Bem Vindos O que os homens chamam de amizade nada mais é do que uma aliança, uma conciliação de interesses recíprocos, uma troca de favores. Na realidade, é um sistema comercial, no qual o amor de si mesmo espera recolher alguma vantagem. La Ro

26
Mar 07

No encontro das bocas loucas,
pode-se sentir o doce sabor
na suculência deliciosa
das línguas que se tocam,
navegando-se no gostoso
delírio que elas provocam.
Um beijo bem dado
é o inicio do que leva uma
pessoa a se apaixonar.
Olhos nos olhos,
boca com boca
língua com língua
corações amantes
deliciam-se com todos
os sentimentos,
com beijos ardentes,
molhados,sedentos.
Mãos amantes
gozam com os toques
que são capazes
de provocar.
Entre insinuantes olhares
suplico por suas caricias
por seus beijos,
beijos de lábios
que são como chamas acesas,
são labaredas que incendeiam
meu corpo, meu coração,
numa doce e suave tentação.
Por instantes
inundo-me do louco
desejo de te-lo,
de tornar-me sua escrava
no anseio doido do prazer.
Na euforia do amor
não escondo meus sentimentos
me entrego a você
na minha totalidade de
mulher, em corpo e alma
sou toda sua,sem quaisquer
arrependimentos.

Arneyde T. Marcheschi

publicado por SISTER às 06:15

Para as musas que me inspiram a duetar,
quero este poema dedicar...
São os lindos poemas que escrevem,
e que minha sensibilidade atingem,
que servem de inspiração
para os duetos que me saem do coração.
Não consigo ao mudo apelo resistir,
pois sempre um poema irá me atingir.
São sentimentos que não consigo fingir...
Apaixono-me a cada poema,
e esse é o dilema
a cada poema que atinge minha sensibilidade,
e vem aquela íntima necessidade
de exprimir meu sentimento,
de mostrar o amor que sinto naquele momento...
Minhas musas queridas,
são todas as minhas preferidas...
Em seu talento poetal, estou sempre a procurar
novas razões para poetar... para amar...
Com beijos poéticos,
ou com desejos frenéticos,
faço questão de demonstrar
como sua arte me faz mais e mais amar...
Minhas musas poetais,
são todas poetas amadas e queridas,
a vocês, meus amores, dedico este poema,
feito com a emoção
que com seu carinho e sua arte,
conquistaram meu coração.


Marcial Salaverry

publicado por SISTER às 06:15

Uma vida bem vivida,
passa por diversas estações...
Finalmente aqui chegamos,
saimos da primavera,
passamos pelo verão,
sempre testando o coração...
Entramos em nosso outono...
Antes que chegue o inverno,
sabiamente aproveitamos
nossas experiências anteriores...
Em benefício de nossos amores,
Sabemos bem o que queremos...
Conhecemos da vida os segredos,
e afugentamos nossos medos...
Quando amamos,
será com um amor maduro,
gostoso, seguro...
Sabemos como amar,
e nossa parceria agradar...
Certamente, é a estação
melhor para o coração...
Nosso outono é gostoso,
cheio de prazer e de gozo...

Marcial Salaverry

publicado por SISTER às 06:14

Se para meus braços viesses,
quantos carinhos faria em ti...
Tua boca beijaria,
e a teu ouvido diria
coisas lindas que só se diz
quando se ama realmente
Morro de saudade, quando estás ausente...
Dar-te-ia com muita ternura,
meus beijos com toda doçura...
Se aqui estivesses,
e para meus braços viesses...
Não haveria saudade,
em nosso amor pleno de felicidade...
Nesta nossa eterna fantasia,
só te amar eu poderia...
Não pensaria em maldade,
pois o amor é só bondade...
Se aqui estivesse,
e para meus braços viesses...
Com meus beijos te protegeria,
e das tristezas te afastaria...
Apenas meus carinhos sentirias...

Marcial Salaverry

publicado por SISTER às 06:13

Sol a quer
a presença requer
quer a lua
toda nua
lua brilhante,
amante
estrelas testemunhando
sol e lua se amando
aproximando-se
beijando-se
entrelaçando-se
sol quer a lua
nua
em noite estrelada
não a quer apagada...
Lua cheia,
lua nova
lua minguante
lua crescente...

Tantas luas,
e apenas um sol...

Marcial Salaverry

publicado por SISTER às 06:12

Março 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9


18

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tradutor
Música
mais sobre mim
pesquisar
 
Sister online
Selo

blogs SAPO