Bem Vindos O que os homens chamam de amizade nada mais é do que uma aliança, uma conciliação de interesses recíprocos, uma troca de favores. Na realidade, é um sistema comercial, no qual o amor de si mesmo espera recolher alguma vantagem. La Ro

10
Jul 07
Tengo más yos dentro de mí
Que yos propiamente confesados.
Y hay aquellos, que huyen de mí,
Completamente locos.

Y así me pierdo, en mis yos
Distraídos. Saber de mí, no se,
Solo que estos brazos no son míos
Y que todo lo que aqui está, lo soborné.

Duermo a la orilla del rio de mi sueño,
Que si este, que si otro, que se yo.
Es como si no fuera mi dueño,
En un camino en que todo era mío.

Jorge Humberto

publicado por SISTER às 04:41

Queria escrever o poema mais lindo
Cantando hossanas ao nosso amor,
De um belo jardim ele seria advindo
Com as mais belas fragrâncias em flor.

 

Não contente com isso te levaria a ver
O mar, em toda a sua exuberância ali,
Onde o rio desagua sem esmorecer,
E os apaixonados trocam beijos assim.

 

Do nascer do sol te mostraria a manhã,
Rica de presságios e bem querenças,
E surgindo do céu um outro amanhã,
Olvidaríamos todas as nossas diferenças.

 

E quando, cansados, fizéssemos reparo
Na noite vizinha de nossos desejos,
Eu pegaria na folha alva e no aparo,
Para te cantar os mais lindos solfejos.

 

Jorge Humberto

publicado por SISTER às 04:41

Por si tú quieres saber
yo soy aquél el que anda
prendido de tu cintura
por las calles solitarias.
Por si tú quieres saber
yo soy aquél el que anda.

Por si tú quieres saber
me gusta la madrugada
cuando el sol está que llega
y la luna que se escapa.
Por si tú quieres saber
me gusta la madruga.

Por si tú quieres saber
cómo será nuestra casa
imagínate un molino,
un prado y unas torcasas.
Por si tú quieres saber
cómo será nuestra casa.
Por si tú quieres saber
cómo será nuestra casa.

Por si tú quieres saber
lo que mis manos buscaban
pregúntaselo a tu piel
o aquél lucero del alba.
Por si tú quieres saber
lo que mis manos buscaban.

Por si tú quieres saber
soñar no me cuesta nada
y soñando soy feliz
cuando se me da la gana.
Por si tú quieres saber
soñar no me cuesta nada.

Por si tú quieres saber
cómo será nuestra casa
imagínate un molino,
un prado y unas torcasas.
Por si tú quieres saber
cómo será nuestra casa.
Por si tú quieres saber
cómo será nuestra casa.


                                                                               JAIRO
publicado por SISTER às 04:41

Esta necesidad desesperada
de reventar el alma en primaveras;
esta germinación de sementeras
declinando en cosecha malograda;
 
esta imaginación atormentada
por las sombras del miedo, y las quimeras
de sueños fracasados, de barreras
en torno a una esperanza mutilada;
 
esta explosión del cuerpo reprimida,
esta tendencia indómita escondida,
este afán de llorar más que reír…
 
Unos dirán que es signo de locura,
otros que arrastro intensa desventura;
yo, que es amor. ¿Qué más puedo decir?
 
Francisco Álvarez
 
publicado por SISTER às 04:41

El amor nos consagra, la envidia nos mata.
Si te dicen que son tus amigos, entonces trata
De cuidarlos bién, pero si  alguno te maltrata,
Perdonalo con el corazón abierto

Precipitación, pués no querrás ser juzgado,
Como ahora juzgas al otro. Deja que el amor crezca,
No lo encierres en seguida él te será mostrado
Como nunca, como a manhã precede el entardecer.

Y si amas haz de eso tu caballo de batalla.
No te justifiques mas defiendelo como nunca.
Que el amor, que ahora sientes, no es un inconveniente
Que se pueda inquirir superficialmente,
Como cosa parca y sin importancia,
Que se esparrama y torna todo tan breve.

Jorge Humberto
publicado por SISTER às 04:41

 Explode vida, explode

Transborda em meu coração

Pois só você é que pode

Ensinar-me o que é paixão

 

Explode vida, cativa

Riqueza de meu sentimento

Explode e improvisa

O seu próprio ensinamento

 

Explode vida, alegria

Que sou feliz de verdade

Explode numa poesia

Que cante a liberdade...

 

Explode vida, enriquece

Meus sonhos e ideais

          Explode e me enlouquece

Como todos os mortais

 

Explode bem no meu peito

Como um vulcão muito antigo

Refaz o que foi desfeito

Neste sólido abrigo...

 

Explode vida, altiva

Meu elo com o Criador

Pois quanto mais eu for viva...

...Mais vivo será meu amor!

 

 

 

 

Priscila de Loureiro Coelho

publicado por SISTER às 04:41

Minha alma solta
como uma ave
navega pelos prados
protegida por Deus
 
Vê a bondade
de outras almas puras
e das crianças
com a sua pureza
 
Deus continua
sempre a meu lado
sorri e sabe
que sou um poeta
 
Os poetas verdadeiros
sentem a felicidade da paz
sentem a presença do Senhor
O Espírito do mundo. 
 
Pedro Valdoy 
publicado por SISTER às 04:41

Dia cinzento, nublado...
Poder de expressão,
do povo, cerceado.
Lembranças de um mundo cão.

Anos de terror plantado...
Fuzis comandavam a nação.
Poeta com verso mutilado
sem direito, sem voz, sem ação.

Artistas, cantores e poetas exilados,
são alijados de pisar neste chão.
Mas gritam os poetas inflamados:
Democracia e Liberdade de expressão!

Queremos em coro saldar assim nossa nação.
Viva a liberdade!
Viva a Poesia
E viva a Canção


Luis Carlos Mordegane
publicado por SISTER às 04:41

Com o espinho do limoeiro

retiro o que incomoda seus pés

oh! Fiel e santa amada...

Tudo brilha nesta hora...

Chega a mim a luz

com seu confeitado viés,

incorporo o carinho

dos confins da alma

cantarolando o amor musical

que lhe acalma.

Suspiro sua formosura

neste veloz carrossel da vida

que gira a mente cósmica

do pequeno universo

de nossa cabeça,

procuro a saída antes que aconteça

o suspiro do amor amado,

ao seu lado

nesta rósea tarde de verão

Sérgio Diniz Barros Guedes
publicado por SISTER às 04:41

Foram naquela tardes quentes
de verão, que passamos a
nos encontrar na praia de Ipanema.
Você desfilava linda e maravilhosa,
graciosamente brincava entre as árvores
do calçadão.
Da beira da água lhe fazia sinais.
Você olhava e desviava o olhar,
fazendo exibicionismo para que lhe
notasse mais.
num impulso corri em sua direção.
Você estancou, estremeceu, e com
um sorriso tímido disse:
-Oi!
Minha surpresa fora maior. Engasgado
lhe dei oi.
Conversamos horas a fio, sem nos dar
conta que o tempo fora passando.
O fim do dia começou a se aproximar,
O ocaso não tardaria, viria nos brindar
com um lindo por do sol.
Ele em seu total esplendor começou
a acoberta-se nos braços das nuvens
que se escondiam entre os morros na
linha do horizonte.
A noite caiu e nós passamos
a nos encontrar todos os domingos
na praia de Ipanema.
Assim começou nosso
namoro.

Paulo Mello
publicado por SISTER às 04:41

Foram tardes de amor
intensamente vividas...
Na explosão dos desejos,
na loucura dos beijos...
Aquelas tardes loucas,
que foram poucas,
para tanto desejo saciar,
com um jeito louco de amar...
Foram pura loucura,
com muita paixão e ternura...
Tardes inesquecíveis...
Momentos incríveis,
jamais esquecidos,
sempre revividos...

Marcial Salaverry
publicado por SISTER às 04:41

Olhando este imenso oceano,

o suave vai e vem das ondas...

relembro o nosso romance,

tão lindo,cheio de juras secretas

e muitos olhares apaixonados!

