Bem Vindos O que os homens chamam de amizade nada mais é do que uma aliança, uma conciliação de interesses recíprocos, uma troca de favores. Na realidade, é um sistema comercial, no qual o amor de si mesmo espera recolher alguma vantagem. La Ro

29
Jul 08

Beijos dados com consciência,
de quem tem da vida muita experiência,
e os dá tendo do amor a ciência...
Aprendeu com a vida a ter paciência...
Não tem pressa para amar,
nem urgência no beijar...
Não precisa ser um amor perfeito,
basta que seja um beijo com jeito,
com jeito bem carinhoso,
num contato gostoso...
Tem o sabor da fruta madura,
e é o carinho que procura...
Beijos maduros...
Amores maduros...
São os que valem... os que contam...

publicado por SISTER às 07:20

Nesse ritmo alucinante
encontram-se os nossos corpos,
num entrelaçar de pensamentos,
eclode a desordem dos desejos,
entre abraços, olhares e beijos,
na cadência desses vaivém
agitam-se enlouquecido nossos corações.
Uma voz ansiosa diz, vem meu bem
vem saciar a minha carência...
Some, por completo, a razão,
entrelaçam-se os corpos
molhados de suor,
pela intensidade do calor,
quanto mais molhados melhor,
é o momento culminate,
o vértice do amor.

publicado por SISTER às 07:19

Minha noiva não se decide
e eu esperando no altar
há mesmo quem duvide
que ela aqui vá chegar

Fica se olhando no espelho
conferindo a alva lingerie
e eu já ficando vermelho
esperando por ela aqui

Acredite! ela até agora
só vestiu mesmo o véu
e eu com a língua de fora
esperando a lua de mel

Ô noivinha, tenha dó
que eu já estou arretado
coitado do meu paletó
que já está todo suado

Vem depressa minha prenda
antes que eu enlouqueça
imaginando tua roupa de renda
sem contar com tua presença.

 

publicado por SISTER às 07:16

Com o corpo em feriado

coração coberto de fantasia

nada planejado

para cada novo dia.

Esqueci a pia

afoguei o maldito fogão.

Tutto il mondo cão!

Sem destino:

Eu menina

você menino

ambos de gosto fino

segue uma sugestão:

- Que tal um passeio em Veneza?

Mas, attenzione:

Nada de esperteza
Quero um apertão

bem na cara do gondoleiro.

publicado por SISTER às 07:12
tags:

pensava que beijava o vento
não era o vento
eram teus lábios que a mim chegavam

imaginava aromas de flores
era teu cheiro a impregnar minha pele
a gritar ardores

quando a noite me abraçar,vou
pensar que abraço o teu corpo
nesta cama vazia cobrindo-me de lençóis

nesta noite serei luar, tu serás o mar,
tentarei beijar-te
na distância que nos separa

nesta noite vou imaginar
que dançamos uma serenata
na eternidade desta minha ilusão

e vou beijar-te assim...
sugando-te os lábios
contornando as tuas linhas
amando o momento

de prazer quero morrer
sempre ao teu lado
dá-me a tua loucura
toma o meu corpo
alimenta-te
alimenta-me
como dois vampiros
sedentos de amor...

quando olho ao meu redor
o dia acordou
as fantasias fugiram
choro a tua ausência
deixo a imaginação chamar por ti

neste silêncio
vou gritar...
vais-me ouvir?

 

publicado por SISTER às 07:09

Llegar a casa y desearte,
Embriagado por el aroma tuyo,
Y sólo poder, al fin, soñarte -
Con lo que eso tiene de verdadero -,

Teniendo apenas una pequeñísima parte
De un todo que se quiere entero,
Se torna tan mas difícil arte,
Cuanto mas lejano el aroma tuyo.

Mas si la memoria se sujeta
Al duelo de la voluntad intransigente,
Si se obliga y en ella acepta,

La imagen distante y verdadera,
Tendrá en el esfuerzo aparente,
la reconciliació

n suya duradera.

 

publicado por SISTER às 07:08

Loiros cabelos, trigal;
Onde perco o meu destino.
Seus reflexos madrigal,
que me lançam em desatino.

Teus olhos são a ternura,
no céu azul estampados.
Teus lábios doce ventura,
sedentos de ser beijados.

Os teus seios minha rua,
onde quero passear.
Quero-te em mim toda nua,
para meus lábios poisar.

Teu corpo será meu templo;
Ao adentrar estou rezando.
É meu sonho e eu contemplo,
a mulher que vou amando

publicado por SISTER às 07:06

Ao te conhecer
Algo aconteceu...
Achei que estava enlouquecendo
Seu beijo eu estava querendo...
Em seus braço querendo me atirar.
Sem pensar
Fui toda faceira meu amor confessar.
Amor que estava me sufocando
O desejo aumentando..

.
Mal te conhecia e estava querendo
Que me acariciasse.
...
Estava louca para que me beijasse...
Meu corpo desejando
Quase que implorando
Para que meu desejos viesse satisfazer
Mil loucuras com você fazer
Gemer de prazer
Na louca dança do amor.
A você me entreguei
Não pensei
Amei e fui amada
Não pensando em mais nada.
Só você ao meu lado
Sempre me desejando...
Sempre me amando...

publicado por SISTER às 07:04
tags:

      Ah, mas tudo em ti, meu amor, é sublime!
      E como foi pródiga, a mãe natureza,
      ao conceder-te, mulher tão amada.


      É que neste Mundo não tem nada,
      que se imiscua, co a leveza de teu ser.
      Ondas do mar, onde deitas teu corpo.


      E eu, para não ferir a paisagem, pouco
      a pouco, puxo-te pra mim e nos enlaçamos,
      como dois adolescentes, em beijo lascivo.


      E, algures, se por instantes, sou incisivo,
      ânsia no peito me denuncia, prematuramente.
      Há muito faz, que descobri, ser nada sem ti.


      Oh, bem querença, que bem sabes de mim!
      traz-me quem amo e escuta meu grito.
      Seu nome, Nan. que deus a amparou?


      E então, meu amor, foi que em nós ficou,
      mão com mão, peito com peito, num coração
      obstinado, que nos descreve em sintonia.


      E se para nós, uma qualquer certeza, já havia,
      foi pois nestes versos, que ela se firmou,
      e vestindo-nos de gala, saímos por aí, ungindo-a.


 

publicado por SISTER às 07:00

  Proibido é magoar-se ou ao irmão...
            Proibido é não se perdoar e ao outro...
            Mas nada é proibido
            quando se pergunta ao coração
            se ele se sente feliz ou não...
            Nosso coração é soberano
            nas suas decisões...
            O  que é mais proibido
            é assistir a vida passar
            sem sair do lugar...

 

publicado por SISTER às 06:58

   Prohibido es lastimar a sí mismos o al hermano...
            Prohibido es no se perdonar  y a la otra persona... 
            Pero nada es prohibido
            si usted pregunta al corazón
            si él se siente feliz o no...
            Nuestro corazón es soberano
            en sus decisiones,
            cuando somos equilibrados...
            Lo que ES prohibido
            es asistir a la vida pasar
            sin salir del hogar...

publicado por SISTER às 06:56

  O que aos outros deres, em dobro receberás.
                  Não é frase corriqueira, porque encerra lauta verdade.

                  Não esperes nunca, que parta dos outros iniciativa.
                  Achega-te aos demais e fala por tua liberdade.

                  Assim serás bem recebido, de palavra extensa.
                  Que todos te ouvirão, de mútuo respeito.

                  Fala com convicção mas sem presunção alguma.
                  Pois, do Homem, esse é um grande defeito.

                  Alberga, nos olhos limpos, largo sorriso.
                  Quando expuseres aos outros tuas convicções.

