Bem Vindos O que os homens chamam de amizade nada mais é do que uma aliança, uma conciliação de interesses recíprocos, uma troca de favores. Na realidade, é um sistema comercial, no qual o amor de si mesmo espera recolher alguma vantagem. La Ro

04
Jan 11

Quanto menos trabalho, mais preguiça.

Quanto menos esforço, mais estagnação.

Quanto menos direito, mais insegurança.

Quanto menos serviço, mais penúria.

Quanto menos fé, mais desconfiança.

Quanto menos caridade, mais aspereza.

Quanto menos entendimento, mais perturbação.

Quanto menos bondade, mais intolerância.

Quanto menos diligência, mais necessidade.

Quanto menos simpatia, mais obstáculos.

Quanto mais fizeres pelos outros, mais receberás do próximo em teu beneficio.

Quanto mais auxiliares, mais serás auxiliado.

Quanto mais aprenderem, mais saberás.

Quanto mais te aplicares ao bem, mais o bem te glorificará o caminho.

Quanto mais te consagrares ao próprio dever, mais respeito e mais nobreza te coroarão.

Quanto mais te dedicares ao plantio da fé pela compreensão de nossa insignificância, à frente do Senhor, mais a fé brilhará em tua fronte.

Quanto mais sacrifício puderes suportar, mais alta ser-te-á a própria sublimação.

Quanto mais te humilhares, buscando a posição do fiel servidor da Divina Bondade, mais engrandecido te farás diante da Lei.

Quanto mais suportares as falhas alheias, usando a paciência e a afabilidade, mais amor conquistarás naqueles que te observam e seguem.

Quanto mais souberes perder nas ilusões da Terra, rendendo culto diário à reta consciência, mais lucrarás na Imortalidade Vitoriosa.



Recordemos o ensinamento do Cristo "ao que mais tiver mais lhe será acrescentado".



E, aumentando a nossa boa vontade no trabalho que o senhor nos concede para as horas de cada dia, estejamos convictos de que mais seguramente avançaremos no rumo de nossa própria libertação.

publicado por SISTER às 17:03

27
Mai 10

Sede fortalecidos no Senhor." - Paulo. (Efésios, 6:10.)

Há muita gente que se julga forte...

Nos recursos financeiros, que surgem e fogem.

Na posse de terras, que se transferem de dono.

Na beleza física, que brilha e passa.

Nos parentes importantes, que se transformam.

Na cultura da inteligência que, muitas vezes, se engana.

Na popularidade, que conduz à desilusão.

No poder político, que o tempo desfaz.

No oásis de felicidade exclusivista, que a tempestade destrói.

Sim, há muita gente que supõe vencer hoje para acabar vencida amanhã.

Todavia, somente a consciência edificada na fé, pelos deveres bem cumpridos à face das Leis Eternas, consegue sustentar-se, invulnerável, sobre o domínio próprio.

Somente quem sabe sacrificar-se por amor encontra a incorruptível segurança.

Fortaleçamo-nos, pois, no Senhor e sigamos, de alma erguida, para a frente, na execução da tarefa que o Divino Mestre nos confiou.




publicado por SISTER às 10:47

26
Mai 10

Não recebemos qualquer aquisição sem preço correspondente. Fatos comezinhos da existência material esclarecem-nos vivamante nesse sentido. Por que motivo aguardaríamos vantagens da compreensão sem o trabalho preciso? Não se dependura a virtude no santuário da consciência, como objeto de adorno em tabiques exteriores. 
Faz-se preciso renovar a mente e purificar o coração. Não adquiriremos patrimônios da imortalidade, guardando acervos de pensamentos do campo mortal.
Não nos renovaremos em Cristo, perseverando nas velhas fantasias da esfera transitória.
Para elevar a própria vida é imprescindível gastar muitas emoções, aparar inúmeras arestas da personalidade, reajustar conceitos e combater sistematicamente a ilusão.