Foram tantos planos,

sonhos juntos sonhados...

Mas nunca concretizados...

Em que esquina da vida nos perdemos?

Um virou,outro foi em frente?

Sinto tantas saudades de voce!

Nesta tarde quente,

minhas lágrimas evaporam,

assim como o seu amor...

Mas o meu continua presente,

tão grande quanto este mar!

Ilze Soares
publicado por SISTER às 04:41

As ondas do mar, a areia morna e

as gaivotas enfeitando o céu aberto,

imitam graciosamente o vaivém das ondas...

Um convite para relembrar os bons

momentos de amor outrora vividos...

Tudo é tão belo que me perco na

imensidão do oceano como se fosse

uma vasta planície, esmeralda lapidada...

Meu pensamento voa e me leva até você,

é uma tarde quente de céu sem núvens.

Mirou meus olhos com desejo,

beijou-me com paixão, aconchegou-me

forte nos teus braços e flutuei

na doçura dos teus abraços...

Quanto explendor de luz havia no

teu olhar, quanto amor vivemos

num minuto de um tempo eterno,

quantas juras e promessas...

Teus olhos são estrelas que brilham

no firmamento, tua fala cariciosa

eu ouço quando passa o vento

brando e a tua imagem é imortal,

uma tela que toma toda a minha

mente...

Naidaterra
publicado por SISTER às 04:41

Eu tenho um olhar perdido
nas nuvens de um céu distante,
quem me dera fosse eu o seu
amante que chama seu coração
querente, quente...delirante.
Amar-te é meu desejo e meu
tormento, quem dera fosse eu
o brilho expresso neste teu
olhar falante...amante.
Amar-te seria ganhar a lua,
sentir-me agasalhado no frio,
flutuar para sempre no
teu corpo alvo, doce delírio...
Quem me dera aceitasse o meu
beijo por um segundo ou mesmo
me deixasse tocar-te as mãos,
sentiria o meu calor e todo
amor que me queima...teima...

Marcos Alca
publicado por SISTER às 04:41

Ah, meu amado!
Não ignore meu chamado...
Não me faça esperar...
Vem me amar!

Por que ignorar esta chama ardente
que incendeia meu peito?
Não vê que não tem mais jeito
e o que sinto por você é real?

Olhe nos meus olhos!
Veja o fogo que queima
na espera que antecede
esta sua decisão... Não teima!

Vem pro aconchego dos mesu braços
traz seu abraço, sua chama ardente...
Seu corpo quente... Preenche os espaços
que nos separa, no laço do seu abraço.

Não me deixe, não esta noite.
Vem, use seus beijos como açoite...
Deixe em meu corpo sua marca tatuada,
em meus olhos sua imagem iluminada.

Deixe fluir seu poder de sedução
no auge de sua paixão avassaladora.
Deixe explodir no mais puro tesão
o seu grito de amor, a sua emoção.

Sou sua fêmea, a magia de sua fantasia...
Quero sua boca louca a explorar a minha...
Suas mãos ávidas a tatearem minhas linhas...
E seu corpo mapeando a minha geografia.

Não finja que não me viu!
Traz pro nosso ninho seu calor!
Vem misturar ao meu, o seu suor.
Vem e ama-me simplesmente meu amor.

Avany Morais
publicado por SISTER às 04:41

Não ignore esse fogo ardente
expresso em tua retina...

Vem para meus braços que te faço

perder o compasso, o raciocínio...

Não diga não aos teus anseios e deixa

fluir esta emoção alucinada que sente por mim...

Quero teu êxtase e esta tua
fantasia que me alucina...

Diga não ao tempo que só ele é implacável,

não aproveitá-lo é demência e desencanto...

Diga não você, a tudo e a quem te diz não...

Diga sim, aos desejos de tua boca

que é estar dentro da minha e deixa

o mundo lá fora na incerteza de
estarmos nos amando....

Diga sim, só isso....
Ama-me simplesmente...
Naidaterra
publicado por SISTER às 04:41

Julho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tradutor
Música
mais sobre mim
pesquisar
 
Sister online
Selo

blogs SAPO