Bem Vindos O que os homens chamam de amizade nada mais é do que uma aliança, uma conciliação de interesses recíprocos, uma troca de favores. Na realidade, é um sistema comercial, no qual o amor de si mesmo espera recolher alguma vantagem. La Ro

22
Jul 07
"Que a benção da luz seja contigo
- a luz exterior e a luz interior.

Que a santa luz do sol brilhe sobre ti
e aqueça teu coração
até que ele resplandeça como um grande fogo de turfa
e assim o forasteiro possa vir e nele se aquecer,
como também o amigo.

que a luz brilhe de dentro de teus olhos,
como candeia colocada na janela de uma casa,
oferecendo ao peregrino um refugio na tormenta.

E que a benção da chuva,
da chuva suave e boa,
seja contigo.

Que ela tombe sobre tua alma
para que as pequenas flores todas possam surgir
e derramar suavidade na brisa.

Que a benção das grandes chuvas seja contigo,
caindo em tua alma para lavá-la bem lavada,
nela deixando muitas poças reluzentes
onde o azul do céu possa brilhar
e, às vezes, uma estrela.

E que a benção da terra,
da grande terra redonda,
seja contigo.

Que sempre tenhas uma saudação amiga
aos que passam por ti ao longo dos caminhos.

Que a terra seja macia debaixo de ti
quando nela repousares, cansado, ao fim do dia;
e, leve, ela descanse sobre ti quando, no fim,
te deitares debaixo dela.

Tão leve ela descanse sobre ti,
que a tua alma cedo se liberte de seu peso,
livre e leve, no caminho de Deus.

E agora, que o Senhor te abençoe.
Com toda bondade, te abençoe."

(antiga benção irlandesa)
 
 
publicado por SISTER às 05:31

Sou como um disco tocando
sempre a mesma canção.
Não chegue muito perto
meus sentimentos estão expostos.
Não posso esconder  este
coração romântico!
 
Por mais que eu negue,
por mais que eu não queira,
estou me apaixonando de novo.
Confesso, não sei o que fazer...
Nem sei o que dizer.
 
Ando bela como as noites de lua cheia.
Sorrindo como um calmo lago.
Olhos - como botões de rosas
molhados  pelo orvalho da manhã...
 
Meu corpo todo viceja
como as folhas vivas da primavera,
soltando perfumes de quem  quer,
e que se sabe  mulher.
 
Basta um sorriso ou um olhar
...e, eis-me a sonhar!
________________________
Delasnieve Daspet
publicado por SISTER às 05:31

Qualquer um pode ficar ao seu lado quando você está certo,
mas um amigo verdadeiro permanece ao seu lado
mesmo quando você está errado.

Um simples amigo se identifica quando te liga.
Um amigo verdadeiro não precisa,
pois vocês conhecem suas vozes.

Um simples amigo inicia uma conversa com um
boletim de novidades sobre a própria vida.
Um amigo verdadeiro diz:
"O que há de novo sobre você?"

Um simples amigo acha que os problemas pelo quais
você está se queixando são recentes.
Um verdadeiro diz:
"Você tem se queixado sobre a mesma coisa
pelos últimos quatorze anos.
Saia deste marasmo e faça algo sobre isto".

Um simples amigo nunca o(a) viu chorar.
Um verdadeiro amigo tem seus ombros
encharcados por tuas lágrimas.

Um simples amigo não sabe o nome dos teus pais.
Um verdadeiro amigo
tem o telefone deles em sua agenda.

Um simples amigo traz uma garrafa de vinho para sua festa.
Um verdadeiro amigo chega mais cedo para ajudá-lo a cozinhar
e fica até mais tarde para ajudá-lo na limpeza.

Um simples amigo odeia você ligar após ele
já ter ido para cama.
Um amigo verdadeiro te pergunta porque
demorou tanto para ligar.

Um simples amigo procura conversar com você
sobre teus problemas.
Um amigo verdadeiro procura ajudá-lo
a resolver teus problemas.

Um simples amigo fica imaginando sobre
tuas histórias românticas.
Um amigo verdadeiro, poderia chantegeá-lo
com o que ele sabe.

Um simples amigo, quando o visita,
age como um convidado.
Um verdadeiro amigo abre tua geladeira e se serve.

Um simples amigo acha que a amizade terminou
quando vocês têm uma discussão.
Um verdadeiro amigo sabe que não existe uma amizade
enquanto vocês não tiverem divergência.

Um simples amigo espera que você sempre
esteja por perto quando ele precisar.
Um verdadeiro amigo espera estar sempre
por perto quando você precisar dele.
 
publicado por SISTER às 05:31

Vendo  deliciosos beijos de mel,
embrulhados no  rubro papel
da fina cor da sedução,
adoçados com gotas de paixão
 
 
Avulsos ou também a granel,
eles levam ao bendito céu,
da  linda azul constelação
do  mundo estrelado da tentação
 
 
Com o gosto sutil de pecado,
 dilaceram o pobre  coração,
extrapolam a lei do  mercado
e  rendem-se à doce  ilusão
 
 
 O sabor da lasciva essência,
deixa o corpo em efervescência,
como as chamas de um vulcão,
que queima  as lavas do tesão!
Zena Maciel
publicado por SISTER às 05:31

Por mais que queiramos o tempo 
Não volta atrás nem se compadece
Com as horas que vão no vento,
Só porque o relógio incauto carece.
 
Quem inventou o relógio não tinha
O que fazer e criou esse empecilho,
Que nos castra a vida, lendo a linha
Da palma de nossas mãos, como linho
 
Que nos veste dos pés à cabeça
E nos faz estorvo de noite e de dia,
Reclamando a sua dúbia sentença.
 
Onde a liberdade aqui, ó rectidão,
Dos espaços vazios!, fútil cirurgia,
Que nos rouba os laços do coração.
 
Jorge Humberto
publicado por SISTER às 05:31

La raza humana se esta suicidando lentamente,empleando su
creatividad para competir y ganar,exhibiendo un individualismo
excluyente.Ha olvidado que la Creación surgió por vía de la
conexión de una serie de cadenas de ADN, que el secreto de la
creatividad positiva es conectarse y comunicarse para el bienes-
tar de la totalidad.
Por otra parte, esta cultura esta habituada a tapar el dolor con
soluciones instantáneas,sin darle tiempo al dolor para que siem-
bre su enseñanza. A través del dolor, el ser humano aprende la
tolerancia y la.
 
 Graciela Pérez Martinez
 
publicado por SISTER às 05:31

El poeta es un fingidor.
 
Finge tan completamente
 
Que hasta finge que es dolor
 
El dolor que de veras siente.

 
 
Y quienes leen lo que escribe,
 
Sienten, en el dolor leído,
 
No los dos que el poeta vive
 
Sino aquél que no han tenido.

 
 
Y así va por su camino,
 
Distrayendo a la razón,
 
Ese tren sin real destino
 
Que se llama corazón.
 
Fernando Pessoa
publicado por SISTER às 05:31

Esta vida sin norte, tan cruel conmigo,
Me hace andar por las calles hecho un mendigo,
Buscando algo que ni siquiera existe,
Esquinas donde perdí lo que aún había.

Intenté abrir las puertas de la percepción,
Fuí más allá del conciente de mi ser ausente,
Manteniendo intacto mi débil corazón,
Aún que caminando del todo inconciente.

Me entregué a todo con extrema devoción,
Renegué a diós y a sus enseñanzas,
¿Por que me espargieron la extrema unción?

Agnóstico soy, pués creo en la ciencia,
¿De que me sirvem mis lamentos,
Si ni cuidaba da mi apariencia?

Jorge Humberto

publicado por SISTER às 05:31

Teu sorriso rasgado me encanta,
Tua voz tranquila me acalma,
E no teu rosto é que vejo quanta
Verdade há nele – como a palma
 
De minha mão, que te acaricia,
De manhã à noite, emprestando
Ao néon das luzes a robustez do dia,
Lindas figuras aí desenhando.
 
Teu cabelo farto, lembra a tez de uma
Cigana, caminhando audaz pela rua,
Movimento qual fosse uma pluma,
 
Que, dada ao vento, buscasse no ar,
Que a sustenta, a dança semi-nua,
Que ela cede aos deuses a lembrar.
 
Jorge Humberto
publicado por SISTER às 05:31

Si te sueño, si te espero y desespero,
Más grandes son las ganas
De tenerte, en mis brazos, como
Si la mañana
Fuese una simple consecuencia de nuestro amor.

Pero nada ni nadie puede aquí suponer,
A bién de la verdad y de los hechos,
El tamaño de nuestro amor.

Y, aún que
Separados, por este oceano, que nos frustra y
Mantiene, día tras día, en la convulsión de
Nuestros deseos más íntimos, es él que nos eleva
A otras dimensiones, que muchos quieren negar.

Pero, verdad sea dicha que yá no puedo pasar
Sin tí,
Y es con tu rostro
Que juego, viendome otra vez niño,
A tu espera, a tu espera.

Jorge Humberto

publicado por SISTER às 05:31

Cada um faz seu caminho
Com alguém...ou sózinho
Errando e acertando
Mas sempre tentando
 
Dá-se assim a evolução
Com pouca ou muita ação
Devagar ou a todo vapor
Depende do ritmo à se impor
 
Não veja como ciência
Corre-se....com paciência
No plano tridimensional
Ou em qualquer plano igual
 
Saia de cima do muro
Deixe do tolo orgulho
Siga o que Cristo ensinou
Pois, a "humildade" sempre pregou
 
Foi um vivo exemplo
Dizendo igual à todo momento
Será sempre o maior "mito"
Nos deixou o grande "conflito"
 
"MINHAS" palavras não passarão
Em toda estação
Nas palavras do "MEU PAI"
Sempre...Orai e Vigiai 
Dizendo igual à todo momento
Será sempre o maior "mito"
Nos deixou o grande "conflito"
 
"MINHAS" palavras não passarão
Em toda estação
Nas palavras do "MEU PAI"
Sempre...Orai e Vigiai  
JRonaldo-JR
publicado por SISTER às 05:31

Mais uma vez
A lua vem
E nos encontra
No jardim

Tímida se esconde
Atrás da nuvem
Pro prazer
Não estragar

Mais uma vez
O romance
Está no ar

As rosas
Perfumando o jardim
As cigarras cantando

Em homenagem
Ao nosso amor
Enquanto nos tornamos
Mais feliz

ABittar
publicado por SISTER às 05:31

Uma canção
Pra cantar
Ao luar

Bem debaixo
Da janela
Da musa
Que a inspirou

Um violão chorão
Uma flauta doce
Que nem mel

Um coração batendo
Fora do compasso
Uma jura de amor
E a promessa

De voltar
E cantar
Quando o pai dela
De novo viajar
ABittar
publicado por SISTER às 05:31

Por que é tão precioso o sorriso no rosto de alguém que nunca sorri?

                              Por que parece tão inaceitável uma carranca, num rosto habitualmente sorridente?

                              Por que um pequeno gesto de bondade tem tanto realce,
                              quando parte de uma pessoa  notadamente malévola?

                              Por que um pequeno deslize ou maldade choca tanto,
                              quando parte de uma pessoa virtuosa?

                              Por que nos filmes e novelas os personagens vilões ou vilãs roubam as cenas?

                              Por que as pessoas mais fascinantes são sempre as mais tinhosas e escorregadias?

                              Por que os namorados ou namoradas mais estimulantes são aqueles que não dão certeza de nada e cuja conquista demanda permanente atenção?

                              Por que as pessoas que levam vantagem e se dão bem no trabalho nem sempre são as mais esforçadas e caxias?

                              Por que a visita, carta ou e-mail que mais alegra é aquele que mais demora a chegar?

                              Por que santo da terra não faz milagre e faz-se necessário a "voz do terceiro"para que  um talento seja reconhecido e levado a sério?

                              Por que os quadros mais belos são aqueles onde as cores mais vibrantes se destacam no fundo negro?

                              Por que um pai faz festa para o filho pródigo e não para aquele que nunca o abandonou?

                              Por que Judas é o traidor maldito e relegado aos confins do inferno, se era necessário que alguém traísse o Mestre para que o drama da paixão fosse consumado?

                              Você tem as respostas?

                              E quais são as tuas perguntas?


                              Fátima Irene
publicado por SISTER às 05:31

O teu olhar percorre meus intantes,
Silenciosamente sedutor...
Cortando o meu olhar qual diamantes
Riscando a emoção do meu amor.

Afago a epiderme dos desejos,
Olhando a solidão fria do mar;
Confundo minha boca com teus beijos
E finjo... em mim mesmo... te beijar.

Teus olhos penetrantes me percorrem
Em ondas solitárias que socorrem
Meus abandonos feitos de emoção

Mas perco-me nos vários oceanos
Que nascem dos meus próprios desenganos
E morrem dentro do meu coração.

Luiz Poeta
publicado por SISTER às 05:31

Julho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tradutor
Música
mais sobre mim
pesquisar
 
Sister online
Selo

blogs SAPO