Bem Vindos O que os homens chamam de amizade nada mais é do que uma aliança, uma conciliação de interesses recíprocos, uma troca de favores. Na realidade, é um sistema comercial, no qual o amor de si mesmo espera recolher alguma vantagem. La Ro

07
Abr 08

Dentro de mim estão todos os meus gritos,

todos os meus silêncios, todas as minhas verdades

e todas as minhas mentiras.

Dentro de mim mora a culpa por viver e não ser feliz.

Como não ser feliz com esse céu que me oferece a

poesia e o abraço das nuvens do outono?

Os meus poemas brotam das trevas, não brotam da luz.

Esta é a verdade.

A mentira está nas canções que cantam as nascentes dos rios...

Dentro de mim tem um calabouço, e os meus sonhos

estão todos ali, presos e acorrentados.

Não sei onde guardei as chaves.

Pergunto-me:__ quem sou eu, que nem sabe onde

guardou as chaves do próprio apartamento?

Não encontro resposta, e tudo o que vejo e escuto

são os lábios e o estrondo da poesia.

Chove lá fora. Um raio quebrou o meu poema.

Amanhã recolho os pedaços das palavras

espalhadas dentro da carcaça, onde me encontro.

Quisera domar os meus instintos humanos.

Quisera ser dono de mim, assim como as aves,

os peixes e o cachorro do vizinho que me acorda

latindo poesia na madrugada.

Faria uma faxina completa nesta morada

e lançaria ao lixo toda a fúria que me impede

de acordar sorrindo com o canto dos pássaros...

Quisera dormir, e acordar poesia.

Eu, predador de mim.

 

© Nathan de Castro

publicado por SISTER às 08:46

Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO