Bem Vindos O que os homens chamam de amizade nada mais é do que uma aliança, uma conciliação de interesses recíprocos, uma troca de favores. Na realidade, é um sistema comercial, no qual o amor de si mesmo espera recolher alguma vantagem. La Ro

09
Nov 09

Tudo passa tudo passa
o tempo passa o rio
passa a dor passa a alegria
passa a lua passa o sol
o que se alisa é passado
passa o choro passa o riso
a mocidade ela passa
é passageira a ilusão
passa o mal passa-se bem
passa o cão a uva passa
o passado já passou
e se por aqui não passares
meu amor por ti vai passar
com jeito de amarrotado...

publicado por SISTER às 08:20

06
Out 09

              Quando vieres respirarei breve
              com a calma da primavera,
              com a vivacidade de uma andorinha
              que constrói o seu ninho.
              Pois quando  chegares, de festa  me vestirei
              a música mais bela ouvirei
              perfume francês,laços e fitas
              sandálias douradas e jóias de grife usarei
              numa ansiosa espera de uma doce demora
              Entregar-me-ei então ao mundo
              com a alma mais leve e solta.
              Capaz de acarinhar
              a escassez da compreensão.
              Pois ontem de festa vestida
              minh'alma acelerada
              ouviu tua voz compassada
              dizer-me ao telefone
              -um dia, logo, te irei raptar
              O coração acelerou
              a mínima  demora será motivo
              de mais uma vez ao espelho ir-me olhar
              estarei bela?
              Ou deverei de roupa trocar?
              Afinal não é todo dia
              que se encontra um grande amor
              daqueles sempre sonhado
              mas nunca realizado
              Chegarás breve
              Respirarei um alívio
              valioso e indescritível.
              Respirarei um ar mais puro e fresco,
              mais limpo de medos.
              Pois vou vestir-me de festa
              apenas para te esperar..
              E prometo-te teu amor serei
               e rotinas nunca terás
              Pois pra ti amor sonhado
              sempre de festa estarei vestida
              e festas mil em ti farei...

publicado por SISTER às 08:51

13
Ago 09


        Existe algo em ti
        que me desnuda as vergonhas,
        me torno sangue a correr por tuas veias,
        tornas-te vampiro e me deglute.
        Me torno rameira p'ras tuas noites de prazer
        te tornas santo pra que eu posso
        devota
        por teu amor implorar!

        Que direito tens tu
        de assim me invadir?
        Sabes bem que por ti de tudo desisto
          me rendo, entrego todas as armas,
        hasteio a bandeira branca,
        me dou, darei, tudo serei
        és  isto que desejas?

        Serei tua em todos os sentidos,
        em noites de calor, doces suores,
        no frio inverno, coberta para te aquecer,
        na escuridão, serei teus olhos,
        na mudes,tua voz maviosa,
        na tua pele,serei teu cheiro,!

        Farei de ti á minha pátria,
        demarcarás com teus braços minhas fronteiras,
        matarás com teus beijos minha fome
        meus desejos de amor
        Inventarei nomes bonitos
        para que me chames tua,
        teu chão, tua terra, teu país
        onde deitarei minhas raízes
        e ficarei assim feliz felina......

publicado por SISTER às 08:20

06
Jul 09

Que o vento leve o tempo
que eu finjo que não entendo
o que ele quer de mim
que o vento leve o tempo
pois mesmo não sabendo
ele está a arrancar-te de dentro de mim
que o vento leve o tempo
pois só vai ficar um amor tremendo
depois de tudo o que escrevi!

publicado por SISTER às 11:06

27
Mai 09

Meus olhos lacrimejantes
viram que  não havia alegria, 
onde plantei  fantasias
a imaginação era uma orquídea
que nunca florescia
o poema minha definição
do ser e  de ser
a mulher sinfônica,
que baila na vida,
mesmo nas dores
Meus olhos lacrimejantes
que tudo viram, também sentiram,
que lacrimejantes, nublam meus dias, 
mas não mudam o meu sentido de viver.

 

publicado por SISTER às 07:11

07
Mai 09


          São teus beijos que me calam
          Que me atordoam
          Me abalam
          E me tiram desta mesa
          Onde  horas fico sentada
          A escrever palavras
          Elas resvalam pela ribeira da vida
          Palavra tão minha como tua
          Palavras tortas e esquecidas
          Palavras agnósticas e crentes
          Palavras frias e perdidas
          Palavras doces e quentes
          Palavras que são sem o serem
          Na ubiquidade de quem usa a pena
          Palavras que falam sem se lerem
          Palavras secas no meio do Sena
          É a palavra que se dá por real e meio
          No livro que se compra quando se vende
          É a palavra que se escreve por paleio
          Na conversa que se tem...
          no meio de tanta gente
          São palavras... no agora de uma conclusão
          São traços... abordados no livro que se deseja
          Palavras... nascidas no principio da solidão
          Da primeira página. que por amor ali se deixa
          Quando chegas manso
          E me calas
          Com teu beijo de paixão...

publicado por SISTER às 08:02

26
Abr 09

            Fui água
            pura, cristalina... líquida
            Amei  a flexibilidade do ser água
            pois permitiu-me
            andar diferentes caminhos,
            fui agua saborosa... inodora
            nunca gasosa... ser gasosa é ser invisível,
            intocável,  odeio a invisibilidade
             que  torna tudo  frio e sem vida..

            Gostei do ser água nascente da fonte
            sentir que matei a sede a alguém e me fui
            caminho abaixo no rolar com outras águas que correm
            para o mar,  mesmo o das tormentas,
            sempre acolhe carinhosamente águas dos rios.

            Fui água a caminhando brilhante ao  alvorecer um dia novo,
            mesmo que lembranças de pedras
            deixadas outrora no caminho ainda me doa
            e as marcas que ficaram persistentes no corpo
            denunciem a dor do passado,
            Com estas marcas criei  um futuro de felicidade
            espelhada em cada rolar de rios e mares
            ora calmos, ora tempestuosos.

            Não importa as quedas, as águas chegam ao mar
            viabilizando a vida que o mesmo carrega em si
            Fui água que chegou ao mar...meu destino
            Hoje sou peixe d"água doce nadando no mar.

publicado por SISTER às 11:23

21
Abr 09

      Senhora Minha
      Os sonhos são viagens inacabadas em
      caminhos dos devaneios, realidades possíveis e
      imagináveis de vidas que crêem no possível.

      Creio ser melhor construíres realidades mesmo
      quando os caminhos são pedregosos e
      chove na vida, no horizonte e as nuvens
      negras da solidão agrupam-se sobre ti.

      Senhora Minha em nossa vida tu:
      És pássaro a voar em dia de tempestade
      a crer em sonhos buscáveis no riacho
      da fé e da esperança que corre dos
      sentimentos de ser para ser.

      És esperança minha e d'outros
      que alimentam-se com teus olhares,
      com teus toques,
      com o teu poetar da vida, do amor,
      do querer fazer para nós que te amamos
      uma vida criada por vossos sonhos.

      És emoções, em lágrimas de dor e de prazer
      gerado pelo fluir do amor como bálsamo curativo
      para o febril,
      És toque e cheiro do pulsar da vida
      que manifesta-se em riso e beijos.

      Oral por natureza,
      gostas de ouvir, acalentar,
      aconchegar a alma e corpo,
      como forma de acalentar-nos do inóspito da vida
      Mas lágrimas de dor, não quero mais ver Senhora Minha
      teus olhos são muito lindos
      para tal sofrimento
      Buscas vive-lá como dádiva de amor para
      que a vida seja linda apesar de tantas marcas e dores.

      Tens uma mão aberta com caminhos  de sonhos e prazer,
      com o cheiro de terra molhada e café
      com bolo de milho nas manhãs frias do interior:
      és o cheiro das manhãs e o gosto das maças,

      Quando chorares,
      que seja emoção do prazer de ressuscitar
      tantas vezes quanto as manhãs,
      que seja sempre de esperança no que há de vir,
      que assim sempre seja Senhora Minha.....quanto egoísmo meu
      És Senhora Nossa
      que em cada dia traz-nos uma oportunidade da vida
      que nos faz diariamente renascer.
      Senhora Minha não mate nossos sonhos
      eles vivem de ti e em ti.....

publicado por SISTER às 07:27

12
Jan 09

Hoje gotas de orvalho
cairam suavemente em minha face...
A forma como o fez,
tão leve e sentida,
parecia-me querer dizer algo,
contar tua vida!
Senti que estas gotas não eram as mesmas,
que já haviam um dia me tocado
parecia alegre...
Talvez,
o teu mundo fosse feliz,
fosse um sorriso!
Talvez o teu sonho fosse belo,
fosse a tua luz...
Esta gota tão suve
este sopro da Natureza,
não era apenas uma gota,
era luar,
era uma imensa felicidade!
Eras tu entando em minha vida
querias falar -me
querias contar-me histórias...
mas, eu não te ouvi,
deixei que fosse em teu caminho!
Perdi-o pelos trilhos da Natureza,
voastes até não sei onde...
Se ao menos este doce orvalho
me tivesse pedido algo,
Talvez felicidade,
um breve sorriso,
uma alegria!
Mas, como eu não o ouvi
ele nada me pediu,
Fiquei igual ao que fui,
perdida
entre a desilusão antiga
e uma imensa solidão..
Perdida em sonhos que não o foram,
em sorrisos breves,
sorrisos
que foram da alma com o corpo a contradição !
Tu doce gota de orvalho me queria dar a vida,
dar uma luz de felicidade...
Enfim, onde estás,
como quero-te!!
Vou pegar em minhas tristezas 
correr, correr até ti...
Não sei onde vou,
que sentimentos 
que vida tenho,
Apenas em ti me escondo,
esqueço que existo,
Não importa o que fui ontem,
o que ignorei,
Somente quero seguir-te,
 Te amo!

publicado por SISTER às 08:09

27
Set 08

          Orante:

          

          Hoje, estou com pressa.

          Vou rezar, depressa este Pai Nosso...

          "Pai Nosso que estais nos Céus".

          

          Deus:

          

          Sim, diz lá, o que queres de mim?

          

          Orante:

          

          Eu estou a rezar o Pai Nosso.

          Por favor, deixe-me em paz.

          Estou com pressa!

          

          Deus:

          

          Então mas não estavas a chamar por mim?

          Eu ouvi-te dizer:

          Pai Nosso que estais nos céus!

          

          Orante:

          

          Eu?!

          Bem, eu nem estava a pensar no Senhor,

          não meu Deus!!!

          Eu estava a rezar! Bem, deixa-me continuar. 

          Desculpa, estou com muita pressa...

          

          Deus:

          

          Está bem!!!

          Só pensei que querias falar comigo. 

          Mais nada!

          Se te puder ajudar nalguma coisa!!!

          

          Orante:

          

          Não, nada de especial. Obrigado.

          Estou só a rezar.

          Não preciso de nada não.

          Posso continuar?

          "Santificado seja o Vosso Nome..."

          

          Deus:

          

          Eu gostaria de saber se realmente

          o meu nome tem alguma importância

          na tua vida...

          ao chamares tantas vezes por mim,

          faze-o com consciência?

          

          Orante:

          

          É... mais ou menos!

          Mas, por favor,

          deixa-me acabar a oração.

          Estou atrasado...

          "Venha a nós o Vosso Reino,

          seja feita a Vossa vontade assim na

          terra como no céu...

          

          Deus:

          

          Sim, estou a ouvir do céu.

          Mas poder-me-ás dizer o que estás

          a fazer para que o meu Reino

          aconteça no meio das pessoas?

          Preocupas-te mesmo em fazer

          a minha vontade?

          De que maneira?

          

          Orante:

          

          Bem... eu,

          de vez em quando, vou à missa, 

          ás vezes rezo a noite ou de manhã,

          pago a côngrua à paróquia... e,

          as vezes,

          até dou algum trocado para os pobres,

          mesmo não estando bem

          de acordo com esses...

          

          Deus:

          

          É a isso que chamas

          "fazer a minha vontade na terra?"

          Achas que quero coisas ou prefiro

          que ajudes os necessitados?

          O que me agrada é tudo o que fazes

          em favor daquele que sofre.

          Visita os presos, os doentes,

          promove a vida,

          anima os tristes e os desesperados,

          ajuda as crianças, os velhos,

          os marginalizados,

          ajuda a resolver os problemas...

          

          Orante:

          

          Certo, certo...

          Mas muita coisa que reclamas,

          Senhor, não é bem comigo, não!

          É mais com o governo,

          com a câmara, com os padres,

          com as freiras, entendes?

          Mas, desculpa, OK?

          Essas coisas estão a atrapalhar

          a minha oração.

          Olha, eu vou continuar a minha reza.

          Com essas interrupções vou até

          esquecer a seqüência da oração...


          Deus:

          

          Desculpa?

          Eu pensei que a tua oração fosse

          sincera ao pedir-me que a minha

          vontade se fizesse entre vós...

          pensei que fosses sincero e honesto comigo...

          mas... tudo bem,

          podes continuar a tua oração...

          

          Orante:

          

          "O pão nosso de cada dia nos dai hoje.

          Perdoai..."


          Deus:

          

          Acabo de anotar o teu pedido:

          pão para cada dia. 

          Mas diz-me uma coisa:

          é para ti que estás a pedir pão

          ou para milhares de famintos da terra?

          Parece-me que estás preocupado

          com o teu peso, até fazes dieta...

          não será porque tens alimentos

          de sobra,
          Enquanto os outros fazem dieta forçada

          pela injustiça social?

          

          Orante:

          

          Ufa!!!

          Está difícil rezar este Pai Nosso, hoje!

          Cortas-me a devoção!

          Vou continuar.

          Por favor, não me interrompas,

          está bem? 

          "Perdoai as nossas ofensas,

          assim como nós perdoamos a quem

          nos tem ofendido...


          Deus:

          

          Perdão se interrompo de novo.

          Eu ouvi sim, o teu pedido de perdão,

          só que, antes,

          deixa que eu te apresente a lista

          de pessoas a quem deves perdoar,

          amar e respeitar mais.

          Tu estás a condicionar o meu perdão

          ao teu perdão...

          eis a lista de nomes...

          

          Orante:

          

          Ah! Essa não!

          Olha só,

          se tu conhecesses essas pessoas...

          queria ver!...

          E ainda mais, se eu perdoar,

          se voltar a ter amizade,

          se ajudar essas pessoas que me ofenderam,

          aonde vai parar o meu prestígio?


          Deus:

          

          E eu?

          Há quantos anos te estou a perdoar?

          A coisa é assim:

          se tu perdoares,

          eu também te perdôo e te dou a paz.

          Caso contrário, nada feito.

          

          Orante:

          

          É, entendi...

          Mas não sei o que fazer, não.

          Agora eu quero acabar de rezar

          esta minha oração:

          "Não nos deixeis cair em tentação,

          mas livrai-nos do mal".


          Deus:

          

          Muito bem! Gostei do teu pedido,

          que eu te livre de todo o mal.

          E eu o farei com todo o prazer.

          Só que eu queria que me dissesses:

          quais as pessoas que te tentam

          para o mal?

          Que ambientes freqüentas?

          Que idéias alimentas?

          Que ações desonestas costumas

          praticar?

          

          Orante:

          

          Como?

          O que queres saber desta vez?


          Deus:

          

          O que fazes para crescer e aprofundar

          a tua fé e a tua esperança?

          Como estás a amar o próximo,

          o irmão que vive ao teu lado?

          E aqueles marginalizados pela sociedade?

          

          Orante:

          

          Bem... bem... meu querido bom Deus!

          Tudo bem, tudo bem.

          Mas só te digo uma coisa:

          eu nunca me tinha confrontado

          contigo na oração.

          Eu rezava e pronto.

          Sabes,

          esta foi a oração mais difícil da

          minha vida...

          Mas, pensando bem,

          valeu a pena.
          Mesmo tendo me atrasado tanto...


          Deus:

          

          Sinto alegria em ajudar aquele que

          se dispõe a cumprir aquilo que me pede.

          Sou Pai, sim,

          e amo os meus filhos e filhas.

          Só quero o bem para cada um.

          Ofereço a minha luz,

          a minha graça e força a todos os(as)

          que me pedem de verdade
          Todas as vezes que sou anjo não

          me  surpreendo apenas sinto

          as agruras do destino e me deixo

          sorrir.

           Sorrindo sou mais anjo

          do que todos  os demônios.


          

          

          

         

publicado por SISTER às 08:20

Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


tags

todas as tags

tradutor
Música
mais sobre mim
pesquisar
 
Sister online
Selo

blogs SAPO