Bem Vindos O que os homens chamam de amizade nada mais é do que uma aliança, uma conciliação de interesses recíprocos, uma troca de favores. Na realidade, é um sistema comercial, no qual o amor de si mesmo espera recolher alguma vantagem. La Ro

30
Set 07
No olhar de todos

            Era nítido o espanto

            Alguns diziam que era louco

            Apenas um encanto

            

            Faces pra uma mesma parte

            Sonhos e delírios, um coração vários caminhos

            Pulsando alegria, colorindo os dias

            Transformando dor em magia

            

            Muitos sentiam inveja

            Outros a mais profunda alegria

            Alguns se confundiam na conversa

            Mas no fundo, ninguém sabia

            

            Falavam várias línguas

            Das mais loucas as mais compridas

            Sinceras e despidas de senso ou demagogia

            

            Até olhares mais atentos

            Posto em sentimento percebeu

            Foi apenas poesia, que hoje aconteceu

            

            Versada com sentimentos

            Falada com alma

            Sobre um amor puro

            Que apaga a solidão

            E para sempre, aquece meu coração.

            

            (Débora B. Ribeiro & dos Santos)

publicado por SISTER às 09:50

Como la brisa suave modela el mar
      agita los árboles, peina el suave césped
      Brisa que nuestra faz acaricia
      Brisa serena, calma en el aire

      Serenidad en quien ama de verdad
      Es como una brisa de tranquilidad
      En la confianza de quien ama y es amado
      En la seguridad de vidas entrelazadas

      Cuando toda pasión se condensó
      En amor en el corazón se derramó
      y el corazón palpita en compases suaves
      acunando el alma en canciones de cuna.

      Paz de quien no teme nada ni deve
      Paz de un regazo acogedor
      Paz de una mano que acaricia
      Paz del romance en noche de luna llena.

      La Serenidad del ser al conocerse
      En perfecta Harmonía entre el Ser y el Tener
      En sintonía con el pulsar del Universo
      En conjunción con la voluntad de los astros
      La Serenidad de quien vive la vida en paz con la muerte.

      El equilíbrio de la dualidad, cuerpo y alma
      De la razón en paz con la emoción
      De una vida con Dios en comunión
      Con Fé, Esperanza y Amor en el corazón

      Joe'A
publicado por SISTER às 09:50

Não adianta  ter o poder,
que adia a fome
plantando o medo, 
tornando rubra
a face da nação.

Perda de tempo,
lembrar do passado,
se no presente o futuro,
esta sendo destruido
e abortanda a vitória
de nossas mãos.

Perda de tempo,
ler noticias censuradas,
crer que alguma coisa  boa 
possa  acontecer.

Perda de tempo, 
a espera por justiça,
manipulada pelo comando
que cala o grito  da verdade
e mata  sem dó a liberdade.

Perda de tempo,
querer honrar a memória
dos bravos homens,
que, pelo mérito da honra, lutaram,
perdidos, nossos meninos
não terão tempo para crescer,
e aprender a diferença
entre o  nascer e morrer.

Perda de Tempo,
viver só por viver,
sem lutar pelo  direito
de ver o sonho acontecer.

Perda de tempo,
dizer, entre covardes,
que um novo dia vai nascer,
se a guerra continua a matar
os filhos do grande amor.

 
Schyrlei Pinheiro
publicado por SISTER às 09:50

Cronometrado no espaço,
                        encurta e alonga distâncias.
                        Entre perguntas, me ensina a compreender, muda,
                        o que o nada responde.
                        Vivo investindo nos  mistérios, aprendendo a renascer em meus sonhos.
                          Eternamente sei que te manterás um jovem menino,
                        brincando, incansavelmente com o meu existir,
                        sempre à procura de razões
                        para prosseguir seguro,
                        sentindo o desequilibrio do saber
                         estável, pairar no ar,
                        reencantando a vida
                         entre as reticências,
                        exclamando, em cada canto,
                        a verdade da fonte da magia,
                        que canta com muita alegria
                        a reconhecida felicidade,
                        que só o amor fecunda. 
                       
                
Schyrlei Pinheiro
publicado por SISTER às 09:50

Hoje. estou sem inspiração alguma.
      Não sei que escreva. nem o que deva.
      Suave brisa. como não há nenhuma.
      Ficou-me a noite e a lua. em sua ceva.

      Sim. porque ela, não pede permissão,
      Para ser lua cheia. pelos colarinhos
      Degenerando. do céu. até ao chão.
      Fica-se-me os dedos. e os pergaminhos.

      Porém. nada disto faz sentido. a quem lê.
      O céu é cevado. às vezes não. depende
      De quem olha. e olhando. o que vê.