publicado por SISTER às 11:04

12
Mai 10

Não recebemos qualquer aquisição sem preço correspondente. Fatos comezinhos da existência material esclarecem-nos vivamante nesse sentido. Por que motivo aguardaríamos vantagens da compreensão sem o trabalho preciso? Não se dependura a virtude no santuário da consciência, como objeto de adorno em tabiques exteriores. 
Faz-se preciso renovar a mente e purificar o coração. Não adquiriremos patrimônios da imortalidade, guardando acervos de pensamentos do campo mortal.
Não nos renovaremos em Cristo, perseverando nas velhas fantasias da esfera transitória.
Para elevar a própria vida é imprescindível gastar muitas emoções, aparar inúmeras arestas da personalidade, reajustar conceitos e combater sistematicamente a ilusão.


publicado por SISTER às 17:05

02
Abr 10

Ainda e sempre, a vaidade humana prossegue
na caça incessante aos títulos máximos na Terra.
Cartazes da imprensa e programas teleradiofônicos
na atualidade cogitam de campeões variados que brilham,
passageiros, na ribalta do mundo.
O maior pensador...
O maior cientista...
O maior industrial...
O artista maior...
*
E o campo de realizações terrestres,
copiando-lhes o impulso, apresenta
com garbo os seus expoentes mais altos...
O maior arranha-céu...
O maior transatlântico...
O maior espetáculo...
A fortuna maior...
Todavia, semelhantes pruridos de
evidência terrestre não são novos.
*
Há quase vinte séculos, surgiam eles
igualmente no colégio dos seguidores humildes do Senhor.
Nem mesmo os aprendizes do Evangelho,
despretensiosos e simples conseguiram fugir
à tentação do destaque pessoal.
Eles próprios, na antevisão do paraíso,
indagaram do Mestre, com desassombro inconsciente:
- Quem seria o maior no Reino dos Céus?
E a resposta do Cristo, ainda hoje,
é um desafio à nossa fé.
O maior no Reino do Amor será sempre aquele
que se fizer o servo infatigável de todos, aquele que,
em se esquecendo, oferece aos outros a própria
alegria que não possui, e que, em se ajustando à
máquina do bem, possa apagar-se, contente e anônimo,
atendendo, no lugar que lhe é próprio,
a tarefa que o Senhor lhe determina...
*
Se procuras a comunhão com Jesus,
onde estiverdes, olvida a ti mesmo pela glória de ser útil.
Ajuda, aprende, ampara, compreende, crê e espera cada dia...
E, servindo sempre, encontrarás com
o Mestre Divino a felicidade perfeita, penetrando com Ele o
segredo sublime da cruz, pelo qual, em se
rendendo à suprema renúncia, fez-se a luz das nações
e a esperança da Humanidade inteira.

publicado por SISTER às 13:59

02
Dez 09

“Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me” - JESUS (MARCOS, 8:34)

Ninguém se queixe inutilmente.

A dor é processo.

A perfeição é fim.

Assim sendo, caminheiros da evolução ou da redenção têm, cada qual, a sua cruz.

Esse almeja, aquele deve.

E para realizar ou ressarcir, a vida pede preço.

Ninguém conquista algo, sem esforçar-se de algum modo; e ninguém resgata esse ou aquele débito, sem sofrimento.

Enquanto a criatura não adquire consciência da própria responsabilidade, movimenta-se no mundo à feição de semi-racional, amontoando problemas sobre a própria cabeça.

Entretanto, acordando para a necessidade da paz consigo mesma, descobre de imediato a cruz que lhe cabe ao próprio burilamento.

Encarnados e desencarnados, jungidos à Terra, vinculam-se todos ao mesmo impositivo de progresso e resgate.

No círculo carnal, a cruz é a dificuldade orgânica, o degrau social,o parente infeliz...

No plano espiritual, é a vergonha do defeito íntimo não vencido, a expiação da culpa,o débito não pago...

Tenhamos, pois, a coragem precisa de seguir o Senhor em nosso anseio de ressurreição e vitória.

Para isso, porém, não nos esqueçamos de que será preciso olvidar o egoísmo enquistante (tornado um quisto) e tomar a nossa cruz.

 

publicado por SISTER às 17:03

26
Jun 09

      A ciência é luz.
      A filosofia é trabalho.
      A religião é amor.



      A luz esclarece.
      O trabalho aperfeiçoa.
      O amor santifica.



      Com a ciência experimentamos.
      Com a filosofia concluímos.
      Com a religião edificamos.



      A luz sem trabalho e sem amor pode reduzir-se à beleza inútil.
      O trabalho sem amor e sem luz pode ser mera perturbação.
      O amor sem luz e sem trabalho pode converter-se em egoísmo fanático.



      A ciência, por isso, é senda do progresso.
      A filosofia, por essa razão, é estrada para o conhecimento.
      E a religião, por esse motivo, é caminho para a sublimação espiritual.



      A luz exalta a inteligência.
      O trabalho enriquece a razão.
      O amor diviniza o sentimento.



      Com a ciência o homem descobre a casa em que nasceu para a imortalidade, com a filosofia, aprende a viver e com a religião desenvolve as próprias asas que o transportarão à excelsitude imperecível a que se destina.



      Façamos, assim de nosso roteiro espírita, com Jesus, o templo vivo, em que a ciência seja cultivada, em que a filosofia se erga em altar de nosso respeito e em que a religião seja alimento de cada



      E, alicerçada nessa trilogia de valores universais, estejamos convictos de que faremos de nossa fé o santuário sublime que nos conduzirá do mundo renovado aos Eternos braços de Deus.


    

publicado por SISTER às 05:48

22
Jun 09

      No melhor a fazer,
      Não te detenhas. Segue.

      Que importam precipícios,
      Se guardas rumo certo?

      Que valem agressões,
      Se a humildade te veste?

      A injúria te apedreja?
      Nada temas. Confia.

      Há quem te desconheça?
      Não hesites. Prossegue.

      Não te afastes do Bem.
      Deus te guarda e te vê.


    

publicado por SISTER às 12:46

21
Jun 09

              Não te encerres no passado, com a suposição de honrar a vida. Cada tempo da criatura na Terra se caracteriza por determinada grandeza, que não será lícito falsear. A infância tem a suavidade da semente que germina; a juventude guarda o encanto da flor que desabrocha e a madureza apresenta a glória tranquila da árvore frutescente.
              Não julgues que ames a alguém sem que lhe compreendas as necessidades de cada período da existência. A isso nos reportamos a fim de que  ajudes positivamente aos seres queridos que te precederam na grande romagem da desencarnação. Sem dúvida, agradecem eles o carinho com que lhes conservas o retrato da forma física ultrapassada; contudo, ser-te-ão muito mais reconhecidos sempre que lhes reconstituas a presença através de algum ato de bondade a favor de alguém, cuja memória agradecida lhes recorde o semblante em momentos de alegria e de amor, que nem sempre no mundo puderam cultivar. Decerto, sensibilizam-se ante a flor que lhes ofertas às cinzas, mas se regozijam muito mais com o socorro que faças a quem sofre, doando em nome deles, pelo qual se sentem mais atuantes e mais vivos, junto daqueles que ficaram...
              Quando mentalizes os supostos desaparecidos na voragem da morte, pensa neles do ponto de vista da imortalidade e do progresso. Um coração materno tem o direito de guardar por reliquias as roupas enfeitadas e curtas dos filhinhos que acalentou no berço, mas seria loucura impor-lhes a obrigação de usa-las, depois de homens feitos, sob o pretexto de que somente assim lhe retribuirão devotamento e ternura.
              Reverencia aqueles que partiram na direção da Vida Maior, mas converte saudade e pesar em esperança e serviço ao próximo, trabalhando com eles e por eles, em termos de confiança e reconforto, bondade e união, porquanto eles todos, acima de tudo,  são companheiros renovados e ativos, aos quais fatalmente, um dia, te reunirás.

                                          

publicado por SISTER às 10:56

05
Jun 09

Segue. Não te detenhas
nas sombras que se foram.
Angústia e depressão?
não desperdices tempo...
Fita a luz da manhã
renovando-te a senda.
Fazes o bem que puderes,
prestigiando as horas.
Ama, serve e perdoa.
foge à tristeza inútil.
O que passou pertence
aos domínios de Deus!...



 

publicado por SISTER às 08:30

Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


tags

todas as tags

tradutor
Música
mais sobre mim
pesquisar
 
Sister online
Selo

blogs SAPO