Bem Vindos O que os homens chamam de amizade nada mais é do que uma aliança, uma conciliação de interesses recíprocos, uma troca de favores. Na realidade, é um sistema comercial, no qual o amor de si mesmo espera recolher alguma vantagem. La Ro

02
Mai 08

   Em nosso caminhar pela vida, sempre estamos encontrando problemas pela frente.  Aliás, o que realmente dá gosto à vida são exatamente as dificuldades que deveremos superar para conseguir nossos objetivos, pois é assim que poderemos mostrar nosso valor, justificando o espaço que estamos ocupando no mundo, e, porque não dizer, o ar que estamos respirando.

      "Nem  tudo  o que  se enfrenta pode  ser  modificado, mas  nada pode  ser  modificado, até  que seja  enfrentado"

      É assim que o célebre L'Inconnu define a coisa toda, pois muitas vezes, ao nos depararmos com alguma dificuldade, acreditamos não poder supera-la, e simplesmente desistimos, sem sequer tentar uma solução.  Acreditando ser imodificável, deixamos tudo de lado, muitas vezes engavetando projetos perfeitamente exeqüíveis, apenas porque "estava muito complicado".   Será que não haveria realmente uma solução?  Penso que devemos esgotar todas as tentativas possíveis, embora pareça ser mais prático esquecer tudo aquilo que estávamos tentando realizar.

      

      Afinal, perdemos algum tempo planejando aquilo, investimos alguma coisa no projeto.  De repente, tudo vai por água abaixo, seja por alguma falha no projeto inicial, seja por que alguém com quem contávamos para a sua execução desiste.  Enfim, existe toda sorte de problemas complicativos.   Antes de jogar tudo para o espaço, vamos repensar tudo, reexaminar o projeto.  Vamos, enfim, enfrentar o problema de frente para saber se realmente nada existe para se fazer.

      

      É nesses momentos que nossa criatividade, nosso espírito de sobrevivência é posto a prova.

      

      Imaginemo-nos nadando em um lago, ou em uma piscina deserta.  Estamos em pleno inverno, e resolvemos dar um mergulho. Bem no meio, na parte mais profunda, uma forte câimbra paralisa as duas pernas. A dor é insuportável.  Se nos deixarmos dominar pelo pânico, fatalmente nosso destino é um tranqüilo repouso no fundo. Temos que enfrentar essa dificuldade porque é nossa vida que está em jogo.  Se desistirmos de lutar... adeus. Como estou aqui,é porque consegui encontrar a solução antes de desistir.

      

      Assim devem ser enfrentados  todos os problemas que nos surgem pela frente.  Como se nossa vida dependesse de achar a saída mais adequada. E só saberemos que realmente estamos no famoso "beco sem saída", após esgotar todas as tentativas de uma solução.

      

      Todo êxito alcançado sempre se deve à capacidade de se contornar obstáculos, de tentar-se uma solução,  ao invés de simplesmente entregar os pontos.

      

      Quantos projetos interessantes são abandonados por causa disso, dessa desistência quando ainda havia algo a tentar.  Quanto de nossa vida é assim perdida.  Por vezes, ela mesma... Pela falta de coragem de enfrentar aquela câimbra fatídica... e havia uma solução, trabalhar com a mente para superar a dor, e conseguir se manter à tona e, lentamente, apenas na força dos braços, chegar a algum lugar onde existisse algum apoio.  Claro que não é fácil... mas é a vida que está em jogo.  Desistir da luta, seria desistir da vida. 

      Por que não pensar da mesma maneira ao encontrar obstáculos em nossa caminhada? Nossos objetivos representam nossa vida. Por que, então, desistir? Se as dificuldades são muitas, vamos repensar... vamos tentar e "retentar" (olha aí, Aurélio...).

      Algo que é muito fácil... Tenhamos UM LINDO DIA...


Marcial Salaverry

publicado por SISTER às 06:01

Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO