Bem Vindos O que os homens chamam de amizade nada mais é do que uma aliança, uma conciliação de interesses recíprocos, uma troca de favores. Na realidade, é um sistema comercial, no qual o amor de si mesmo espera recolher alguma vantagem. La Ro

31
Mar 10

As reticências trouxeram medo
A urgência tornou-se presença
E o silêncio quase certeza
Não vinham as palavras
que eu não queria ouvir
Mas o desespero inundou o peito
quando a tristeza começou a jorrar pelos olhos...
Enquanto os soluços ecoavam pela madrugada,
não conseguia entender
o que até agora não compreendo...
E do sorriso fez-se pranto
Permanecem todos os sentimentos aqui dentro
ainda intactos, estáticos
apesar dessa dor pungente
que dilacera o coração...
Não sou perfeita
Estou sem mão, sem colo, sem sentido, sem chão...
Só não me peças desculpas
Nunca te pedi nada
Apenas me ame

publicado por SISTER às 14:18

10
Nov 09

Do quando, sempre
Esqueço o que passou
Repito somente o novo
Planejo, planto e aqueço
Desejo esse olhar que me sorri
E que me faz pulsar
Da mesma forma que sente
Guardo no peito essa explosão
Mas ela jorra pelos poros e olhos
E me entrego...
São sentidos vários
Tudo o que me invade

publicado por SISTER às 06:54

08
Nov 09

Meus olhos brilham ao sentirem sua presença
O querer invade ao seu toque
E no vão dos seus braços me aqueço
Nos seus olhos me perco
E sinto febril os seus beijos
Arrepios me percorrem aos sussurros nos ouvidos
O toque estremece
Flutuo no seu compasso
Os poros dilatam
São delírios, suores, loucuras
E me abro e me deixo
Flor de exalar desejo.

 

publicado por SISTER às 11:28

06
Nov 09

Não nego que no primeiro olhar já me entreguei
O beijo foi como explodir o peito
Mas vaguei pelas palavras
Sem entender o tom.
Ficou tudo fora do lugar
E insisti em sentir descontrole,
Viver desatinos
Deixei me perder em seus olhos...
O depois veio
E inexplicavelmente você ficou
Me sorrindo com os olhos
Me acolhendo em seus braços
Preenchendo os instantes de eternidade...
Agora que está ao meu lado
Tudo faz sentido
Quando desperto sem razão

publicado por SISTER às 06:43

05
Nov 09

O que explicar do amor
Se louco vaga provocando desatinos
Deixa a razão sem sentido
Embaralha a mente
Sufoca a alma
Acelera o coração
Turbilha e deixa um vazio no peito
Preenche e acalma
Para que entender o amor
Se, inexplicável, o bastante é sentir?

 

publicado por SISTER às 07:16

O que me cala transborda
São sentimentos que me invadem
Seus olhos são ímãs que sorriem
E me embriagam
Assim, no calor do teu abraço
Me entrego
Me enlaço
É como perder o chão, o passo
Te quero cada vez mais
Mesmo sem saber o que me espera
E nos beijos que me arrepiam
Deixar me perder
No delírio infinito
Dos segundos eternos

publicado por SISTER às 07:16

04
Nov 09

Nos teus olhos me perdi
desde a primeira vez que os vi
Fugi das palavras
e mergulhei em seus lábios
E do que parecia distante sonho,
Reais sentidos...
Brotam quereres
Transbordam vontades...
Entre enlaços: carinho, suores e arrepios...
Agora o coração também já se entregou
Pulsa acelerado, descompassado, ofegante
Não há mais volta
E apesar de não saber o rumo
Insisto em ficar sem chão

publicado por SISTER às 08:52

Do novo reflete-se
um brilho ofuscante
O coração acelera
A alma vibra
O corpo pulsa
O pensamento é uno
O arrepio quente invade
E o olhar transbordante
Revela o encanto

publicado por SISTER às 08:51

Do antigo
Quase nada
O corpo pulsa
Mas o coração não mais acelera
Agora o que arrepia
Nem sempre inflama
Consome-se a carne
Sem a alma
Somente corpos em chamas

 

publicado por SISTER às 08:50

Essa situação que se arrasta me repele
Ao mesmo tempo em que esse desejo me atrai
Ver o que se consuma em outra
Me consome
Mas não consigo fugir, vou ao encontro
E volto a me ferir
Não consigo mais fitar os olhos
Nos quais antes mergulhava
Pois trazem à borda
As traiçoeiras ações que me abalam
Não entendo porque ainda me entrego
A esse rascunho mal escrito
Se há textos completos que me fitam
Não sei porque ainda tolero e me flecho
Translúcidas cortinas de ilusão
Talvez agora acorde, cansei de me ferir
Só falta ter de volta minhas argolas
Para desfazer de vez o elo

 

publicado por SISTER às 08:49

Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


tags

todas as tags

tradutor
Música
mais sobre mim
pesquisar
 
Sister online
Selo

blogs SAPO