Bem Vindos O que os homens chamam de amizade nada mais é do que uma aliança, uma conciliação de interesses recíprocos, uma troca de favores. Na realidade, é um sistema comercial, no qual o amor de si mesmo espera recolher alguma vantagem. La Ro

02
Ago 08

Ohhh... Meu Deus, como foi dificil aprender

Como é grande diferença entre caridade e fraternidade,

A um custo de tão grande aflição e ansiedade.

Porque na vida no dia a dia a tragédia nos parece distante.

Nao nos sensibilizando com o que vemos diariamente nas manchetes

Nas noticias, historia, dos outros, que nao é com a gente.

Até que um dia ela vem e a sua porta bate, tão forte, que voce não compreende,

Nao entende, que é a sua vez de manchete, somente que não é notícia, não está distante

É realidade, não é fatalidade, são coisas da vida, é um enfarte, do filho, da mãe ou do pai

Voce clama por Deus, , grita, suplica...pede....mas pouco ouvida, pois agora é a distante,  a quase todos indiferente

O horror da presença inclemente da morte, suplicas, orações, pedidos... etéreos combatentes...

A correria, a histeria....o desespero, os choros os calafrios em suores...do impotente, somente clemente.

Da descrença, ....sensação distante de que é ouvida, pela força da Fé!!!

Deus que vem em ajuda, transfigurado em emergencias, de irmãos em mantos brancos sem nomes,

Atendentes, enfermeiros, clinicos, cardiologistas, anestesistas, instrumentistas, cirurgiões

Combatentes, da nem sempre gloriosa, vida contra morte, juramentados por Hipocrates

Nessas lutas diarias, insanas, nem sempre ganhas, mas quando ganha...é a própria glória.

Principios de caridade, de profissionalismo...mas o que mesmo prevalece é a Fraternidade

A igualdade de um dia combatente da saude, outro dia paciente

São Homens, Mulheres, plenamente conscientes da material fragilidade

De medico à irmao, de atendente a parente, de enfermeiro um conforto... alívio.

Dos amigos e parente à orações em correntes....

É a força do divino amor Fraterno presente

O reconhecimento, a gratidão,  a abnegação e  desvelo, à humildade.

A todos irmãos, novos irmaos,que deram alento, conforto, cura e vida a tantas aflições

A corpos, a almas, a corações.... de jubilosos corações



 

publicado por SISTER às 08:11
tags:

Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO