Bem Vindos O que os homens chamam de amizade nada mais é do que uma aliança, uma conciliação de interesses recíprocos, uma troca de favores. Na realidade, é um sistema comercial, no qual o amor de si mesmo espera recolher alguma vantagem. La Ro

24
Jul 07
Na densa folhagem de um rico jardim
Gravitam pássaros em busca de pão,
Que a velhice do homem faz questão
De lhes oferecer a meio do chinfrim.      
 
Não precisa sair do seu banco ornado,
De velha madeira aqui e ali trabalhada
Alguém que alimentava a passarada,
É tudo o que ele quer ao ser lembrado.
 
Passa os dias nisto, o velho ancião,
Para matar o tempo e rejuvenescer,
Quando as aves lhe vêm comer à mão.
 
O sol está no seu zénite e o velho,
De regresso a casa, pára para comer,
Uma côdea de pão velho e relho.
 

Jorge Humberto
publicado por SISTER às 06:24

Como fazer para lhe dizer que é em minha vida
o mais importante...a mais querida
como lhe dizer que somos como o mar e o céu
estamos proximos mas nunca unidos!

Como enganar esse coração que suplica
que seu amor chegue a meu lado, que se fixe
meus olhos em seus olhos... com este amor tao desejado;
como fazer voar o tempo para chegar a seu lado.

Como falar do meu amor.. que vive desesperado  por esta separação
que nos mantem extenuados,
como lhe dizer do meu amor mesmo sem ver voce
que te amo tao intensamente..como nunca deixei de amar?

Es como o ar perfumado que chega
e se vai inexoravelmento do meu lado
deixa acariciar voce em meus sonhos
somente assim serei seu senhor...
voce...meu amor desesperado!

 
 HAYDEE
publicado por SISTER às 06:24

O amor que você plantou, cultivou em mim
A cada dia mais intenso, mais exuberante
De robustas raízes, resistente
A ventanias, terremotos ou tempestades
 
É um amor que sombreia minha paz
Um amor que me completa, que  me satisfaz
Que toda agonia da vida com ele se desfaz
Um amor que abraça a paixão, no calor de suas chamas
 
Chama que não se apaga
Que aconchega o coração
Mantém acesas as brasas da paixão
Fervente sedução, vulcânico tesão
 
Um amor de ciúmes, de possessão
De aconchego, de compreensão
De prazeres, de satisfação
De magoas, de perdão
 
Um amor com todos componentes da paixão
Cheio de emoção, de sensações,
Um amor com razões
Ou em paixão sem nenhuma razão
 
Um amor que avassala,
Que se entrega
Que exige, que recebe
Que compartilha, altruísta ou egoísta
 
Um amor
com erros e defeitos
com acertos e atributos
Um amor de coração...em toda sua extensão

Joe'A
publicado por SISTER às 06:24

Somos irmãos
seja qual for o credo
raça ou religião
temos a mesma constituição
 
Sentimos as mesmas emoções
Sentimos as mesmas dores
Percebemos com os mesmos sentidos
Carecemos das mesmas necessidades
 
Temos as mesmas raízes
Não temos as mesmas oportunidades
Um tem mais pão que sua fome
Outros tem mais fome do que pão
 
Temos os mesmos anseios
Temos as mesmas ansiedades
Porque então não temos igualdade
Porque uns faustam outros miseram
 
Seja qual for o nome, temos um mesmo Deus
Um mesmo Espírito Santo, uma mesma consciência
Enfim temos de corpo e alma a mesma essência
Porque então tantos vivem socialmente em inconsciência
 
Sem Caridade, sem Generosidade, sem Humildade
Para que tanta maldade, tanta crueldade, tanta desumanidade
Nessa efêmera vida, se não há sentido, se não há missão
Sem justa distribuição, sem justiça, sem Amor, Vida sem razão

                                                                                       Joe'A
publicado por SISTER às 06:24

  Não choro,                     
porque você me ensinou a sorrir.        

Não sofro,                        
porque você me ensinou a amar.         

Não morro,                       
porque você me ensinou a viver.          

Mas,                          
se algum dia você deixar de existir       
eu choro, sofro e até morro          

porque, a única coisa que você           
não me ensinou,                     

foi viver sem você...                  

(AD)
publicado por SISTER às 06:24

 Deixe que seus amigos
façam parte de sua vida.
Dividindo com eles
todos seus momentos
sejam de tristezas ou alegrias
pois eles são os unicos bens que valor realmente tem
em todas suas passagens
seja na infancia
seja na adolescencia
seja na maioridade
ou na terceira idade
Tudo nessa vida passa
nada de material permanece ou fica.
Tudo muda,
a sempre presente e eterna mudança,
mas os sentimentos ficam
os verdadeiros amigos sempre ficam
e tenho a sensação que tambem permanencem além do além,
pois amizade envolve amor
e Amor  é a unica coisa que fica, permanece
do principio ao final de todos os tempos...
 
 
Joe'A
 
 
publicado por SISTER às 06:24

A paz do equilíbrio
Longe dos extremos
Dos apegos, das paixões
Distorcidas deformadas
Assistida em dores
Daqueles que dormem
O sono profundo
Mergulhados na ilusão
Agregados a valores
Perecíveis, em decomposição
De tudo e todos
Sem apelação
O caminho?
Em seu plácido sorriso
Transmitindo paz
Indicando o sentido
O fim do ciclo
A iluminação...

-----------------
Gerson F. Filho

 

publicado por SISTER às 06:24

Não, não era só uma folha..
Fazia parte de um todo!
Tolo,
quem pensou que eu era à toa.
O astro-rei incidia em mim!!!

Não, não era só uma folha!
Existiam veias, nervuras,
variações de cores,
mas não viram bem assim..

Estava em harmonia
com os elementos,
de repente...
nossa que agonia!
O silêncio dos seus argumentos
se juntaram com o vento
e agora estou aqui...

Deixaram!
Penso até
que confabularam!
Ninguém poderá se eximir!

O mal é uma onda..
Outras comigo hão de vir
Um dia..
implorarão por sombra
e ela não mais vai existir!
Rivkah Cohen
publicado por SISTER às 06:24

A nossa mente é o nosso santuário, o nosso relicário mais profundo. É nela que estão todas as nossas informações, todos os nossos paradigmas, todos os nossos sonhos. Por isso precisamos ter com ela todo o cuidado, trata-la com respeito e guardar dentro dela apenas o que é importante. Mentalizar e pensar apenas o que pode representar um crescimento real, deve ser o exercício diário, de quem tem respeito por ela e por si mesmo.

Mentalizar a luz dentro de nossa mente, no cerne de sua parte mais interior, faz com que entremos em contato com o Amor Verdadeiro de Deus. No silêncio de nossos pensamentos, quando conseguimos apaziguar todos os nossos movimentos mentais, que seja feita uma doação, uma liberação inocente, de todas as nossas vontades, em nome da Vontade Maior do Criador. Assim nos purificamos do mal e nos preparamos para uma vida mais produtiva agora e no infinito.

Quando oramos utilizando todo o potencial dela (a mente), abrimos caminho para que o Divino possa vir em nosso socorro. Estabelecemos uma estrada, entre nós e o Criador, um canal que nos alimentará em todos os momentos, fortalecendo o nosso corpo, purificando a nossa alma, despertando a nossa percepção. Deus jamais nos abandona, somos nós que nos afastamos Dele. Purificando e exercitando a nossa mente, estabelecemos um contato real e profícuo, com a fonte verdadeira da vida, O Pai.
-
Rick Steindorfer
publicado por SISTER às 06:24

Tienes la infinitud de los azules
cual la esbeltez del mar en transparencia,
cuando la vida descorriendo tules,
libera al fin, la imagen de la esencia,
emergiendo de un bosque de abedules
frenéticos de noches en ausencias.

Eres al fin, la llama sorprendida
por una luz crepuscular de aurora.
Y eres también, un canto por la vida,
desde la fluidez del sol que se atesora,
en la voz acallada por la herida
desde el reloj que se quedó sin horas.

Tiembla el pudor de un sueño en el desnudo
frente al ojo interior que dio su paso,
y el encuentro feliz es un escudo
donde todo temor rueda a pedazos,
frente al triunfar del corazón que pudo,
integrarse a la esencia en un abrazo.

La infinitud azul, se vuelve llama,
cual el rumor inmaterial del fuego;
desde un leño encendido, donde inflama,
la luz sublime de su mundo ciego.

Átomo en combustión .!
Dolor que clama y que a su vez libera .!
Manos en ruego, en tus distancias .

Audroc

publicado por SISTER às 06:24

Mais uma vez
Abro um sorriso
O dia é lindo
O sol brilha
E a tempestade
Já passou
Você voltou
Mais uma vez
A casa se alegra
E um simples almoço
Vira um banquete
Uma casa modesta
Vira um lar
Mais uma vez
Tenho a chance
De ser feliz
Você voltou
E é tudo
Que eu sempre quis
Estou e sou
Muito feliz
Obrigado vida
Obrigado Deus
ABittar
publicado por SISTER às 06:24

Até quando
Vamos agüentar
Sem reagir

Até quando
Vamos ficar
Deixando pra lá
Sem nada fazer

Pra resolver
De vez a questão

Até quando
Vamos deixar
Que eles pensem
Que somos otários

Que não vemos nada
Não sabemos de nada
Não lemos nada
E não ouvimos nada

Que sempre
Está tudo bem
Não sei, não sei não.

Sei que está
Chegando o tempo
De dar um basta
Na situação

Ta chegando a hora
De virar a mesa
Porque do jeito
Que está

Não dá mais
Pra agüentar

Ninguém vive bem
Sem lei sem ordem
Sem respeito ao próximo

Mesmo existindo alei
Não tem nenhum valor
Pois não é cumprida

A impunidade anda solta
Enquanto vivemos presos
Em gaiolas gradeadas

E os bandidos
Os ladrões
E os corruptos
Estão soltos

Quando todos
Tem culpa no cartório
Ninguém cobra ninguém

Precisamos mudar
E a mudança só se dará
Com todo mundo
Aprendendo a votar
ABittar
publicado por SISTER às 06:24

Gosto de poema longo
Como a linha da vida
Da palma da sua mão

Faço um poema curto
Que curto muito
E não toma muito
O tempo de ninguém

Nem o meu
Nem o seu
Meu bem

ABittar
publicado por SISTER às 06:24

Na minha quietude
sinto o peso da solidão, às vezes,
a leveza da companhia dos raios superiores...

Na minha quietude,
observo o cão que caminha pela estrada, sozinho,
e não sei como ajudar, como tirar seu sofrimento!

Na minha quietude, sinto os lamentos,
as dores dos que por mim passam e não se consolam,
nem que o dinheiro seja suficiente, e choram!...

Na minha quietude, vejo estrelas...é, é...
aumento a minha fé,
e busco o cafuné nas flores do ipê caindo sobre mim...

Na minha quietude,
nem vejo os sorrisos que me enviam de quando em vez,
e perco a sensatez abonadora das carícias brandas...

Na minha quietude, leio Pessoa
Drummond, Florbela Espanca
e admiro Dostoiévski pela sensatez...

No meu silêncio,
amo minha mãe e o que ela por mim fez,
aprecio os amigos, aprecio os bens da natureza...

Penso, medito, reflito cá comigo,
mas não encontro respostas para as coisas mais simples
como ser crística e não crítica,

e vou nadando contra as correntezas,
resolvendo problemas, um por vez,
observando o envelhecimento de minha tez

e pensando: -quantas experiências mais meu Deus,
para em minha quietude encontrar a placidez da alma
e em flor-de-lótus deitar-me nos braços Teus!

Margaret Pelicano
publicado por SISTER às 06:24

Na quietude do ser,

  Quedo-me no devaneio...

Viajo e deixo-me ver

Junto a ti, em doce enleio...

 Dois seres interligados,

 Duas vidas paralelas...

Espíritos conjugados,

Duas almas puras e belas...

Dois Planos de vida física:

Um é denso, o outro etéreo...

Num, sinto a dor da distância,

Minha alma mirra, qual tísica;

  Noutro, o Amor é império...

Chama densa e pura infância...

Nessa minha quietude,

Mantenho dupla atitude:

Na primeira sou distante,

  Na segunda, sou amante...

E na minha quietude,

Suplico, por oração,

Que no fim de tudo mude

A nossa situação:

Já cumprimos a missão;

Que possa ser transmutada

Estrada oposta em união,

Com bênçãos de Deus selada,

  Dois entes em comunhão!...

Carvalho Branco
publicado por SISTER às 06:24

Estremeço,

só de pensar que posso ficar

sem você...

Que posso não sentir mais

seu calor  e esse prazer,

vivenciando cada momento

desse amor.

Na minha quietude,

meu coração soluça

buscando sentir você...

Querendo fazer você crer

que tudo podemos,

apesar de tudo...

Na minha quietude

busco não pensar

para não sofrer.

Só quero sentir

o prazer de te amar,

alguns instantes,

para sempre ou

enquanto durar.

-SOL-

Erondina Sampaio
publicado por SISTER às 06:24

Fazias sempre de conta
que tudo estava bem.
Não fazia mal
se o gosto
era de mel ou fel.
Sempre tinhas respostas
pra se adaptar às situações.
Eis que vem
ciclone,
terremoto,
maremoto.
Vulcões entram
em ebulição.
E o mundo corre,
fugindo das lavas
que escorrem...

Mas  permaneces calmo,
observando tudo,
de forma  natural.
Emudeço perplexa,
não absorvendo
esse jeito de ser.

Queria que gritasses,
corresses,
mas permaneces impassível.
E nos teus lábios,
nos teus olhos,
eu vejo a quietude.

Belvedere Bruno

publicado por SISTER às 06:24

Julho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tradutor
Música
mais sobre mim
pesquisar
 
Sister online
Selo

blogs SAPO