Bem Vindos O que os homens chamam de amizade nada mais é do que uma aliança, uma conciliação de interesses recíprocos, uma troca de favores. Na realidade, é um sistema comercial, no qual o amor de si mesmo espera recolher alguma vantagem. La Ro

06
Mai 07
O segredo da vida não é viver, nem sonhar.
O segredo da vida é amar.
 
Certa vez, uma criança, em seu berço adormeceu e sonhou.
Sonhou que era uma linda ave.
Sua plumagem colorida, esvoaçante,
misturava-se ao denso azul do céu.
A brisa suave lhe tocava a face,
como se quisesse num gesto meigo, acariciar-lhe a alma.
Seu adormecer era de um sono angelical.
Seu sonho era calmo e belo como o
luzir do metal polido pelo amor.
No seu sonho, delirava no colorido de sua visão.
Guiada pelo destino, queria descobrir o segredo da vida.
Pousou em certo lugar, onde existia uma inscrição:
Vem!... Vem que eu sou o segredo que procuras,
adentra em mim e descobrirás que eu sou o amor,
o sol mais denso, mais belo, e minha luz não queima.
Eu sou o sol do mais lindo esplendor. 
Vem que eu vou te ensinar
que o segredo da vida é amar.
Sob um leve sorriso,
essa criança despertou do seu sono,
e num breve recordar,
gravou no coração que o mistério
da vida é o amor
e nunca mais esqueceu de amar.
 
===Edmen===
publicado por SISTER às 12:34

Viver é amar sem ter medida
É deixar-se enamorar eternamente
É buscar o colorido e a fantasia
Nos toques que acontecem de repente

Amar é viver intensamente
Na louca paixão do dia a dia
Amar é um sentir transparente
Fazendo-se saber em poesia

Viver é gostar à revelia
Ousando muita coisa questionar
Viver é renascer a cada dia
Pelo prazer incomparável de acordar...

Amar é viver a regalia
De sentir a vida em si pulsar
Amar é saborear a alegria
De viver intensamente para amar

Priscila de Loureiro Coelho
 

publicado por SISTER às 12:34

Fecha e tranca teus lábios! É premente!
Amarra-os em firmeza, pois tu mentes.
 Tal tua desenvoltura, que feres, tonteias,
arrasas minh´alma; trama de tuas teias.
 
 
Impede a ti que profiras tais blasfêmias
geradas incautas, por tua vida boêmia;
as que escorrem negras por tua boca,
nos vãos íngremes dessa abertura oca.
 
 
Seca já estou pela negação constante
do teu roçar, vínculo aconchegante...
Tu te afastas e proferes, no retorno,
falsos termos, em ânsia de suborno.
 
 
Afasto-me em meu dorido silêncio...
 
Watfa 
publicado por SISTER às 12:34

Sabes meu amor,

há muito quero te falar...

Não sei se é dizer, ou  apenas perguntar,

se as questões do coração são restritas ao querer.

 

Eu não quero esse querer ...

Que tanto quero encanto

Que faço dele meu tanto

Que só sei nele viver.

 

Eu não quero esse querer...

Digo que a dor me ignore

E que de mais me implore

Já não sou sem ele ser.

 

Eu não quero esse querer...

Que envolto em mil cuidados

Faz do amor o próprio amado

   Dizer sim

O jeito que puder ser!

Eliane Couto Triska

publicado por SISTER às 12:34

Criaste em mim idéia trazendo passado
amor presente tempo que não volta
sentimentos que ficaram
aguçando-me a memória
época na qual vivi
hoje ausência de prazer.

Expressão de sentimento sensação prazerosa
satisfação do sabor
deleite que só você sabia dar
substância dentro da tua magia
sonhos concretizados nunca imaginado.

Tempo quero composição em verso
dando alento ao pensamento
não quero dor da saudade
quero felicidade
transporta o passado presente
amor que sempre foi evidente
tempo compreendido doído
ruptura rasgão em pedaço
coração chamado dilacerado.

Amor e paixão
ficaram marcadas como relógio do tempo
registro marcador de emoções
vento que sopra
cria abertura rompendo barreira
trazendo meu amor
acalentando meu Ser.


Lúcia Trigueiro

publicado por SISTER às 12:34

Nas paginas da vida, escrevi palavras sussurradas,
Sonho ancorado num porto de desejos de quem ama,
Resquícios de saudade no olhar, doces marcas deixadas,
Perfume raro espargiu pelos ares, entranhou na alma.
 
 
Deleitei-me no calor do teu abraço,
Adormeci sob a melodia do pulsar do teu coração,
Envolvendo-me em gotas de paixão,
Derramadas em lágrimas de emoção.
 
 
 Teu corpo em junção plena cingia,
Lábios sorveram os manjares dos deuses,
Teu amor és minha poesia, fonte de magia,
Que me inspira a compor...
 
 
Sendo eu, presa indefesa,
Padeço por ti, meu amor...
 Águida Hettwer
publicado por SISTER às 12:34

Amigos...
... Amigos que são ou foram amigos...
Amigos que dei adeus, amigos...
Que sem adeus sumiram...
Amigos... com quantos chorei...
Amigos que do meu ombro... fizeram
Refúgio... remanso...
Com outros tantos... me diverti e gargalhei.
Quantos me decepcionaram?
Quantos decepcionei?
Amigos... quantos conheceram
A minha alma?
Quantos... a alma... sem querer... roubei?
A vida foi passando tão depressa...
Sequer tive tempo de notar...
Que os abandonei...
Hoje aqui... lembro tantos rostos,
Tantas algazarras...
A lanchonete, as brincadeiras,
Os lanches desenhados
Com ketchup e mostarda...
Outros me feriram tanto...
Que mal pude acreditar,
Foi tanta a dor...
 Que nem é bom lembrar...
Mas nesta noite...
A saudade veio me visitar...
E fui revendo filmes e cenas...
Era tão fácil viver... sonhar!
Muitos... fiz bolinhas de papel
E pela janela atirei...
Outros... amei tanto...
Sequer percebi que me enganei...
Foram pedaços doloridos...
Que do meu carinho arranquei...
Alguns se fizeram fantasmas...
Lembranças de profundas mágoas...
Outros se aproximaram docemente...
Trazendo de volta a esperança destroçada.
Assim foi a vida passando tão ligeira...
Cheia de enganos... tropeços...
A traição sempre na dianteira...
Mas permitiu-me descobrir raros diamantes,
Flores de beleza impar... multicores...
Florescendo magistralmente...
Nas minhas lágrimas...
Graças aos amigos verdadeiros,
Voltei a confiar na vida...
No mundo ... nas pessoas...
Voltei a ser gente...
E assim de mãos dadas...
Abraços afetuosos... tanto carinho...
Vamos plantando do amor, novas sementes...
Curando todas as feridas... desse mundão
Louco... desumano e inclemente!...
Mary Trujillo

publicado por SISTER às 12:34

Amar é encontrar na felicidade de outrem a própria felicidade
Gottfried Leibnitz

As mais lindas palavras de amor são ditas no silêncio de um olhar
Leonardo da Vinci

O homem não morre quando deixa de viver, mas sim quando deixa de amar
Charles Chaplin


Faz a tua ausência para que alguém sinta a tua falta.
Mas não prolongue demais para que esse alguém não sinta
que pode viver sem você.
Flóra Cavalcanti

Há pessoas que transformam o sol numa simples mancha amarela,

mas há aquelas que fazem de uma simples mancha amarela o próprio sol
Pablo Picasso

Faça os seus dias valerem as lembranças
Bill Milton

Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o bem
que poderíamos conquistar se não fosse o medo de errar
Willian Shakespeare

A morte não é a maior perda da vida.
A maior perda da vida é o que morre dentro de nos enquanto vivemos
Norman Cuisins

Daqui a cinco anos  você estará bem próximo de ser a mesma pessoa que é hoje,
exceto por duas coisas: os livros que ler e as pessoas de quem se aproximar
Charles Jones

Temos aprendido a voar como os pássaros, a nadar como os peixes,
mas ainda não aprendemosa sensível arte de viver como irmãos.
Martin Luther King

Todos os dias devíamos ouvir um pouco de música,
 ler uma boa poesia,
ver um quadro bonito e,  se possível,  dizer algumas palavras sensatas
Goethe
 
Transcrição: Caio Amaral
publicado por SISTER às 12:34

Espelhos: hexágono que me cerca.
Néon: branca luz que me aquece.
Saio de mim e me separo em seis;
seis ângulos que não me definem.
Sou divisível! Diferentes partes,
que, na re-união, me desenham...
Vêm tortas; distorcidos reflexos.
Frente, dorso, lados desconexos.
Outro espelho! Da cabeça, acima.
Nele a alma se reflete impura,
u´a neve cinza espargida no ar.
O cubículo sufoca a garganta.
Recolho meus pedaços, `alma
e tento pelos cantos a saída.
Bloqueio! Prisão que me guarda,
hermético polígono: empecilho!
Permaneço. Seis faces falhas...
Watfa
publicado por SISTER às 12:34

Lá vai o pardalinho, saltitando daqui e de acolá,
Traz no bico insectos e invertebrados:
Oh, pobres bichos, bichos desgraçados,
Não sabeis, ó incautos, isto é tudo o que há!
 
Saltas de passeio em passeio, da estrada
Para a rua, faça sol ou faça chuva,
Mas uma ou outra coisa cabe-te como numa luva,
Quando vais pelo alcatrão em silente parada.
 
E depois da chuva é ver-te à procura de comida,
Num frenesim tresloucado e endoidado…
Para que precisas tu que te dêem guarida…?
 
Lá vai o pardalinho, aos saltinhos dispersos,
Não lhe peçam, por favor, cuidado,
Que ele sabe bem dos seus versos.
 
Jorge Humberto
publicado por SISTER às 12:34

Se estive surda aos teus apelos

perdoa-me.

Dispersa em outros sons

não atendi a tua voz.

Agora,

estou aqui,

de braços abertos,

atenta à música de teus dias

para seguir no teu compasso

enquanto tiver notas pelo ar.

Dá-me o tom dos teus versos

e fala-me em surdina

que acompanharei os teus passos

até onde tu estás.

 

odeteronchibaltazar

publicado por SISTER às 12:34

Caríssimos, amemo-nos uns aos outros,

porque o amor vem de Deus, e todo o
que ama é nascido de Deus e conhece
a Deus. Aquele não ama não conhece
a Deus, porque Deus é amor"
(1Jo 4,7-8).
 
 
O critério para sabermos se
verdadeiramente conhecemos
a Deus é se amamos os nossos
irmãos. Podemos questionar
quais são os sentimentos que
temos no coração e o que eles
têm produzido em nós, porque
dois dos grandes frutos do amor
são o querer e o fazer o bem ao
outro. O amor traduz-se em gestos
concretos. Lembremo-nos das
pessoas com as quais não
simpatizamos, rezemos por elas.
Peçamos ao Espírito Santo que
nos aproxime delas e nos conceda
a graça de amá-las, fazendo-lhes
o bem.
 
Jesus manso e humilde de coração,
fazei o nosso coração semelhante
ao Vosso. Fazei-nos viver o amor
e a reconciliação.
 
Luzia Santiago
publicado por SISTER às 12:34

Maria, mãe de Jesus!
Maria, modelo de mãe,
obediência, fé, serviço
e amor aos irmãos.
Assim como ama,
admira e cuida de sua mãe,
você precisa ter
um profundo respeito por ela.
Colocar a vontade
de Deus acima de tudo deveria
ser seu principal objetivo.
A vontade de Deus na vida de
Maria consiste em viver o Evangelho
e ir ao encontro dos semelhantes.
 
Meditação
 
Como Maria, diga "sim" à vida
e ao amor.
 
Confirmação
 
"Sua mãe disse aos que estavam
servindo:
'Fazei tudo o que Ele vos disser!' "
 
(Jo 2,5).
 
Rosemary de Ross
publicado por SISTER às 12:34

Logo cedo , aqui na minha terra,
 Brilha o sol,  o céu é azul  e uma suave brisa balança
A primavera da minha janela...


Tenho quatro  pés de primaveras em meu quintal.
 E os pássaros pela manhã
Me chamam para a ração matinal...


Sim, todos os dias, as seis horas, chovendo ou não,
Dou um punhado de ração e os deixo a vontade...
Não imaginas  a bagunça que fazem...
                                                                

Temos bem-te-vis -  pardais, chopins, alguns beija-flores
( estes não se misturam ) chegam as  onze horas,
Quando a rosa malva se abre à vida,
E, amantes que são  -  lhe cede  a seiva...


No poste de luz - arrulha a pomba-branca,
Um quero-quero madrugador já no seu
posto de sentinela me informa
quando alguém se aproxima...


É tanta vida que rumureja nas folhas
das paineiras da praça....
Que a quaresmeira envergonhada
 fica escarlate e altaneira se balança!


Um grito corta o horizonte...
Um não, dois, três, quatro,
Milhões em minha mente,
São as araras azuis  que chegam para o café da  manhã
Nas inúmeras palmeiras da bela Morena!

                  
Caminham ao meu lado " jaguás de rua",
Na padaria " Das Garças" 
O cheiro do pãozinho maltrata...

Sim , aqui neste pequeno canto
Vivemos a paz,
Delasnieve Daspet
publicado por SISTER às 12:34

Não Abandone Seus Velhos...
 
Nunca abandone seus pais  ou  alguém que
te criou com amor...
Seja da forma  mais simples ou da mais abastada...
Não importa... Um dia eles foram jovens, se esforçaram
para criá-lo com dificuldes...
Você  hoje é  tudo aquilo que  eles  puderam fazer por você!
 
Não os jogue nos asilos  ao acaso, como se fossem
meros  desconhecidos ...
 
Conheçi a história  de alguém, que antes de  fazer a grande, VIAGEM  ao encontro do Criador, em seus últimos dias, deixou um  recado que um dia  alguém iria encontrar, em uma gaveta, junto aos seus poucos pertences,  
um  lamento de DOR;
 
Eram anotações  sobre a dor de alguém que  sentia muita solidão e  tristeza, por ter sido abandonada pela família
num lar para idosos...
 
Essa criatura  dotada de uma certa cultura e intelingência,
se expressava bem,  deixou um reacado para ser transmitido
aos filhos, de pais idosos, para nunca abandoná-los, em um lugar estranho que nunca tinha sido seu lar...
 
 
" Onde andarão meus filhos?
Aquelas crianças ridentes que embalei
em meu colo, alimentei com meu leite,
cuidei com tanto desvelo, onde estarão?
Estarão tão ocupadas, talvez, que não
possam me visitar, ao menos para dizer
olá, mamãe?
Ah! Se eles soubessem como é triste
sentir a dor do abandono...
A mais deprimente solidão...
Se ao menos eu pudesse andar...
Mas dependo das mãos generosas dessas
moças que me levam todos os dias para
tomar sol no jardim...
Jardim que já conheço como a palma
da minha mão.
Os anos passam e meus filhos não
entram por aquela porta, de braços
abertos, para me envolver com carinho...
Os dias passam...
e com eles a esperança se vai...
No começo, a esperança me alimentava,
ou eu a alimentava, não sei...
Mas, agora... como esquecer que
fui esquecida?
Como engolir esse nó que teima em ficar
em minha garganta, dia após dia?
Todas as lágrimas que chorei não foram
suficientes para desfazê-lo.
Sinto que o crepúsculo desta
existência se aproxima...
Queria saber dos meus filhos...
dos meus netos...
Será que ao menos se lembram de mim?
A esperança, agora, parece estar
atrelada aos minutos...
que a arrastam sem misericórdia...
para longe de mim.
Às vezes, em meus sonhos,
vejo um lindo jardim...
É um jardim diferente, que transcende
os muros deste albergue e se abre em
caminhos floridos que levam a outra
realidade, onde braços afetuosos me
esperam com amor e alegria...
Mas, quando eu acordo, é a minha
realidade que eu vejo...
que eu vivo... que eu sinto...
Um dia alguém me disse que a
vida não se acaba num túmulo
escuro e silencioso...
Que a vida continua após a
morte, de uma outra forma...
Mas com certeza a minha matéria,
a minha mente, o meu eu dessa
vida que vivo agora,
com o nome que tenho...
nunca mais existirá!
E quando a morte chegar,
só restará a saudade que com o
passar do tempo se ameniza...
(se é que alguém vai sentir saudade
de mim, já que não sentem enquanto
ainda estou viva neste asilo)
 
Sinto que a minha hora está chegando...
Depois que eu partir, gostaria que
alguém encontrasse essas minhas
anotações e as divulgasse.
E que elas pudessem tocar os corações
dos filhos que internam seus pais em
asilos, e jamais os visitam...
Que eles possam saber um pouco sobre
a dor de alguém que sente o que é
ser abandonado..."
 
