Bem Vindos O que os homens chamam de amizade nada mais é do que uma aliança, uma conciliação de interesses recíprocos, uma troca de favores. Na realidade, é um sistema comercial, no qual o amor de si mesmo espera recolher alguma vantagem. La Ro

30
Jun 08

enquanto me dispo dos véus
                              dissipam-se as sombras
                              e revelo-te um sonho de amor...

                              enquanto a ilusão persiste
                              desfolho-me inteira
                              no jardim desta paixão...

                              enquanto o silêncio me sufoca
                              a brisa do mar me chama
                              e eclode em furacão...

                               enquanto o tempo urge
                              deixo-te minhas letras
                              em versos inacabados...

                              e se um fio de vida houver
                              e a saudade indomada permanecer
                              estarei te amando ate o tempo fenecer...


                              Millie

 

publicado por SISTER às 07:53

Com a pele de cordeiro me visto
      e avisto meu alvo certeiro.
      Vou te pegar menina e seu coração conquistar.
      Não adianta fugir de minhas garras pois,
      meus olhos penetram os seus e meu sorriso vai te hipnotizar, te trazendo aos meus braços.
      Não adianta tentar correr,
      meus braços te abraçam e neste entrelace,
      meus lábios colam aos seus, roubando seus beijos adocicados.
      E neste magnetismo de corpos,
      lutando contra as razões do coração, sem razão,
      perco os sentidos e te amarro para sempre.
       Te pertenço, me pertences, para que lutar se não existe saída para o nosso sentimento?

Sávio Assad

publicado por SISTER às 07:52

Nada mais importa, senão a palavra Liberdade,
fora isso tudo é rotina e exclusividade de alguns.

E por mais caluniado que sejas, não fujas tu à verdade,
que os outros não passam de pessoas comuns.

Enobrecido és tu, mesmo vivendo na pobreza,
pois és honrado e de palavra sempre correcta.

Quem sabe, senão tu, de tua imensa tristeza,
se tudo o que colhes te é pago, de forma incorrecta.

Mal vai o mundo, que se entrega a estas diferenças,
perdeu-se o diálogo entre os povos e as nações.

Então, amigos, pergunto eu, de que valem as crenças,
se dentro de cada um inibem-se corações?

É no não permitir, por parte dos mais protegidos,
pela sorte e pela fértil segurança,

que os que são neste mundo descabidos,
sejam os que por aqui passam sem uma réstia de esperança.

E o amor (essa palavra pequenina) é de suma importância,
para que o caos e a guerra, dêem por findo seu arresto.

Ah, nada melhor, do que ter uma boa vizinhança,
para afastar de vez, tudo mas tudo, que seja funesto.

No fim somos todos iguais; acabe-se com a pobreza;
vivamos em plena Liberdade, todos nós e os demais.

No Mundo só há uma grande certeza:
compartilharmos a vida em conjunto com os animais.

Jorge Humberto

 

publicado por SISTER às 07:45

Como não dizer que te amo, hoje, agora,

e que me falta no meio da noite,

que me falta no dia,

que me falta faz tê-la somente minha.

 

 

Tento existir sem sua presença,

sem o mal de estar solitário todo dia,

preso a fantasmas que atordoam a mente,

saudade que não me deixa viver um segundo.

 

 

Estou por um fio, sem força de esperar,

sinto-me uma fraude, um pedaço inválido,

na sua vida, um sem caminho próprio,

meu corpo nu em guerra, sem escudo.

 

 

Chama-me de amor, apenas grite meu nome,

quero a certeza que ainda lembra,

que nada se quebrou pela distancia,

eu sei, devo esperar, sempre devo alguma coisa.

 

 

Até quando as sombras, os tempos, as esperas,

meu sem rumo deveria amadurecer um dia,

ser mais forte e tomá-la nos braços,

levá-la onde nada pode separar o amor do amor.

 

 
Caio Lucas


 

publicado por SISTER às 07:43

Rolo pela cama
na esperança de que consiguir
meus olhos cerrar e a insônia dispensar.
Rolo pela cama,
não quero me atormentar, só quero em seus braços estar
Abraçadinha...Agarradinha ao seu corpo,
aquecida pelo calor que emana de sua pele.
Infatigavel do seu amor,
nessa noite sofrida,
cheia de tristezas e incertezas.
 
Acendo a luz e meu olhar vagueia...
As horas não passam.
Noite longa e interminável...
Neste infortúnio sinto-me invadida pela inquietude
 querendo apossar  dos seus carinhos e do seu amor...
Levanto-me, lentamente dirijo-me a janela
na esperança de poder avista-lo, todo dengoso,
meigo e carinhoso,
ardendo de desejos,
vindo em minha direção, asfixiar-me com seus beijos
tornando a noite mais bela e romantica...
 
O céu salpicado de estrelas!
Lua cheia, cúmplice dos namorados,
ilumina o meu quarto e mexe com a minha imaginação...
Dispara o meu coração, repleto de paixão e de tesão...
Olho com mais vagar
e deixo-me levar pela sedução da noite,
pelo suave perfume das flores,
penso em voce !
 
Penso no que sou e no que voce é !
Concluo que sou a praia e você é o mar!
Que sou branca e suave.
 Você, ora manso, ora feroz, conforme suas vontades.
 Ou será que sou uma pequena estrela
e você, a imensidão do céu.
Sou pequena porém sedutora!
Você porém, é a imensidão, o infinito...
Único!
Muitas vezes tranquilo e calmo,
outras vezes agressivo, aterrorizador como os raios que descarregam
toda a sua energia na terra ou no mar,
fazendo-me ofuscar ou obscurecer perante a sua descarga elétrica.
 
Sei apenas que o amo!
Sei que voce...Bem você...Será que também me ama,
como te amo ?!
Deve amar, sim!!
A verdade é que a praia não existe sem o mar!
O céu não existe sem as estrelas!
A terra não sobrevive sem os raios anunciando a chuva,
que molha a terra, fazendo renascer a vida.
Assim somos voce e eu...
Eu não sei sobreviver sem o seu amor
e você, acredito que não sobreviverá sem o meu amor!! 
 
 
Catarina

 

publicado por SISTER às 07:41

29
Jun 08

Que força é essa que me conduz a ti
incessantemente
dia e noite a pensar
a desejar tua presença.
Que força é essa que me enlouquece
 faz delirar  sonhar contigo
no acordado de mim e  todo desejo
de estar ao teu lado
poder te aconchegar
 amar suavemente
sermos unas em uma doação
imensa de um amor incontido
sonhado e desejado desesperadamente
que me deixa tonta
 sem rumo  nem mais caminhar
sei.
O meu desejo  pensar  querer sempre
segue um rumo apenas
Você
Em sonhos e desejos  aquieto em minha
solidão  sinto você chegando manso
tomando-me inteira
 nesse encanto nossos corpos se unem
em entregas   busca de um sentir
que só nossas almas entendem
  sente mesmo nessa distância e
impossibilidade de sermos presença una
nessa querença imensa de ti
de poder  amar com loucura
desenhando teu corpo com minhas
mãos que anseiam pelo teu ser
entregando a mim como sonho e desejo
 poder em silencio amar como sonhamos
e imaginamos no real.
Ah! minha doce amada
o meu querer é estar ao teu lado
amar com todo meu desejo
que é vivo  em mim e não sai do meu pensar nem querer
 em devaneios  busco em todos os momentos
nas caladas da noite
 adormeço pensando em ti
  em sonhos eu vivo esse amor
 sou feliz por você existir
 ser a mulher que encanta meus sentidos
que completa meu ser
que alimenta minha alma.
quero chegar manso
beijar você levemente
e deixar o meu perfume em ti
mesmo nessa distância e impossibilidade
de sermos  unas em uma entrega maior
sinta-me ao teu lado
Pois estou dentro de ti
Como estas dentro de mim
Nessa interação de almas
que se completam.

Zelisa Camargo


 

publicado por SISTER às 10:31

Quando, por amor,
desejei ardentemente
estar a teu lado,
tu, insensível,
não deste importância;
viraste-me as costas e,
sem olhar para tras,
foste desfrutar
do que achavas ser melhor,
do que estar comigo...
Hoje, que a vida te mostrou
o quanto eu era importante,
para tua felicidade,
queres voltar!...
Felizmente, o tempo passou
e eu, enquanto estive só,
sofrendo as penas do abandono,
pude perceber que o importante
é estar em paz, ao lado
de quem nos valoriza,
de quem nos ama,
para podermos,
com verdades, abrir caminhos
até a tranquilidade,
a paz de espírito...
Por isso, te digo:
Do que fomos restou
belas lembranças,
um amor guardado com carinho.
Hoje ,
para nós não há mais esperança;
vamos cada um por si,
em busca do que lhe é devido,
para, assim, vivermos em paz...


Carmen Cristal


 

publicado por SISTER às 10:29

I

      Se alguém me perguntasse, e pode ser,
      Que bem maior é capaz de enternecer,
      Por um momento ou muitos,  nessa vida...
      A um jovem sem qualquer motivação,
      Ou um velho que gastou a sua, em vão
      Cuja esperança há tempos é perdida...

      II

      Diria da alegria que conheço,
      De tão alto valor que não tem preço,
      Que desmantela a dor e o desprazer...
      Quem pode rir é rico mas não sabe,
      Duvido que algum dia ele desabe,
      Sendo a alegria, dom que faz crescer...

      III

      Por onde andei que vi a alegria estar,
      Foi fácil esquecer, abandonar,
      Qualquer rancor antigo, impuro e triste...
      Nossa alma repudia a insistência,
      Nas dores vãs que levam à demência,
      Quem sabe amar, ao riso não resiste!

Tere Penhabe

publicado por SISTER às 10:28

Retirei a essência da noite,
Para de ti ser a sombra.
E não me ferir com o açoite,
Dos olhos da penumbra.
 
Ser da nostalgia o deleite.
Ser sedição e ruptura.
Com a forma redundante;
O amor em formosura.
 
Sentir a caricia pertinente.
Ao teu abraço concernente.
Vestir-me de tensa loucura.
 
Pois a incerteza adjacente,
Não há de ser tão inclemente.
Com os termos da paixão.
 
Gerson F. Filho.


 

publicado por SISTER às 10:28

Flores do campo, silvestres saboreando o ar
      que o sol cobre em toda a sua luminosidade
      e me acorda do longo sono, despretensioso
      cubram-me o corpo com sua leve fragrância

      Eis, então, que, a manhã se define e escorre
      nos seixos, polidos pelo tempo, co, as águas
      a resgatar seus cursos, abrindo os caminhos
      que ao mar as levarão à natureza desabrida

      Sou um mero espectador, consciente da luz
      que me cerca e invade, a fragilidade etérea
      Acerco-me do precipício, algumas as fragas
      se expõem, como sempre, dos tempos idos

      Jorge Humberto

 

publicado por SISTER às 10:27

Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9


28



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO