Bem Vindos O que os homens chamam de amizade nada mais é do que uma aliança, uma conciliação de interesses recíprocos, uma troca de favores. Na realidade, é um sistema comercial, no qual o amor de si mesmo espera recolher alguma vantagem. La Ro

02
Abr 11

      Agora, caminho entre os bosques de minha vida, com o coração dilacerado, a gritar pelo teu nome, em busca de teu carinho e consolo...

      Minhas mãos sentem a falta das tuas, que marcadas pelo tempo, me traziam a segurança, o carinho e o afeto de teus lábios, sempre a gotejarem doces palavras...



      Saudades de um tempo em que me sentia amado,

      que não temia o novo amanhecer, por poder contar contigo ao meu lado.

      Tempos estes, que deixaram marcas em minha alma,

      lembranças de nosso amor; de uma união que exalava pureza...

      Eras tu a minha deusa, senhora, poetisa, estrela maior!...



      De meus dias fazia minutos!... De meu nome fez história ao me conceder teus ensinamentos de honra, de moral e religião... A tua maneira meiga, a me ensinar a primeira oração, teu carinho em minhas noites de enfermidade, teu apoio em minhas quedas,

      teus ensinamentos em meus erros...



      Ah!... Doce Senhora, porque me deixaste? Porque partiste?...

      Deixaste meu coração dilacerado pela dor, dor esta, que nunca cicatriza, tira a inspiração do poeta, me torna órfão, perdido em meio ao universo...



      Quando ouço o cantar dos pássaros, quando meus olhos são presenteados com a linda visão do oceano, quando caminho entre as areias alvas, a lágrima roça minha face e te quero aqui!... Olho, grito, corro e me vejo só...



      Um dia, a morte, te retirou de mim, naquele dia, retirou o brilho da minha maior estrela!... Quero e acredito, que nossa separação é momentânea, e isto, me dá forças para prosseguir em meio a este mundo, que por vezes, me assusta.



      Hoje, queria, como fiz por anos, colher as rosas champanhe, colocar em teus braços, te beijar e ver teu sorriso a contemplar o momento...

      Recolho-me a meu cantinho, a espera que o sol, um dia, apresente enfim, o dia de nosso reencontro, e possa ai então, te ver e novamente estar em teus braços

       mãezinha amada...

      Beijos, Estrela da minha vida...

      

 

publicado por SISTER às 11:59

21
Fev 11

Entre o vale das paixões encontro-te...

Olhares trocados, beijos, sussurros, juras de amor eterno,

começamos a cavalgar pelos dias como se fossemos donos do planeta

pouco importando se dias se colocariam com o sol, ou nublados...

Éramos donos do tempo...



Passamos pelos dias com a certeza que nossos corações

jamais teriam dúvidas de nosso amor,

e, ao cavalgar entre borboletas

que saudava-nos em nossa historia de magia,

conhecemos a cor e o encanto...



O bater de asas ensejava liberdade de voar...

Encontrávamos pelos bosques, vivenciando a beleza de arbustos e flores

entre o forte e delicado éramos exemplos de corações apaixonados

que não sentiam o cavalgar do tempo...

Entre flores, fizemos aconchego de nossas emoções,

entre as águas banhamos nossos corpos

entregue aos segredos da lua dos amantes,

e, entre as nuvens sentíamos a renovação desta força...



Passamos a cavalgar entre pedras e caminhos que antes pareciam fáceis, transformaram-se em percursos de exaustão...

Entre eles postar-se-iam a tentação, por momentos a tropeçar,

pudemos logo ver sermos únicos, e sobre nossos corcéis

demos costas das tristes lembranças...



De mãos entrelaçadas...

Partimos novamente pelos territórios que se apresentavam a cavalgar, enfrentando nossas dificuldades, agora com nossos corações...

Que se fez renovado pela dor, e de nossos dias fizemos dias de sublime relação entregando-se de vez a este amor que serve como nosso alimento

Nossos corcéis passam a ser alados, encantados...

Levando-nos, enfim, a uma vida

onde nossa cavalgada não encontrará mais obstáculos...




publicado por SISTER às 15:10

04
Fev 11

Enquanto...

Adultos entre si não se entendem,

Disputam-se em espaços, promovem guerras,

Buscam através da violência resolver suas questões...

Enquanto...

Há jovens que se entregam às drogas,

à escuridão do prazer sem conseqüências...

Enquanto...

Assistimos famílias sendo destruídas,

Lares despedaçados pela traição,

pela falta de união...

Enquanto...

Vimos amigos traindo-nos de forma mesquinha...

Em nossos olhos bater o desânimo

frente a tudo isto que somos obrigados a conviver...

Enquanto...

O nosso planeta é atacado pelos poluentes das grandes nações,

Nossas matas são devastadas,

Crianças com fome e sem estudo...

Enquanto...

nos bate esta descrença neste estado de todas as coisas!...



Vem mais uma vez a criança!...

Simbologia máxima da pureza,

e nos passa uma grande lição de vida,

Ela, e seu fiel amigo, juntos a orar...



Quem sabe se não é por nós mesmos adultos!?...

Que por fezes fugimos de nossa fé.

(Fé, base para vencermos e acreditarmos)...

Que o mundo haverá de ter uma nova chance!

Que devemos lutar pelo amor!

Aproximarmos de nosso semelhante!

Que frente às nossas vidas a palavra entendimento...

Perdão, reconhecimento, respeito!

Que devemos edificar um mundo melhor para nossas crianças!



Esta imagem lembra-me de minha infância...

A primeira oração...(ensinamento de mãe)

Ah! Gesto soberano  desta criança!...

Ó gesto a ser pensado...

Quanto temos que mudar por eles?!...

Por nossos pequenos!...

Que, mais uma vez, nos trazem esta lição de amor,

de fé e de esperança,

Um horizonte sem tanta intriga,

Sem tantas desigualdades sociais, sem guerras,

Voltados todos a Deus...

Exercendo o seu maior ensinamento, O Amor!...



Neste instante...

Que tomado pela emoção as lágrimas presentes à face,

Quero agradecer a todas vocês, crianças do Planeta!...

Com esta imagem...

Fizeram-me acreditar novamente...

Que a terra ainda tem uma chance!

Daí o porquê...

Dizem os sábios!...

Os melhores professores...

são as Crianças!...





publicado por SISTER às 16:18

02
Dez 10

Na tua imensidão de beleza

vejo-te oferecendo a teus filhos

o Solo em que brota o alimento,

as Águas em que nos mata a sede e da a vida,

o Sol que brilha em beleza e harmonia...

(parecendo ter sido colocado ali só para ti).



Teu Oceano...

recebe em suas águas azuis,

teus filhos também na distração,

e oferece alimento rico tal como a terra...



Vejo-te como senhora absoluta,

acima até mesmo das outras, e vejo muitos falarem:

"Tu és o lugar escolhido pelo rei e criador do universo!"...



Aí paro!...diante de teus Riachos

que me ofereces com relutante beleza

e penso...O quanto nós teus filhos tiramos de ti...

Destruímos as Florestas em busca da madeira rara,

e com isso lá assustamos teus Pássaros

invadimos o habitat de nossos animais...

e eles perdidos, por vezes morrem,

a procura de outro lugar semelhante,

engraçado...(se nossa casa invadem temos até leis

que nos protegem e nos sentimos ofendidos,

porém, quando somos nós os invasores

este mesmo peso e medida não te serve)...



Continuo a pensar...

Vejo tuas estradas cheio de pessoas que correm atrás de ares diferente...(Porque onde estão tudo se faz pesado)...

e vejo as grandes enchentes

percebo o descaso dos governantes

escolhidos por um povo de coração doce

que se deixa levar por falsas promessas...



Mas, logo em seguida,

este bravo povo volta a ter confiança no futuro próximo,

logo após as grandes perdas...

vejo todos de mão entrelaçadas trabalhando por seu próximo...







Tu és! A mãe gentil que recebe em teu seio

o branco o negro o amarelo o mestiço povos de outros continentes, acolhe a todos em teu imenso peito...



Falta nos a consciência de que agora precisamos voltar a ti

adorável mãe...

e tratá-la com delicadeza e carinho,

afim de vir a ser o grande celeiro do planeta terra,

para isto, basta que cada um de nossos gestos,

sejam praticados com muito amor,



Vê-la como mãe e observarmos enfim que somos teus filhos,



publicado por SISTER às 16:54

28
Nov 10

Contigo vivo esta loucura que me leva ao cosmo,

De ti faço minhas palavras, minha doce melodia...

Semeio flores da alegria aos caminhos que nos recebem

Somos agora poemas que tocam corações

Somos o calor de corpos a roçar de forma frenética

pelas noites e madrugadas,

exalando o cheiro de nosso aroma...





Você é meu arco íris,

Aquece mais que o próprio astro rei...

Você é minha brisa a tocar-me a face

Trazendo-me a paz...

Você é meu alado,

Percorro o universo fazendo amor contigo

da terra às nuvens mais distantes...





Quando nossos corpos se entregam

ao prazer sem limites

Tudo é deixado de lado e fechamos nossa janela,

como se fossemos únicos a habitar o universo...

Nossos sussurros transformam-se em melodia erótica

tocam corpos e corações antes adormecidos.





Somos isto, eu e você, mistério puro, força única...

Algo que nada consegue explicar.

Agora unidas,

nossas almas vão enfim saborear cada instante,

ultrapassar a linha do tempo,

perpetuar para sempre nossa existência...


publicado por SISTER às 15:50

27
Nov 10

Vestia-me de mensageiro

e saia em busca de lindos versos,

para como carteiro entregar a outros,

que não conhecia...

Assim, através desta máquina...

em que alguns, não sei por quê?, chamam de fria,

ia...pouco a pouco...

lendo, escolhendo, encaminhando, lindos poemas,

imaginava...Nossa...

"Que ser lindo este que consegue tocar-me o coração".



Certo dia,

Deparei-me com o "desabafo" em forma de verso,

de uma destas grandes poetisas,

e ela, em sua escrita,

ameaça brigar com as letras,

Sem pensar...fui...

e lá coloquei meu grito desesperado

para que ela não me abandonasse

com seus versos que encantavam meus dias...



Pronto!

Veio uma destas estrelinhas que existe na vida da gente e lançou-me neste mundo de grandes emoções,

Assustado...Quando fui me dar conta...

Ao meu lado estava uma destas grandes senhoras da escrita,

pelas mãos...pegou-me e lançou-me em meio aos grandes...aqueles dos quais me faziam sonhar...



Hoje aqui estou, os dedos tremem...

sento-me frente a esta máquina,

que me é fiel companheira,

e coloco tudo,

que minha alma naquele instante quer falar,

Por vezes,

recebo tal número de elogios e salvas que me assusto, por outras vezes, bem menos, mais sempre alguma menção.

Nossa e agora!?

Existem alguns que teimam em me chamar de "poeta", nossa...teria eu o direito de usar tamanho título,

nossa...poetas são seres que falam a anjos...

Acho que não!?...

Continuo sendo apenas um mensageiro,

que se transforma em carteiro,

e entrega o que carrego em meu peito

e divido com muitos...

os meus pensamentos mais íntimos...

Apenas isto!





publicado por SISTER às 17:00

25
Nov 10

Vem minha querida, deixe nossos dias coloridos!...

Vem, exale o aroma das flores a todos os corações...

Espalhe tua mensagem de beleza e encanto...



Traz a alegria dos pássaros.

Dos pequenos que vão brincar nas pracinhas.



Vem doce e querida, encante os apaixonados!

Faz dos dias tristes; alegres...

Afinal, tu és única entre todas,

com tua delicadeza e  encanto.



Os dias dominados por ti se tornam leves.

A terra deixa o seu marrom

e enaltece tuas pequenas multicoloridas...



Os pássaros trabalham como operários do amor

semeando em campos solitários tua magia.



Vem querida, a esta nação de gente boa, trabalhadora,

que mesmo sofrida acredita no amanhã.



Deixe teu charme, tua cor e teu aroma em todos os lugares.



Encante os corações tristonhos,

envolva a tristeza com tua beleza,

amenize a dor com o néctar da esperança,

saúde os anjos que nos protegem.



Faz-nos os teus jardineiros

em torno de semear a paz e o amor!

Vem, desponte agora como pequena...

Logo, já estas posta a florir e depois...

Deixe-nos uma árvore imensa...

Que linda és tu, magia encantadora!



Tu és a primavera!




publicado por SISTER às 15:33

21
Nov 10

Ah, senhor chamado tempo...

Amigo de minhas dores,

Confidente das minhas decepções,

Médico de minha alma.

Tempo que leva as impurezas lançadas,

Tempo que sepulta o rancor,

Ah, tempo!...



Que renova dando-me novas chances,

Tempo que me apresenta os raios de luz

Depois do temporal;

Tempo professor franco,

Amigo doce e amargo;

Tempo de cada dia de vida,

De dias novos para caminhar com dignidade.



Tempo...

Senhor que revela a verdade,

Contra vós nada poderão os falsos,

Os mentirosos, os criminosos...

Tu retiras-lhes as máscaras.

Tempo que faz a história de quem ama,

Sepulta os contos de semeadores da intriga.



Tempo que nos apresenta os verdadeiros amigos,

E, de forma dura os falsos amores,

Tempo que se vai...

Só não vos temem os que contigo vivem

Em comunhão do amor.



Senhor tempo, senhor dos senhores,

Em cujo único comandante é o Rei do Universo,

Dá-me a correção que necessito...

Não temerei o novo amanhecer

Pois que ontem, diante de vós,

Com meus atos cumpri o meu papel.

A ti não temo! A ti me entrego tempo!




publicado por SISTER às 14:40

12
Nov 10

Que é isto que sinto?!...

Que queima minha alma!...

Entra por minhas entranhas

Faz a razão submergir...



Que é isto,

Que se faz presente em mim?!...

Passo a não discernir,

A razão me vai...

Perco a noção do tempo,

Fundindo o dia e a noite!

Num tempo sem tempo...



Estranho!...

Não há tempo nem espaço

Não há razão

No domínio de mim!...

Em mim tudo é você...

Torna-se você num só instante

Tal como Omega...



Que é isto

Que me faz menino?!

Perdido em meu sentir,

Anula meus pudores,

Me faz perder de vez

O controle de atitudes e ações,

Domina emoções!..



Que é isto

Que faz meu coração

Pulsar mais forte?!

Meu olhar ir ao infinito

Só em busca dos teus olhos!...



Que é isto

Que me faz renunciar

A todos os bens?!...

Torna-me de nobre

Um pobre plebeu!...



Que é isto

Que me faz tremer?!

E buscar no teu calor

Minha renovação!...

O que é isto afinal?

Que me torna teu escravo...



O que é isto

Que se fez mais importante

Do que o alimento?!...

Que arrebata de mim

Qualquer vontade,

Dando lugar

Só a sentimentos?!...



Que é isto

Que revive lembranças,

Doces pecados!?...

Ah quanta lembrança!...



Mas o que é isto afinal?!

Será amor?!...




publicado por SISTER às 12:59

17
Out 10

Doce olhar penetrante em misto de sedução e ingenuidade
doçura viva de uma alma límpida.
Procurando seu novo porto seguro
Teus cílios marcantes
fazem o contorno em teus olhos de jabuticaba, Meus agora...
De ora em diante os próprios condutores de meu  viver!

Tua pele lembra-me da leveza dos lírios a tocar-me o rosto
em teu ouvido baixinho trocar nossos versinhos de amor,
Como crianças por momentos,
como amantes com furor em outros;
em cada um destes instantes mágicos, marcantes o suficiente.
Para se perpetuarem diante dos deuses de amor,
Tocá-los; e sermos agraciados com suas bênçãos...

E em nosso olimpo próprio agora envolvemos nossas almas
neste entrelace de corpos e entrega apaixonada,
onde juras se fazem de amor eterno
simples promessas não são pactos diante do próprio universo

Um pacto que será delicioso cumprir e viver,
aqui e acolá; hoje e amanhã...
O tempo é nosso, o sol, a lua e as estrelas ao nosso redor,
Assistem nossa dança sobre este universo antes pálido,
Agora tocado pelas cores do amor
meio ao infinito nossa marca maior!



publicado por SISTER às 12:16

Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


tags

todas as tags

tradutor
Música
mais sobre mim
pesquisar
 
Sister online
Selo

blogs SAPO