                  É que assim muito melhor serás ouvido.
                  E a todos alcançarás, pelo meio dos corações.

                  E quer entre ricos e pobres, sê tu, de igual maneira.
                  Pois que todos são humanos deveras.

                  E se acaso contarem mentiras, a teu respeito.
                  Não respondas ao ofensor, ainda te restam muitas primaveras.

                  E sê bom para a tua esposa e pai presente.
                  Que o Mundo lhes pertence, doravante.

                  E é isso, bom Homem, sê sempre íntegro.
                  Mantendo teus ideais, levando-os avante!


                

publicado por SISTER às 06:55

                                 Hoje
                                desculpo a vida pelas peças que me pregou
                                desculpo as noites mal dormidas
                                desculpo os dias em que desditas
                                invadiram a minha estrada
                                me tornando insegura
                                tudo... assim, por quase nada...

                                Devo desculpar os traumas, dores...
                                doídos ferimentos tatuados na minh'alma

                                Eu devo desculpar a tudo que me foi negado
                                Desculpo, ainda, ao imperdoável
                                Às crueldades que me foram impostas
                                Por leis que nunca foram mães
                                Que não sentem nem avaliam o supremo amor
                                que se aplicam em nossas vidas
                                sem pedir licença
                                sem a noção do que é decência

                                Eu desculpo
                                aos céus pelo meu pranto sentido
                                Que viraram nuvens de gelo,
                                sem me dar ouvidos
                                Eu desculpo o sábio
                                por não ter me dito
                                como seria fácil desculpar,
                                do grande segredo de saber esperar
                                que o dia de hoje fosse chegar...
                                Quando a alegria faz ninho em minha casa
                                neutralizando toda tristeza... todo o amargor

                                Hoje
                                eu quero cantar e dizer ao mundo
                                que desculpo à vida, por ter me trazido vida...
                                por me trazer a paz, me trazendo amor
                                Eu desculpo à vida
                                Eu desculpo o amor

publicado por SISTER às 06:53

  O corpo e a alma
                      Entre o amor e o ódio
                      Em absoluta reticência...
                      Vagueiam os pensamentos
                      Sem conformismo do momento.
                      
                      Coração serve-se da teimosia
                      Entrega-se à cegueira
                      do amor que dominante
                      dilacera, queima, maltrata.
                      Corpo inerte, caminha apenas,
                      Alma vazia...
                      Derrotado é o amor...
                      Corpo sem alma,
                      como fel amarga...
                      Na fronteira... amor e ódio
                      Se misturam... nada acalenta
                      Nada acalma.
                      Fel n'alma

publicado por SISTER às 06:51

É de coração,
não como decoração,
que com amor,
e muito calor,
que te ofereço
esta poesia-canção,
que faz do amor
uma terna poesia,
numa poesia
de um amor,
que seja eterno,
enquanto é terno...

 

publicado por SISTER às 06:50

  Hoy al despertar.

                        mi mente eché a volar,

                        recordando tus besos,

                        recordando tus caricias,

                        que aun me hacen vibrar.




                        Hoy al despertar.

                        pude recordar el tono ronco

                        de tu voz,

                        al declararme tu amor.

                        Soy la mujer que tu corazón

                        anhela, que amas y deseas

                        con mucha emoción.




                        Hoy al despertar.

                        también pude evocar

                        todos nuestros sueños

                        hechos con mucha ilusión

                        entregándonos en noches de

                        mucha pasión.



                         


                        Hoy al despertar.

                        en el cielo pude mirar

                        una nube con tu rostro,

                        dibujando sonrisas

                        dibujando tus gestos

                        que por siempre yo recordaré,

                        llevándolo todo en el fondo

                        de mi ser.




                        Hoy al despertar.

                        solo eso puede pasar,

                        siendo tan solo un triste despertar

                        pues mi corazón no se cansa de esperar,

                        el amor que yo se. ha de regresar.

                        Con todo cariñ
o

publicado por SISTER às 06:46

Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO