às 11:26
tags:

            O vento nas manhãs

            Adejando o infinito

            Vislumbrando a razão

            Na cauda dos dias.

            

            Amante da alma

            Vivendo no tempo

            Sorridente e calmo

            Curtindo o momento.

            

            Sou amigo leal

            Amante da verdade

            Traçando versos

            No lume da paz.

            

            Sou canto amor

            Perfume da vida

            Distribuindo flores

            Aos seres queridos.

            

        

publicado por SISTER às 11:25

            Fui água
            pura, cristalina... líquida
            Amei  a flexibilidade do ser água
            pois permitiu-me
            andar diferentes caminhos,
            fui agua saborosa... inodora
            nunca gasosa... ser gasosa é ser invisível,
            intocável,  odeio a invisibilidade
             que  torna tudo  frio e sem vida..

            Gostei do ser água nascente da fonte
            sentir que matei a sede a alguém e me fui
            caminho abaixo no rolar com outras águas que correm
            para o mar,  mesmo o das tormentas,
            sempre acolhe carinhosamente águas dos rios.

            Fui água a caminhando brilhante ao  alvorecer um dia novo,
            mesmo que lembranças de pedras
            deixadas outrora no caminho ainda me doa
            e as marcas que ficaram persistentes no corpo
            denunciem a dor do passado,
            Com estas marcas criei  um futuro de felicidade
            espelhada em cada rolar de rios e mares
            ora calmos, ora tempestuosos.

            Não importa as quedas, as águas chegam ao mar
            viabilizando a vida que o mesmo carrega em si
            Fui água que chegou ao mar...meu destino
            Hoje sou peixe d"água doce nadando no mar.

publicado por SISTER às 11:23

            Nasci, cresci, amei e fui amado

            Na vida, me encontrei e me perdi

            As diversas coisas que fiz, tudo que a mim se atribui

            Constituem hoje apenas experiências

            De atos praticados no passado

            E lá devem ficar porque daquela época são conquistas

            Remexê-las agora seria trazer à tona o meu lado saudosista

            Por isso, em relação a esse passado, melhor então dizer:

            Simplesmente fui!

            

            Hoje, não sou menos nem mais, apenas sou!

            Um ser que ri, que ama e chora

            Que tem seu lado santo e pecador

            Que acredita na vida, vive intensamente o agora

            Com confiança, com esperança

            De novamente se realizar no amor

            Para que possa, com alegria, afirmar:

            Vivo, sou!

            

            E amanhã, o que serei?

            Dúvida, interrogação, incerteza...

            Mas o que quer que venha a fazer

            O que eu possa ser ou ter

            Seja lá o que for

            Não mais terá por base

            O s tempos do "fui" ou do "sou"

            O que serei, se é que serei

            Será por força do amor!

            

            Fui, sou, serei

            Uma forma de no tempo localizar

            Um ponto de partida para algo construir

            Desde que seja apenas um o verbo a conjugar:

            Amar!

            

           

publicado por SISTER às 11:22

Facilmente me emociono

            E derramo lágrimas

            E sofro com as minhas saudades.

            Lembro os meus momentos de oração

            Que deixam a minha alma enternecida.

            Mas tenho  dúvidas e  incertezas,

            Isso revela a fragilidade da minha fé...
            Afinal, quem sou eu?

            Acredito que diante desses desencontros,

            Caberia a resposta: Eu sou um poeta.


 

publicado por SISTER às 11:21

            Sou assim:
            Um pouco de tudo
             Um pouco de menina
            Um pouco de mulher
            Um pouco  delicada
            Um pouco  malcriada
            Um pouco discreta
            Um pouco atrevida
            Um pouco de poeta
            Um pouco de moleca
            Um pouco doce
            Um pouco amarga
            Metade de mim está no direito
            A outra metade está no avesso
            Meu lado direito é claro
            Meu lado avesso é obscuro
             Meu lado direito pede a razão
            Meu lado avesso só obsessão 
            As vezes sou como uma folha caída,
             levada pelo vento.
              Outras, sou como uma árvore frondosa,
             que não se abala com nada.
            Sou pobre e sou rica
              Sou  derivado de mim mesma
            Uso adjetivos para me modificar
            Do verbo só tenho  a palavra
            Uso pronome quando não quero me identificar
            Sou uma divisão exata de mim!

publicado por SISTER às 11:20
tags:

            Uma mulher que viveu
            todas as alegrias e desventuras!
            Conquistou e perdeu amores,
            ganhou filhos e foi privada de um deles.
            Riu e chorou... viu o amanhecer e o entardecer,
            falou e ouviu... enfim, viveu!