      E assim. ao acaso. casei versos e rimas.
      Porém. já que a palavra não me defende.
      Vou ajeitar das janelas. as cortinas.

      Jorge Humberto

publicado por SISTER às 09:50

Fugindo das dores

Da violência do mundo

Lá fora



Anestesio-me

Isolando-me

Na prece, na oração



Na Internet

Lá outras dores

Perfilam

E outras violências

Sutis se velam



Para onde formos

há sempre dor

Oculta ou aberta

Dribladas

Sublimadas



Resta a reserva interior

A fortaleza de cada um

Para suportar

O fardo desse mundo

Que carece

Principalmente de DEUS!
m.s.cardoso xavier
publicado por SISTER às 09:50

As cidades se parecem
Os carros se parecem
As pessoas se parecem
Os cheiros se parecem

As avenidas se parecem
Os aeroportos se parecem
As escadarias se parecem
As igrejas se parecem

Os passos são tão leves
Ecos que param no ar
A voz que canta
Dentro da cabeça

As toalhas se parecem
As camas se parecem
Os lençois brancos parecem
Os sabonetes se parecem

As vidas se parecem
Os amores se parecem
As lágrimas se parecem
Os sorrisos se parecem

Os beijos escapam pela janela
Os abraços se escondem nos armários
As cores dos cabelos mudam
Os olhos ferem o silêncio

carlos assis
publicado por SISTER às 09:50

Quem é você
                  que entra em todos meus sonhos
                  Quem é você
                  que invade dessa forma meus desejos
                   como se apossando.

                   Quem é você
                  que entrou em mim dessa forma
                  sem ao menos perguntar
                  se eu lhe dava esse direito.

                  Quem é você
                   que me confunde acariciando-me

                  Quem é você
                  que com seu corpo me provoca
                   sensações que nunca conheci

                   Quem é você
                  que me transforma quando chega a mim
                   Quem é você
                  que conseguiu dominar-me assim

                  Quem é você que se apossou de meus sentidos
                  e minha dores mais antigas
                   apagou de mim sem eu sentir.

                  Quem é você que mucou todo meu mundo
                   deixando-me só, sem rumo
                  e sem saber

                   Quem é você....?
Sandra Mianovich
publicado por SISTER às 09:50

Me conte sem medo
  Qual é o seu segredo?
  De quem é culpa
  Do que não tem desculpa?
  
  Sinta-se acolhida
  Pela minha voz em poesia
  Escrita em mais um dos meus delírios
  De uma noite fria
  
  Longe você de mim
  Combinamos assim
  E eu te ensino em que estrela
  Vamos nos encontrar
  
  Quando o sol se calar
  Não se esqueça de olhar
  Para uma que brilha
  Bem do lado da lua
  
  E se a noite não tiver luar
  Basta você olhar
  Para o Cruzeiro do sul
  Que eu estarei lá te esperando
  Todo vestido de azul

 Andre Luis Aquino
publicado por SISTER às 09:50

Ah! Eu te amo com meus olhos perfeitos
       Que podem enxergar toda a sua beleza
            de um corpo saudável, cuidado
            de uma alma cheia de amor...


            Eu te amo com minhas mãos
            que percorrem a sua emoção
            parando onde você tem bolsões
            de energias mal trabalhadas....

            Eu te amo com os meus pés
            que te alcançam na eternidade
            que te resgatam do passado
            que te seguem no presente
            que não tem medo do futuro...

                  Eu te amo no que você tem de perfeito
            nas suas incontáveis qualidades
            nas virtudes desenvolvidas
            nos defeitos trabalhados...

          Eu te amo ao raiar de um novo dia
            até quando o cenário do mundo fecha sua cortina....
            Eu te amo deitada ao longo de uma lareira
            aquecida pelo teu carinho...
            Eu te amo na madrugada fria quando o mundo silencia
            e, eu ofereço minha paixão como um quentinho cobertor...
            Eu te amo ao ver-te chorando pelas dores sentidas
            quando eu ofereço minhas lágrimas para afogar as suas...
            
            Eu te amo quando abres este lindo sorriso
            dizendo SIM ao Universo nos teus mais lindos versos...
            Eu te amo em cada necessário adeus
            em cada segundo compartilhado
            em cada suspiro trocado
            nas minhas lágrimas incontáveis
            em cada vez que fazemos amor...
            Eu te amo porque tu és o amor que sonhei
            que no meu afeto idealizei
            que na minha alma tem lugar...
            Eu te amo porque acrescentas á minha felicidade
            uma enorme capacidade de SER!
            
Penhah Castro
publicado por SISTER às 09:50

Setembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





subscrever feeds
tags

todas as tags

tradutor
Música
mais sobre mim
pesquisar
 
Sister online
Selo

blogs SAPO