(Texto encotrado de uma desconhecida que não
deixou seu nome na mensagem)
 
Que a Paz e a Luz, esteja presente no coração dessa
mãe, abençoando seus filhos que a abandonou, perdoando-os
pelos  momentos passado, que  hoje, a Luz e o Amor  seja
a presença latente em seu coração, apagando todo o
sofrimento vivido em seus últimos dias, na Terra!
 
M uita Paz e Luz!
Rose Lima
publicado por SISTER às 12:34

Assisti uma palestra hoje e a oradora contou uma história interessante. Não sou escritora, mas acho que vale a pena contar.

Era mais ou menos assim:
Um grande empresário muito bem sucedido, por
trapaças de um banqueiro ambicioso, perdeu toda a sua fortuna.
Na falência, o desespero o abateu e decidiu que iria cometer o suicídio.
 
Como a Providência Divina jamais nos abandona, lá no céu decidiram fazer 
a seleção de um anjo guardião com uma missão especial:
Fazer com que o pobre homem desistisse da idéia infeliz.
 
Um anjo novato, queria muito ser escolhido, então,
com ares de vestibulando angelical, desceu até a Terra e se fez
visível ao homem quando este já estava prestes a se jogar de uma ponte.
 
O Anjo disse a ele que estava ali para mostrar algo antes dele cometer aquele ato infeliz. Apareceu uma grande tela com cenas de uma família na miséria.
Essa família estava triste, com corpos magros e olhos desanimados.
Então o homem disse:
Não! Esse funcionário cresceu muito em minha empresa. Hoje ele vive muito bem com sua família! E o Anjo então disse: Sim! Mas se você não tivesse dado a ele um emprego, ele não teria crescido e hoje estaria passando fome...
 
Logo em seguida, apareceu cenas de um túmulo com a lápide de seu irmão
e seus pais chorando. E então o homem disse:
Não, meu irmão está vivo, com a saúde perfeita!
Então o anjo respondeu: Sim! Mas se você não o tivesse aconselhado na adolescência, ele teria entrado no mundo das drogas e já não estaria mais aqui...
 
Então apareceu a cena de uma mulher velha, triste e sozinha e que o homem
reconhece sendo sua esposa, então replica:
Não! Está é minha esposa, e ela é alegre, cheia de vida e muito feliz. 
E o anjo então disse:
Sim! Mas se você não tivesse decidido dar todo o amor que você deu a ela,
ela não teria tido a benção de ter uma família e estaria sozinha...
 
E o anjo continuou mostrando várias cenas àquele homem até que ele entendeu
 o quanto fez e fazia a diferença na vida daquelas pessoas.
E percebeu o quanto a sua vida tinha valor.
 
 
 

Quando estamos desesperados e tristes, nos sentimos MENOS.
Nos sentimos sem valor e que a nossa vida perdeu o sentido.
Mas jamais deveríamos nos esquecer o quanto fazemos a diferença na vida das pessoas. Se elas estão ali, é porque de alguma forma precisam de nós e nós precisamos delas.
 
Todos os dias Nosso Pai Amado nos manda um anjo com a missão especial de nos mostrar os caminhos da nossa felicidade. Através de uma carta, um bilhete, uma mensagem, uma pessoa, um "acaso", uma idéia, uma intuição, um telefonema, um abraço, um sonho, etc. Basta que tenhamos olhos de ver e ouvidos de ouvir.
 
Um simples ato de amor pode mudar toda a trajetória de um ser humano e pode mudar a trajetória da sua vida também porque estamos todos ligados.
Pense bem de si mesmo, olhe para trás e veja quanta diferença você já fez na vida de alguém. Tenho certeza que irá se surpreender.
 
 
“A bondade é mais forte em nós e dura muito mais do que
o mal que nós mesmos praticamos”
 
- Karin Izumi -
publicado por SISTER às 12:34

Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os
Honestos, simpáticos e não fumantes  teriam uma fila de pretendentes batendo
A porta.
 
O amor não é chegado a fazer contas, não obedece à razão. O verdadeiro amor
Acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção estelar.
 
 
 
Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, veste-se bem e é fã do
Caetano. Isso são só referenciais. Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela
Paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca.
 
 
 
Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade
Que se revela quando menos se espera.
 
 
 
Você ama aquela petulante. Você escreveu dúzias de cartas que ela não
Respondeu, você deu flores que ela deixou a seco. Você gosta de rock e ela
De chorinho, você gosta de praia e ela tem alergia a sol, você abomina o
Natal e ela detesta o Ano Novo, nem no ódio vocês combinam. Então? Então,
Que ela tem um jeito de sorrir que o deixa imobilizado, o beijo dela é mais
Viciante do que LSD, você adora brigar com ela e ela adora implicar com
você. Isso tem nome.
 
 
 
Você ama aquele cafajeste. Ele diz que vai ligar e não liga, ele veste o
Primeiro trapo que encontra no armário. Ele não emplaca uma semana nos
Empregos, está sempre duro, e é meio galinha. Ele não tem a menor vocação
Para príncipe encantado e ainda assim você não consegue despachá-lo. Quando
A mão dele toca na sua nuca,você derrete feito manteiga. Ele toca gaita na
Boca, adora animais e escreve poemas. Por que você ama este cara? Não
Pergunte pra mim.
 
 
 
Você é inteligente. Lê livros, revistas, jornais. Gosta dos filmes dos
irmãos Coen e do Robert Altman, mas sabe que uma boa comédia romântica
também tem seu valor. É bonita. Seu cabelo nasceu para ser sacudido num
Comercial de xampu e seu corpo tem todas as curvas no lugar. Independente,
Emprego fixo, bom saldo no banco. Gosta de viajar, de música, tem loucura
Por computador e seu fettucine ao pesto é imbatível. Você tem bom humor, não
Pega no pé de ninguém e adora sexo. Com um currículo desse, criatura, por
Que está sem um amor?
 
 
 
Ah, o amor, essa raposa. Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma
equação matemática: eulinda+vocêinteligente=dois apaixonados. Não funciona
Assim. Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC. Ama-se
Justamente pelo que o Amor tem de indefinível.
 
 
 
Honestos existem aos milhares, generosos têm às pencas, bons motoristas e
Bons pais de família, tá assim, ó! Mas ninguém consegue ser do jeito que o
Amor da sua vida é!
AD
publicado por SISTER às 12:34

Havia uma garota cega que se odiava pelo fato de ser cega!
Ela também odiava a todos exceto seu namorado!
Um dia ela disse que se pudesse ver o mundo,
Ela se casaria com seu namorado.
Em um dia de sorte, alguém doou um par de olhos a ela!
Então seu namorado perguntou a ela:
Agora que você pode ver, você se casará comigo?
A garota estava chocada quando ela viu que seu namorado era cego!
Ela disse: Eu sinto muito,
Mas não posso me casar com você porque você é cego!
O namorado afastando-se dela em lágrimas disse:
....." Por favor, apenas cuide bem dos meus olhos, eles eram muito
importantes pra mim"
 
Nunca despreze quem ama você..!!!
As vezes as pessoas fazem certos sacrifícios e nós nem ligamos...
 
Reflitam que nesse mundo só falta "AMOR"... 
 
 
(AD)
 
publicado por SISTER às 12:34

Eternamente
               a renascer qual fenix
 
Hoje de novo
                 sou viajor terrenus
 
E como Arthemis
                rediviva, qual Polux
 
E Castor,
          me vi presa em Gêmeos
 
E vou cumprindo,
                  com vigor de Zeus
 
Destinum meum,
               de antemão electum
 
Pois essa busca
         sem fim que leva a D'us
 
É o começo e o fim,
                 é o nihil e o totum
 
Pois a meta
                  é o ser completus
 
É subir, subir, e,
              finalmente ascensus
 
Alcançar os limites do Universus
 
Se limites houver,
    se limites tiver esse processus!
 
 
rivkahcohen
publicado por SISTER às 12:34

Gosto do seu sorriso
Sempre aberto e sincero
O seu olhar
meigo!!
O seu jeito carinhoso
Que demonstram nos seus atos
Nos pequenos gestos

Quando toca as minhas mãos
Esse abraço que nunca senti
Deve ser caloroso
Profundo

Em todos seus atos
Transporta doçura...carinho
A sua voz forte
Que embala-me como um sonho
Adocicando e cativando
E deixa-me na candura
como me toca...
E entrego-me no seu sorriso
Sulla
publicado por SISTER às 12:34

Cansei...
Não aguento mais tanta hipocrisia, tanto fingimento.
Onde estou meu Deus?
Onde eu vim parar...
Porque as pessoas são tão falsas!
Não é possível viver dessa maneira.
 
Será que a gente escolhe na vida uma pessoa,
e simplesmente deixa a outra..
Será que é assim?
Mas isso é brincar com os sentimentos,
É não ligar, é fazer sofrer.
O que está acontecendo, meu Deus?
Por que tanto desamor?
Por que fazer sofrer?
 
Parece que todos enlouqueceram
Só pensam em viver o momento
Fazendo do amor, um jogo em que possa
ter apenas um ganhador!
Trocamos de amor
Como trocamos de roupa.
Não é  assim !
Não pode ser assim!
 
Não! Não posso acreditar.
Não consigo viver assim.
Minha angústia é imensa
Todos os meus sonhos
Tomam a expressão de minha alma aflita.
 
De que adianta viver á espera
Á espera de um amor,espera infinita
Cheia de angústia inaudita
Uma espera em vão
Esperar por um amor
Que terá fim, assim que outro surja!
É assim ?
 
 
**************************************
 
 Não sou mais do que minha vida,
mas sou menos do que meus sonhos.
 Nelim Monti
publicado por SISTER às 12:34

Quando, de trás da serra, o sol me espia,
Trazendo mornos seus primeiros beijos...
Do sabiá vou escutando arpejos,
Que compõem a mais linda melodia.

Há um certo mistério no seu canto,
Cheio de encanto e de simplicidade,
Que me faz, cá distante da cidade,
Não ver na vida qualquer desencanto.

Quando ele chega saltitante e canta,
A minha alma quase não resiste,
E todo o meu viver, no amor, se encanta.

Cante seu canto sabiá enquanto,
Eu sinto que já não me sinto triste,
Porque seu canto me sufoca o pranto.

 
                                                                              Sá de Freitas
publicado por SISTER às 12:34

Um amor pode ser de vários tamanhos,
pode ter várias formas,
vários pesos,várias medidas.
Pode ser profundo ou superficial,
maduro ou  infantil, longo ou curto,
pode passar como um tufão
ou como uma brisa de verão,
pode ser sentido ao longe ou bem pertinho.

Um amor troca um beijo, um carinho,
uma emoção, um afago, um perdão.

Um amor troca confidências, troca juras,
troca feitiço, troca dúvidas e experiências.

Um amor pode ser forte ou fraco,
distraído ou atento,
pode vencer tormentas, dissabores
e oferecer alento.

Um amor pode sobreviver a distâncias
e atravessá-las num segundo através do pensamento.

Um amor é como um vício, uma droga,
 desencadeado por uma paixão ardente.

Um amor produz sorrisos, momentos perfeitos,
produz sonhos e insônias,
produz palpitações, angústias,
agonias e ilusões.

Um amor verdadeiro se perde no tempo,
caminha pelo passado,
atua no presente, se encaminha para o futuro
e adormece na eternidade.

Um grande e verdadeiro amor ilustra noites
enluaradas e dias ensolarados.

Um amor tem lembranças de lugares,
de cheiros, de músicas e de sons.

Um amor tem sabores, às vezes doces,
outras vezes amargos,
mas todos sempre bem saboreados.

Um amor pode iluminar a vida ou escurecer o coração.

Um amor pode ser real,
virtual ou  transcendental,
porém sempre será igual.

Um amor pode ser impossível, improvável,
mas pleno no  coração.
Pode ter testemunhas ou ser oculto
e mesmo assim ser vivido intensamente.

Pode ser clandestino e  anônimo,
pode ter o nome de uma flor
 e ainda assim ser um grande amor.

Um amor pode ser castigado pelas agruras da vida
e  persistir inalterado e majestoso.

Um amor de verdade pode jamais se consumar
e ser  forte como uma rocha,
profundo como o fundo do mar.

Um amor pode ser arriscado,
difícil, perigoso, inadequado,
mas mesmo assim almejado e correspondido.

Um amor pode sobreviver a intrigas,
invejas, calúnias e sair vencedor.

Um amor de verdade não vê idade, cor, religião,
raça ou aparência,
não tem preconceitos, nem preceitos,
não faz distinções.

Um amor  não fere e se ferir, assopra.

Um amor tem marés, altas e baixas, fracas e fortes.

Um amor pode ter muitas histórias,
fabricar poemas, inspirar versos e canções.

Um amor não tem perguntas,
porque jamais necessita de respostas.

Um amor precisa para adormecer
a companhia de um  outro amor
e para despertar um toque desse mesmo amor.

Um amor pode ser contido, travado,
reprimido, ou declarado.

Um verdadeiro amor pode subir montanhas,
cair em precipícios, atravessar desertos,
envolver-se em  tempestades,
afundar em oceanos
e ainda assim sobreviver.

Um amor pode dar frutos e lançá-los ao mundo
 cobertos de amor também.

Um amor tem cores, o branco da paz, o azul do afeto,
o  rosa do carinho e o vermelho da paixão.

Um amor comete loucuras, por vezes se arrepende
e volta a cometê-las novamente.

Um amor de verdade dá espaço, cede momentos,
expõe idéias, lança argumentos,
sem jamais violar  sentimentos.

Um amor pode escravizar-se e sentir-se livre.

Um amor profundo acontece,
resplandece, revigora-se e amadurece.

Um amor pode ser sábio, desinteressado,
confiante e altruísta.

Um amor de verdade pode se perder
na poeira do  tempo,
pode se desfazer através dos anos,
mas sempre terá sido um amor imenso.

Um amor pode ser eterno ou fugaz,
pode ser o primeiro ou o último,
novo ou velho...mas ardente.

Um amor só não suporta ser vivido,
sonhado e mantido sozinho.

Um amor precisa de outro amor para sobreviver,
se  assim não for, não terá sido um amor,
terá sido apenas uma grande dor.
Sir Red Fox
publicado por SISTER às 12:34

O que há de em mim arder, arde-me
O que há de me afagar, afaga-me
O que há de embebedar, embriaga-me
O que há de me socorrer, socorre-me
 
O que há de  fazer mudar, muda-me
O que há de me alegrar, alegra-me
O que há de ser entregue, entrega-me
O que há de aprofundar, aprofunda-me
 
O que há de entristecer, entristece-me
O que há de me apaixonar, apaixona-me 
O que há de me aquecer, aquece-me
 
O que há de me emocionar, emociona-me
O que há de me estremecer, estremece-me
mas...
A quem hei de amar, és tu, eternamente 
Jorge  Linhaça
publicado por SISTER às 12:34

Segura minha mão e vem comigo,
viver sem teu amor e teu carinho,
eu já não mais consigo...
Basta o teu "sim" e não estarei sozinho.
Os segredos que eu guardava,
sem reservas, te entreguei.
Se com teu amor eu sonhava,
bem mais feliz despertei.
Se me queres e estou a te querer,
então por que esta espera?
Permite o nosso amor acontecer
e deixa mais lindo, tudo o que já era,
Teu amor domina o meu ser...
vem amansar esta fera.
 
S. Holtz

 

publicado por SISTER às 12:34

Hoje te espero
 te quero
te amo
te adoro 
te venero.
Grito teu nome à toa
pela rua...
Amanhã,
já não sei.
Sou tão volúvel...
mudo mais que as fases da lua.
 
odeteronchibaltazar
publicado por SISTER às 12:34

Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tradutor
Música
mais sobre mim
pesquisar
 
Sister online
Selo

blogs SAPO