            Não preciso saber muito mais de mim
            A sinceridade de minhas palavras (e versos) dizem tudo!
            Falar sobre mim mesma é muito difícil,
            pois eu acho que não me conheço bem.
            Sei de algumas virtudes que tenho e de muitos defeitos.
            Mas falar deles ou é cabotinismo ou masoquismo.
            Ademais, não saberia quais aspectos abordar do meu ego.
            Realmente não sei o que lhes dizer a meu respeito.

            Creio que meus mortos
            fazem o que sou
            Pessoas idas, fatos, lugares
            traduzem o meu jeito.
            Enfim... sou o que morreu em mim
            e mesmo assim, me quero viva,
            alimento o sonho, a dor, o amor
            E até a solidão!

publicado por SISTER às 11:18
tags:

            amor
             respeito
            amizade
            paixão
            cumplicidade...

            sou o resultado de experiências
            de vivências passadas
            transitando por novas veredas...

            de enganos e desenganos
            de perdas e ganhos
            de alegrias e tristezas...

            sou caminhante do tempo
            que para sobreviver
            precisou aprender a viver...

            sou a energia vinda do infinito...

            sou o calor aquecendo-te
            e a luz das estrelas
            refletidas num mar revolto pela paixão...

            sou reflexo
            da dor da saudade
            no silêncio da amizade...

            sou a alegria
            das cores felizes
            que reluzem no arco íris...

            mas também sou a força
            que ultrapassa barreiras
            para atingir o amor...

            sou a energia...

            do furacão invadindo corações
            da brisa acariciando o tempo
            da chuva beijando a terra...

            sou natureza acolhendo frutos
            sementes de ilusão
            semeando a emoção...

            sou a mão que te afaga
             ampara-te nas horas de aflição
            e te faz feliz nos momentos de paixão...

            sou o coração que te abriga
            o sonho que almejas
            a verdade que procuras...

            e finalmente
            para que entendas a razão desta declaração
            posso dizer-te...

            sou a mulher que te  ama!


          

publicado por SISTER às 11:16
tags:

              Um ser pensante, terno como o sol...
            Que sonha contigo a cada hora!.
            Quero gritar bem alto para que ouças,
            A saudade que nos chama,
            Numa fogueira ardente de desejos...

            A minha fantasia excita de loucura,
             Observando as estrelas no etéreo...
            Seu cintiliar transmite-me,
            A Pura magia de te querer tanto!

            Essa alegria irradia em meu ser...
             Momentos de felicidade desmedida!
               Ultrapassando todos os limites do amor...
             Coração transbordando de saudade...

             Não se vê a solidão, que nos magoa,
            Não permite que persista esta ansiedade...
            Apenas numa noite de prazer!...
             Poder entregar-me louca nos teus braços!

            Sentimento desejado neste coracão,
            Que palpita loucamente só por ti!...
            E só contigo viver noites de prazer!

publicado por SISTER às 11:15

            Sou um corpo sem alma,
            que vaga  pelas esquinas
            dos sonhos impossíveis.
            Sigo à deriva nas asas
            de um triste condor.
            No céu dos meus dias abstratos descansam
            nuvens cor de chumbo
            que esfacelam a dor.
            No espelho do tempo esqueci de
            enaltecer as utopias.
            Sigo pelo ao meio do nada.
            No peito carrego um coração seco e
            uma vida abstraída de emoções.
            Tudo é nada.
            Abro as portas do infinito do meu ser e
            encontro o vazio.
            Amanhã não sei quem serei
            ou o que serei !
            Não importa!
            Tudo é mistério
            Na terra do nunca habitarei.
            A felicidade invisível abraçarei .
            Nos braços das vãs ilusões
            com certeza  morrerei.

publicado por SISTER às 11:14

            Uma alida a Deus...
            Ele é o detentor de todas
            as coisas...
            Sou a centelha que ele soprou
            e tudo me proporcionou,
            sabedoria infinita, amor infinito,
            vida infinita, paz infinita...
            A minha  sabedoria
            é compatível com a de Deus,
            não limito-me à coisas finitas,
            são passageiras...
            A minha imagem verdadeira,
            não é visível ao meu olho
            físico, mas na manifestação
            da sublimidade da verdade,
            na essência da vibração
            de Deus, ou seja,
            o amor...

publicado por SISTER às 11:13

            O meu viver não é brincadeira,
            uma correria a semana inteira,
            e ainda para completar
            sábado e domingo reunir
            a família para curtir...
            Mas vivo de bom humor
            agradecendo ao Senhor
            por um trabalho possuir,
            marido e filhos saudáveis
            e momentos agradáveis...
            As tristezas quando vêm
            e machucam o coração
            procuro "tirar de letra"
            e encontrar a solução...
            E assim vou vivendo
            neste mundo de "meu Deus"
            me deixando poetar
            e me permitindo sonhar!...

publicado por SISTER às 11:12

            Vale-me o que eu sou! É o que importa !
            Tudo mais são ilusões fugídias que passam;
            Vão-se diluíndo beleza e juventude e, à nossa porta,
            Batem ventos frios que nos aproximam da morte.

            Não digam que é só tesouro, os bens que tenho
            Acumulado com desvelo para um tal futuro
            Para legar aos que de mim ficarem, os bons frutos
            Do meu suor intenso e, minhas lágrimas de amor.

            É amor, pois o resguardar. Até isolar-se, distanciando
            Na busca de algo superior, muito além da visão,
            Além do cotidiano que é vulgar...
            Obstinada é a meta!
            Sigo a intuição, sem nem saber porquê, ao certo.

            Em qual dia hei de ir-me para o além ?
            Assim é tudo o que resta e o que fica é que conta:
            Vale mais o que eu sou e, não certamente
            O que após disserem do que um dia eu fui!

publicado por SISTER às 11:10

               Sou aquela que por amor
               vive intensamente..
               Sou aquela de por desilusão
               sofre loucamente...
               Sou a entrega total,
               mas me recolho incondicional
               quando sinto que fui traida.
               Sou o sol,a luz e alegria
               mas fico nas trevas amargando
               quando sinto o desamor.
               O tempo meu aliado,
               traz-me de volta curada.
               Sou uma mistura de sentimentos.
               Vivo-os todos, ao mesmo tempo
               Por isso, chamo-me de vida
               Que renasce a cada dia!!!!.

publicado por SISTER às 11:09

            Aquele que aceita a vida como ela é,
            Acredita que todos os dias é um recomeço.
            Uma parte de mim é compreensão,
            Outra parte é puramente razão.

            Sou alguém que quando perde sabe compreender,
            Quando é derrotado consegue sobreviver.
            Quando erra tenta entender,
            Quando conquista sabe agradecer .

            Aquele que acredita no Supremo Ser,
            Que rege esse mundo e nos faz crer.
            Que sempre aprendemos saber perder,
            É Ele que nos faz aceitar e entender .

            Uma parte minha é angústia,
            Outra parte é só alegria.
            O que não deixo de acreditar,
            É que por Ele consigo conquistar.

publicado por SISTER às 11:08

Eu queria que essa chuva
caísse no coração de cada um
lavando as dores e cicatrizes
de quem as tem...

Queria que ela se transformasse em flores
de pétalas bem macias e aveludadas
para acariciar suas almas
e fazê-los lembrar-se de mim...

Não para sempre, que é muito
mas enquanto eu fosse uma brisa
ou o sorriso de uma criança feliz
algo inimitável assim...

Viver é maravilhoso, agora eu sei
mas foi você, que eu chamo de amigo
que me ensinou a sentir, a ver
a acreditar que eu posso ser feliz...

Apesar da chuva...
Apesar do mundo...
Apesar das guerras...
Apesar das dores, minhas e suas...
Apesar da natureza, que chora...
É possível ser feliz!

Beijos de uma manhã de alma lavada!

publicado por SISTER às 11:06

Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9



30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tradutor
Música
mais sobre mim
pesquisar
 
Sister online
Selo

blogs SAPO