Bem Vindos O que os homens chamam de amizade nada mais é do que uma aliança, uma conciliação de interesses recíprocos, uma troca de favores. Na realidade, é um sistema comercial, no qual o amor de si mesmo espera recolher alguma vantagem. La Ro

16
Mai 08

 Passado o amor ebulição
                  Aquele que é só paixão
                  Labaredas de fogo, de excitação
                  Ardendo dentro do nosso vulcão
                  Resta um amor prudente, amor de emoção...

                  Vivemos tantos amores na vida
                  De todas as maneiras, de sabores
                  Do casto amor ao profano, embriagador
                  Do amor sedutor, debaixo dos panos
                  Do amor sereno ao amor enganador...

                  Do amor jovem ao maduro
                  Uma escalada de encantamentos
                  Amores delicados, amores guardados
                  Sofridos, gostados, cheios de ardor
                  São momentos cheios de muito amor...

                  Temos o amor duradouro
                  E também o apressadinho
                  Dos jovens aos já velhinhos
                  No palco das emoções
                  Nossa verdade, realizações...

                  Chegando à maturidade
                  Aquela da só verdade
                  Da soma dos nossos anseios
                  Bailam e se perpetuam sentidos
                  De amores, de sonhos vividos...

                  O amor da madura idade
                  Tem de tudo que é castidade
                  Pois vividos os desejos loucos
                  Acalmados os desatinos
                  Ama como se fosse menino...

                  Agora mais calmo e sereno
                  É um amor de invernada
                  Mais sincero, mais ameno
                  Estimula nossos andares
                  Sendo perpétuos os caminhares...

                  Amemos o amor maduro
                  Fruto de antigas vivências
                  Amor delicado, enrugado
                  Grisalho de tão gostado
                  Amor leal, invejado...

                  Amor companheiro, amor camarada
                  Do compartilhar, do caminhar
                  Acariciando as rugas
                  Nossos cabelos grisalhos
                  Emenda nossos retalhos
                  Afaga nosso coração 
                  Amor de quase irmão...
                                                                                 
                  Myriam Peres

 

publicado por SISTER às 06:38

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO