Bem Vindos O que os homens chamam de amizade nada mais é do que uma aliança, uma conciliação de interesses recíprocos, uma troca de favores. Na realidade, é um sistema comercial, no qual o amor de si mesmo espera recolher alguma vantagem. La Ro

06
Abr 08

Elas são vaporosas,

Pálidas sombras, as rosas

Nadas da hora lunar...

 

Vêm, aéreas, dançar

Com perfumes soltos

Entre os canteiros e os buxos...

Chora no som dos repuxos

O ritmo que há nos seus vultos...

 

Passam e agitam a brisa...

Pálida, a pompa indecisa

Da sua flébil demora

Paira em auréola à hora...

 

Passam nos ritmos da sombra...

Ora é uma folha que tomba,

Ora uma brisa que treme

Sua leveza solene...

 

E assim vão indo, delindo

Seu perfil único e lindo,

Seu vulto feito de todas,

Nas alamedas, em rodas,

No jardim lívido e frio...

 

Passam sozinhas, a fio,

Como um fumo indo, a rarear,

Pelo ar longínquo e vazio,

Sob o, disperso pelo ar,

Pálido pálio lunar...

 
Fernando Pessoa

publicado por SISTER às 07:55

Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO